Morreu o Capitão do Tri. Descanse em paz, Carlos Alberto Torres.

25 de outubro de 2016

Que botonista nunca sonhou jogar com a seleção brasileira tricampeã mundial no México, em 70?

Homenagem da Botões Clássicos ao Capita (botoesclassicos.com.br)

Quem não gostaria de beijar a Taça do Mundo, levantando pela última vez a Jules Rimet, conquistada em definitivo por aquele time dos sonhos?

E ser o ‘Capita’, o capitão daquelas feras todas? Pelé, Tostão, Jairzinho, Gérson, Rivellino etc etc etc.

Carlos Alberto Torres (17/07/1944 – 25/10/2016) ainda fez mais. Assinou uma das mais lindas obras do futebol-arte da história das copas. Tiki-Taka? De Tostão pra Piazza. Piazza para Pelé. Pelé para Gérson. Do canhotinha para Clodoaldo. Clodoaldo driblou um, dois, três, quatro italianos, tocou para Rivellino. De Riva para Jairzinho. O furacão da Copa, que estava pela esquerda nesse momento, entrou em diagonal, tocou para Pelé, que passou a pelota com açúcar para Carlos Alberto… Gol do Brasil! O quarto sobre a Itália, na final da Copa de 1970, no estádio Azteca.

Para a Fifa, o mais bonito de uma lista de 100 gols brasileiros nos Mundiais.


Para muitos torcedores, o mais bonito das Copas!

Continuar lendo “Morreu o Capitão do Tri. Descanse em paz, Carlos Alberto Torres.”

O primeiro de 1.283 gols do Rei Pelé

Camisas retrôs da Seleção, do Cosmos e do Santos, feitas pela Athleta, só na loja do Museu Pelé.
Camisas retrôs da Seleção, do Cosmos e do Santos, feitas pela Athleta, só na loja do Museu Pelé.

Sete de setembro de 1956. Um mês depois de chegar ao Santos, o jovem nascido em Três Corações (MG) estreou com a camisa do alvinegro praiano. No amistoso em que o Santos goleou por 7 a 1 o Corinthians FC de Santo André, o garoto entrou no segundo tempo, no lugar de Del Vechio, e marcou o sexto gol santista – o primeiro de mais de um milhar de gols que permite que toda a torcida brasileira cante hoje, a plenos pulmões:

Mil gols, mil gols, mil gols, só Pelé, só Pelé…

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, não tinha nem 16 anos.
Continuar lendo “O primeiro de 1.283 gols do Rei Pelé”

735239_961958323841317_6107978223815503607_n
Imagens – https://www.facebook.com/nycosmos/

O Cosmos, atual campeão da NASL, divisão do “soccer” logo abaixo da MLS, está com nova fornecedora de material esportivo. A Under Armour apresentou os novos uniformes do time de Nova York esta semana.

A camisa 1 do ex-time de Pelé na terra do Tio Sam é a branca.9874_961985167171966_3760757458813747534_n
Continuar lendo “Novas camisas do New York Cosmos, agora feitas pela Under Armour.”

#RockFlu histórico com Romerito e rock en español.

#RockFlu histórico com Romerito e rock en español.

Publicado em  15 de julho de 2015

Um grande ídolo do Fluminense é o convidado do programa Rock Flu 119. O paraguaio Julio César Romero Insfrán, o Romerito, conversa com Gustavo Valladares e Sergio Duarte sobre futebol, em especial, sobre o Flu, e escolheu o roteiro musical: Soda Stereo, Enanitos Verdes, Maná, Eagles, Creedence Clearwater Revival, U2, R.E.M., Beatles e Elvis Presley. Outro must do programa são os áudios de jogadas de Don Romero nas vozes de alguns de nossos melhores locutores. Romerito marcou o gol do título brasileiro do Flu, em 1984. Sintonize: http://www.rockflu.com.br/

rockflu.com.br/ ou torcedortricolor.com.br/rockflu/rockflu119.zip
Clique: rockflu.com.br/
ou torcedortricolor.com.br/rockflu/rockflu119.zip

Continuar lendo “#RockFlu histórico com Romerito e rock en español.”

Recorde de público do #soccer nos EUA

https://www.facebook.com/IntChampionsCup
https://www.facebook.com/IntChampionsCup
10345732_10152340506247746_7608577332330955514_n
https://www.facebook.com/manchesterunited

Não é à toa que o Michigan Stadium tem o apelido de Big House. O jogaço entre Manchester United e Real Madrid, pela International Champions Cup, bateu o recorde de público do #soccer nos EUA. 109.318 espectadores. O ManUtd venceu, por 3 a 1, com show de Ashley Young. Pelo lado madridista, destaque para Gareth Bale. A marca anterior era de 101.799 na decisão da medalha de ouro no futebol, nos jogos de Los Angeles, em 1984, no Rose Bowl (França 2×0 Brasil). Esse campo de futebol cercado por torcedores de todos os lados, mais as multidões que se reuniram nas grandes cidades americanas para acompanhar em telões os jogos do US Men National Team na Copa do Mundo de 2014, mostram que o #soccer está crescendo muito nos Estados Unidos. Tanto que isso já irrita as mentes conservadoras. A Major League Soccer tem a 9ª melhor média de público do mundo: 18.743 pessoas/jogo, contra 14.951 do Brasil – dados da Pluri Consultoria. Na temporada que começa em 2015, chegam Kaká (Orlando City), David Villa, Frank Lampard (New York City FC) etc. No post anterior, destacamos que o Seattle Sounders está entre os três times com maior média de público nas Américas. Continuar lendo “Recorde de público do #soccer nos EUA”

O campeão voltou… nos EUA: o New York Cosmos venceu o Soccer Bowl 2013.

999404_589027374467749_2070910192_n
https://www.facebook.com/nycosmos

A nova versão do New York Cosmos conquistou o Soccer Bowl da NASL, a North American Soccer League. Na decisão, o NY Cosmos, melhor do outono, derrotou os campeões da primavera, os Silverbacks, em Atlanta: 1×0, gol de Marcos Senna. Na versão anterior (e mais galática) da NASL, o time de Nova York ganhou a liga em 1972, 77 (com Pelé), 78, 80 e 82.

A principal liga do ‘soccer’, a MLS, já tem o Red Bulls e em 2015 vai ter o NYCFC (parceria dos Yankees do beiselbol com o Manchester City). Como fã do ‘soccer’ do final dos anos 70 e súdito do Rei Pelé, espero que o novo Cosmos tenha oportunidade de chegar lá.

O New York Cosmos tem um projeto para construir um estádio para 25 mil pessoas na região de Elmont, entre o Queens e Hempstead. Continuar lendo “O campeão voltou… nos EUA: o New York Cosmos venceu o Soccer Bowl 2013.”