Goodbye, White Hart Lane

Goodbye, White Hart Lane

14 de maio de 2017. O Tottenham Hotspur recebe o Manchester United, pela penúltima rodada do campeonato inglês 16-17, que já tem campeão, o Chelsea.

IMG_20170509_194516
Capa da revista oficial (programa) da última partida em White Hart Lane. Fonte: @spursofficial

A imagem acima mostra a capa de uma edição histórica do programa oficial (revista) dos #Spurs, já que depois de 118 anos o clube está se despedindo de White Hart Lane, na atual configuração do estádio. Continuar lendo “Goodbye, White Hart Lane”

Bom programa!

Revista mensal (“Inside United”) e programa oficial de jogo do ManUtd (“United Review”), março de 2017.

Na gigantesca cultura de futebol na Inglaterra, alguns dos itens altamente colecionáveis são os programas oficiais dos jogos – revistas bacanudas que os clubes mandantes vendem a cada partida, seja de Premier League, de Copa da Inglaterra ou de Champions League. Estatísticas, histórico, tabelas, recados dos torcedores (como aniversários), lista dos jogadores relacionados para a partida em foco, as cores dos uniformes, reportagens – inclusive sobre o time adversário. É de babar para o torcedor de um “país do futebol” que praticamente só publica um jornal esportivo de alcance nacional (“Lance!”) e duas revistas de futebol (“Placar”, “Corner”).

A maioria dos grandes clubes também conta com revistas mensais, como você vê aqui na fotos com publicações do Man United e do Liverpool. Sem falar nas revistinhas independentes, editadas por torcedores, praticamente fanzines.

Revista mensal do Liverpool e programa oficial (“This is Anfield”) do jogão contra o Arsenal – março de 2017.

O Chelsea foi o primeiro clube a produzir um programa oficial consistente para dias de partida, segundo um painel informativo no museu de Stamford Bridge, que o blog visitou em março. Isso, já em setembro de 1905! Chelsea FC Chronicle era o nome do programa, editado por Fred Parker. A revista da partida de Copa da Inglaterra contra o Brentford, em janeiro de 2017, fez uma homenagem ao Chronicle de Fred Parker, com uma capa retrô. Muito legal.

O programa oficial do jogo do Chelsea contra o Brentford pela Copa da Inglaterra teve capa retrô – 28 de janeiro de 2017.

Ainda segundo o museu do Chelsea, na temporada 1912-13 o clube vendeu mais de 341 mil cópias. Em 1948, o programa chegou a 16 páginas. E segundo o Chelsea as vendas na temporada 1972-73 atingiram 99 por cento dos espectadores de Stamford Bridge. E isso o que representa para um clube de futebol? Recurso$$$$$$, claro. Desde 1905! Os clubes brasileiros certamente considerariam apenas uma despesa.

Programa oficial de um jogo de Champions que o torcedor do Arsenal certamente quer esquecer.

Cada programa custa entre 3 e 3,50 libras nas megalojas dos clubes ou em stands na frente dos estádios. E claro, na era da internet é possível baixar versões digitais dos programas, por um preço mais em conta. No fim do post, publico os sites de alguns programas dos clubes mostrados aqui.

Folheando revistas inglesas, a gente descobre sites especializados em revender essas revistinhas. Como escrevi no começo do post, uma memorabilia altamente colecionável. Bela lembrança de um jogaço, de uma grande vitória, de uma campanha campeã.

Programa do jogo do City contra o Huddersfield Town pela Copa da Inglaterra – março de 2017

Alguns links:
Continuar lendo “Bom programa!”

Manchester Derby

A United Review, publicação oficial do Manchester United, fez um concurso com fãs do mundo todo pra escolher a capa da edição deste domingo de dérbi de Manchester (o United recebe o City, que tem 2 pontos a mais). A escolhida foi a arte de Harri Lyons, do norte do País de Gales.

A capa bolada por Harri Lyons venceu o concurso da revista
A capa bolada por Harri Lyons venceu o concurso da revista “United Review”. Imagem da página oficial do Manchester United no Facebook.

Lá fora, especialmente na Inglaterra, todo jogo tem um programa oficial (uma revista com informações não só sobre o dono da casa, como sobre o time visitante). Link para interessados em comprar esta edição aqui.
12105871_10153302257692746_3421683719844738094_n Continuar lendo “Manchester Derby”

Trilha sonora e quadrinhos para a grande final da Copa da Inglaterra

11214307_10152772550736502_4968279232694529883_n
facebook.com/TheFACup

A final da Copa da Inglaterra (FA Cup) fecha neste sábado a temporada 2014-15 do futebol inglês, já que no outro sábado a final da Champions terá Barça e Juve em Berlim. Arsenal e Aston Villa tem tudo para fazer uma decisão emocionante no imponente Wembley. O Arsenal do Nick Hornby ficou em 3º lugar na Premier League inglesa, se classificou novamente para Champions. O Aston Villa do Geezer Butler e pessoal do bom e velho Sabbath lutou bravamente para não cair – e conseguiu escapar, ufa! Como se não bastasse toda esse clima, a Football Association ainda aproveita para esquentar a final com um projeto chamado #FACupMusic. Sons novos das bandas Muse e Blur e do Leftfield vão estrear publicamente em Wembley. No sistema de som dessa catedral da bola e dos concertos, também vão rolar Noel Gallagher, Stereophonics, Mumford & Sons, Foo Fighters, Paul Weller, Imagine Dragons, The Vaccines, Simple Minds, Kaiser Chiefs etc. Calma gente, não é um festival. É só uma trilha sonora da final. E que trilha!

Lá fora, especialmente na Inglaterra, existem programas oficiais de cada jogo, revistas de diferentes formatos, tem gente que coleciona, que vende, revende, enfim, é um mercado. E a revista oficial da final Arsenal x Aston Villa tem a trajetória dos dois times para chegar à Wembley… em quadrinhos! Obra do ilustrador Stephen Gulbis (The Football Artist) que trabalha direto com futebol em HQs. Foi uma superdica da Trivela (leia aqui a reportagem). E o trabalho do Stephen Gulbis – espetacular – pode ser conhecido aqui, no site do artista.

Continuar lendo “Trilha sonora e quadrinhos para a grande final da Copa da Inglaterra”

Programão

https://www.facebook.com/manchesterunited
https://www.facebook.com/manchesterunited

A capa da “United Review”, a revista oficial do Manchester United, fez uma montagem maneira com as capas dos programas oficiais dos clássicos contra o Liverpool.

Taí uma coisa que não pega no Brasil. Revista/programa de jogo. E lá fora nego faz até coleção… Mas aqui que é o país do futebol. Kkk!

Domingo “D” de dérbi também em Portugal: tem clássico  Porto x Benfica. A águia lidera a liga lusa com 3 pontos de vantagem sobre o dragão arquirrival.

Na Argentina não tem clássico, mas pode sair o campeão. O Racing só depende dele – vencer o Godoy Cruz em casa, em Avellaneda – pra gritar #campeón depois de exatos 13 anos (a última vez foi o Torneo Apertura 2001). O River tem que vencer o Quilmes fora e secar a Acadé. 

Em caso de empate do Racing e vitória do River, os 2 times ficam com o mesmo número de pontos e vai rolar um jogo desempate. Uma final. Continuar lendo “Programão”

Revista do Manchester City fez homenagem ao Oasis.

(Depois da reportagem de João Castelo Branco, na ESPN Brasil)

https://www.facebook.com/mcfcofficial/
https://www.facebook.com/mcfcofficial/

Num dos jogões do campeonato inglês neste fim de semana (#MCIvsCHE), o Manchester City homenageou o cantor Liam Gallagher (Beady Eye, ex-Oasis), que fez aniversário neste domingo. O vocalista é um “citizen” fanático, como o irmão, Noel. Acima, vemos a capa de um suplemento de 16 páginas sobre o Oasis, que saiu no programa oficial da partidaça entre o City e o Chelsea, que terminou empatada (1×1).

Para o colecionador que se interessar, a revista tem o zagueiro Eliaquim Mangala na capa, e a empresa que publica os programas do Manchester City na Inglaterra remete para o exterior. Eis o link da editora: http://www.manchestercityprogrammes.co.uk/index.php. Aqui, o link para comprar esta edição com Mangala e os irmãos Gallagher.10710978_10154669509260455_911987781767676138_n
Um dos destaques desta partida foi o incansável Frank Lampard. O ex-ídolo do Chelsea foi negociado com o novo NYCFC, mas joga emprestado até o fim do ano no Man City (um dos sócios do novo time de Nova York). No jogaço de Manchester, o primeiro contra seu ex-clube, Lampard foi saudado até pelos torcedores do Chelsea.

Super Lampard! Super Frank Lampard!

Como quase sempre acontece nessas ocasiões, marcou um gol. E preferiu não comemorar.

Outro jogaço da rodada da Premier League, foi a histórica virada do Leicester City em cima do rival do City, o Manchester United. O United chegou a fazer 3×1, mas levou a virada: 5×3. Bem verdade que com a marcação de um pênalti pra lá de duvidoso no lance do brasileiro Rafael. Pênaltis…

E o baixista Geezer Butler, do Black Sabbath, um torcedor do Aston Villa, tuitou:

Continuar lendo “Revista do Manchester City fez homenagem ao Oasis.”