O filme sobre o tri mundial do São Paulo está no CINEfoot.


Este é o cartaz do filme “Soberano 2 – A Heroica Conquista do Mundial de 2005“, que a G7 Cinema lança em 24 de agosto nos cinemas. O documentário foi feito pelo mesmo escrete de “Soberano – Seis Vezes Campeão”, que contou o hexa brasileiro do São Paulo: os diretores e roteiristas Carlos Nader e Maurício Arruda, e o compositor Nando Reis, responsável pelas canções originais – todos tricolores de carteirinha! O copeiro Liverpool, que tinha sido campeão na raça era considerado favorito contra os sul-americanos. Um filme já visto em 1992, 93… Mas o time de guerreiros, “cascudos”, que começou a ser montado por Cuca, passou pelo sempre polêmico Leão e chegou ao Japão com o bem mais calmo Paulo Autuori. Havia talentos, como Amoroso, dois alas ainda em forma, dois volantes que marcavam muito e saíam pro jogo – tanto que o camisa 7 Mineiro marcou o gol decisivo, num passe esperto de Aloísio Chulapa. Havia o sangue tricolor celeste de Diego Lugano na zaga. E acima de tudo, havia Rogério Ceni.

Confira aqui a lista dos cinemas que lançam “Soberano 2”.

Continuar lendo “O filme sobre o tri mundial do São Paulo está no CINEfoot.”

Ao Vivo no Mineirão

Maraca sessentão, Morumba cinquentão, Mineirão 4.5 … Já vi nas lojas o CD duplo do Skank no Mineirão – da série Multishow Ao Vivo. O especial gravado no estádio que é orgulho do Skank, de atleticanos, americanos e cruzeirenses (e fez 45 anos em setembro) já passou no canal 42 do cabo. O DVD não demora. Coomo não demora pra rolar o clássico da MPB boleira: Continuar lendo “Ao Vivo no Mineirão”

“Soberano – Seis Vezes Campeão”

Em 9 de junho de 1991, o São Paulo de Telê Santana conquistou um dos seus títulos mais importantes. O Brasileirão de 91, passaporte para a Libertadores, Mundial de Clubes … Abaixo, o post publicado em 2010, depois da pré-estreia do filme “Soberano -Seis Vezes São Paulo”, que conta a saga do hexa tricolor, já disponível em DVD.

FOTO Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

O público do cinema UCI Jardim Sul mais parecia uma torcida, com uniformes e até bandeiras. O hall foi decorado com cartazes gigantes de 6 escretes campeões brasileiros. A pré-estreia da noite contou com a presença de parte do elenco da película. Raí, Sidney, Jorge Wagner, Alex Silva, Rogério Ceni. O músico Nando Reis, que compôs músicas para o filme, também apareceu – todo feliz. Era noite de lançamento de Soberano – Seis Vezes São Paulo, documentário sobre os títulos brasileiros do tricolor (77/86/91/06/07/08) produzido pela G7 Cinema, com direção de Carlos Nader e Maurício Arruda. Estreou em 17 de setembro de 2010, em cinemas de 10 estados. E esta semana ganha mais uma exibição em tela grande na seleção paulista do CineFoot, no Museu do Futebol.

FOTO Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

Se os depoimentos de Minelli (treinador tricampeão brasileiro, em 75 e 76 pelo Inter e 77 pelo São Paulo), Muricy (no elenco de Minelli em 77, técnico vitorioso de 2006 a 2008) e de jogadores como Waldir Perez, Dario Pereyra, Careca, Raí, Rogério Ceni e Hernanes trazem histórias curiosas de bastidores, são as entrevistas com torcedores – escolhidos como personagens – que emocionam mais. Continuar lendo ““Soberano – Seis Vezes Campeão””

Coleção Meu Time do Coração

meu_pequeno_sao-paulinomeu_pequeno_gremista_2_edmeu_pequeno_vascainomeu_pequeno_colorado_ed_com

meu_pequeno_tricolormeu_pequeno_palmeirensemeu_pequeno_rubro_negromeu_pequeno_corintianomeu_pequeno_juventudistaDia das Crianças chegando… e você não tem ideia do que dar de presente para o pequeno torcedor? Olha aí a coleção Meu Time do Coração, da editora Belas Letras. Já saíram livros sobre São Paulo, Grêmio, Vasco, Inter, Fluminense, Palmeiras, Flamengo, Corinthians e Juventude. O preço até que é em conta: R$19,90. Continuar lendo “Coleção Meu Time do Coração”

Um domingo no estádio

“Bola na trave não altera o placar”, já diziam o cruzeirense Samuel Rosa e o tricolor Nando Reis. O São Paulo mandou três petardos no poste, na quinta vitória seguida no Brasileirão 2009, 3 a 1 sobre o Goiás, e por um dia pintou pela primeira vez na temporada no G4 – pelo menos até o apito final da peleja Internacional x Sport, nesta segunda-feira.

Jorge Wagner voltou a ser "o cara", com assistência e gol. FOTO divulgação VIPCOMM
Jorge Wagner voltou a ser "o cara", com assistência e gol. FOTO divulgação VIPCOMM

Pitacos sobre curiosos comportamentos de torcedor.

  • Tem sempre um mais exaltado chamando de tudo quanto é adjetivo o centroavante fixo na área. Aí o cara vai lá e faz o gol aos 46 do primeiro tempo. Sai aplaudido. Claro que estou falando do Washington. Mas poderia ser de outro centroavante trombador – e fazedor de gols, como foi Serginho Chulapa.
  • Cartão vermelho é festejado quase como gol.
  • Richarlyson voltou a jogar bem, como volante. Foi o responsável por uma das bolas na trave e em outros dois lances teve chances de ampliar. Mas a torcida se “esquece” de cantar o nome dele. Injusto.
  • 30 mil pessoas pagaram ingresso no Morumbi. A expectativa do São Paulo era maior. Mas o torcedor precisa de mais razões para ir com a família ao estádio, além da promessa de um bom futebol. O acesso ao Morumbi será difícil até pelo menos a inauguração da estação de Metrô perto do Shopping Butantã. Estacionamento? Não sai por menos de 30 reais. A menos de meia hora do começo do jogo, havia filas gigantescas nas bilheterias. A impressão é que o estádio do Morumbi está ficando cada vez mais elitista, com camarotes tomando conta do que antes era a geral. Cada dia mais. OK, é justo oferecer um produto que atraia gente com poder aquisitivo. Mas o torcedor que paga 40 reais a inteira, 20 a meia, para levar a família na chamada geral vermelha, poderia ter direito a uma lanchonete também… não apenas uns poucos vendedores ambulantes… Banheiros limpos e de fácil acesso não deveriam se restringir aos VIPs… E por que tantos claros no estádio?Por que não oferecer os setores de menor visibilidade, atrás do gol por exemplo, por preços realmente populares? A Copa é em 2014, legal que os estádios sejam modernizados, mas o torcedor que comparece e ajuda ao time em 209, 2010, 2011, 2012, 2013… merece um bom tratamento. É só tratar bem que ele volta – e traz mais gente.

Seis vezes São Paulo

SoberanoPor falar em documentários sobre futebol, saiu no Daniel Perrone e outros blogs tricolores o lançamento da pedra fundamental do filme Soberano – Seis Vezes São Paulo – que vai tratar dos títulos brasileiros de 77, 86, 91, 2006, 07 e 08 pela ótica do torcedor. Na equipe, estão videomaker Carlos Nader, como diretor, Maurício Arruda como roteirista e o ex-titã Nando Reis como diretor musical (será que o nando publicará aquela canção sobre o São Paulo que tocou uma vez no Esporte Espetacular? Tomara!). Atenção, grande nação são-paulina: acorde porque a produção pede para você colaborar com vídeos e depoimentos.

PS atualizando em 23/08/2010.  Soberano estreia nos cinemas em 17 de setembro de 2010. Você pode ver o trailer no SPFCPedia.

Paixão por um time levada à telas. Esse é um mercado que só tende a crescer. Já tem filmes sobre o Flamengo (vários, existe até produtora especializada), Inter, Grêmio, Náutico etc. Bom porque não vai faltar assunto aqui pro blog.