Um 2 de outubro tricolor

Um 2 de outubro tricolor
Arquivo Histórico do São Paulo FC : http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/morumbi/2013/10/2/morumbi-53-anos-se-e-um-sonho,-que-seja-grande!/
Arquivo Histórico do São Paulo FC | http://www.saopaulofc.net/

Com um gol de peixinho, de Peixinho (o jogador batizou o gol de mergulho), o São Paulo ganhou do Sporting Clube de Portugal por um a zero, no primeiro amistoso da inauguração da primeira parte do estádio do Morumbi, em 2 de outubro de 1960. O São Paulo tinha Poy, o artilheiro Gino Orlando, o ponta Canhoteiro… Sete dias depois, teve um segundo amistoso. O São Paulo enfrentou o Nacional do Uruguai. E fato impensável hoje em dia, teve o reforço de Djalma Santos e Julinho Botelho (emprestados pelo Palmeiras) e Almir Pernambuquinho (emprestado pelo Corinthians!). E quase que Pelé também foi emprestado, segundo o livro comentado neste post aqui. Canhoteiro e Gino Orlando (duas vezes) definiram a vitória do tricolor reforçado contra os #bolsos. 3×0.

Aliás, esta semana o departamento de comunicação do São Paulo publicou mais um e-book maneiro cheio de curiosidades sobre o Morumbi, como os shows que rolaram no estádio – pesquisa de Michael Serra.

Essa história toda é apenas um gancho para propor uma enquete para o torcedor são-paulino.

O Morumbi, que dá os sinais dos seus 54 anos de vida, apesar das recauchutagens, deveria ser demolido e reconstruído? Passar por uma reforma radical? Ou basta ganhar uma cobertura contra a chuva e um estacionamento? Vote na enquete e /ou deixe seu comentário.

Continuar lendo “Um 2 de outubro tricolor”

Gol de Peixinho

Arquivo Histórico do São Paulo FC : http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/morumbi/2013/10/2/morumbi-53-anos-se-e-um-sonho,-que-seja-grande!/
Arquivo Histórico do São Paulo FC : http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/morumbi/2013/10/2/morumbi-53-anos-se-e-um-sonho,-que-seja-grande!/

Dois de outubro de 1960: o são-paulino Peixinho mergulhou para fazer de cabeça o gol da vitória do tricolor contra o Sporting Clube de Portugal. Era o amistoso de inauguração do Morumbi. Arnaldo Poffo Garcia fez o primeiro tento do estádio e imortalizou a expressão ‘gol de Peixinho’.

O que pouca gente hoje em dia sabe é que o houve um segundo amistoso de inauguração, sete dias depois: São Paulo x Nacional de Montevidéu. Esse segundo amistoso aparece no cartaz acima, divulgado pelo site do São Paulo, num trabalho de Michael Serra, do Arquivo Histórico do clube, e republicado pela página oficial do ex-goleiro Zetti no Facebook.   Continuar lendo “Gol de Peixinho”

No Superclássico do Brasil, Fla estraga festa de Luís Fabiano

FOTO Wagner Carmo VIPCOMM Domingo de reestreia de Luis Fabiano no São Paulo e aniversário do estádio do Morumbi. 51 anos do gol de Peixinho, no amistoso inaugural contra o Sporting Club de Portugal. Tudo pronto para a festa? Só faltou combinar com o Flamengo, que tem excelente elenco (de qualidade vários furos acima do que sua campanha mostra) e um técnico nada bobo no banco.

O estádio aniversariante recebeu público espetacular e um grande jogo, um superclássico do futebol nacional, entre os dois maiores vencedores do Campeonato Brasileiro (considerando o que começou em 1971). Hexa versus hexa. Continuar lendo “No Superclássico do Brasil, Fla estraga festa de Luís Fabiano”

O dia em que Djalma Santos jogou pelo São Paulo. 9/10/1960, segundo amistoso de inauguração do Morumbi.

Que a primeira parte do hoje cinquentão Morumbi foi inaugurada com um amistoso entre São Paulo e o Sporting Club de Portugal, em 2 de outubro de 1960, todo são-paulino roxo sabe. Um gol de Peixinho deu a vitória ao tricolor: 1×0. Este Álbum Comemorativo – Inauguração Estádio Cícero Pompeu de Toledo me chamou atenção para outro momento histórico. Uma semana depois da partida inaugural contra o Sporting, o São Paulo enfrentou o Nacional de Montevidéu, em outro amistoso, que também fez parte das comemorações pelo ano zero do Morumbi. Marcaram Canhoteiro e Gino Orlando, duas vezes. São Paulo 3×0. Detalhes nada pequenos: o lateral Djalma Santos, o ponta Julinho Botelho (ambos do Palmeiras) e o atacante Almir Pernambuquinho (então do Corinthians) vestiram a camisa tricolor (literalmente: o São Paulo jogou com o uniforme nº 2 contra o Nacional, que vestiu sua camisa nº 1, branca). Algo praticamente inimaginável hoje em dia: craques de times rivais emprestados para amistoso de inauguração. E mais. Pelé, o 10 do Santos, só não vestiu a camisa do São Paulo no amistoso porque sofreu uma distensão.

FONTE http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/historia/2013/7/24/sao-paulo-futebol-clube-lamenta-morte-de-djalma-santos/
Almir, Djalma e Julinho.: são-paulinos por um dia. FONTE http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/historia/2013/7/24/sao-paulo-futebol-clube-lamenta-morte-de-djalma-santos/

Continuar lendo “O dia em que Djalma Santos jogou pelo São Paulo. 9/10/1960, segundo amistoso de inauguração do Morumbi.”