Nas bancas. E na rede!

Novidade nas bancas. O jornal Campeão, que era publicado só no Rio, virou Marca Campeão e tem edições voltadas para torcedores paulistas e cariocas agora. O título pertence ao grupo que publica o diário Brasil Econômico e comprou há meses o tradicional O Dia e o tablóide Meia Hora. Formato e visual lembram imediatamente o diário Lance!, já estabelecido no mercado. Mas pode fazer diferença o anunciado conteúdo exclusivo do diário espanhol Marcaque certamente foi uma das referências do Lance!. O leitor deve sair ganhando com a concorrência.
Ainda que tardio, vale o alô para o segundo número da revista Football, que pode ser conferido aqui. Um pouco difícil de achar. Só encontrei em seções de revista da Livraria Cultura. Mas para quem gosta de histórias do futebol boas e bem contadas, vale a pena procurar ou navegar. Boa sorte e longa vida a todas essas publicações!

Museu da paixão pelo Boca

Publicado em 31 de julho de 2009

O Museo de la Pasión Boquense tem uma parede de uniformes... FOTO: Fut Pop Clube
O Museo de la Pasión Boquense tem uma parede de uniformes…  FOTO: Fut Pop Clube

A força do Boca e sua torcida, “a metade mais um” da Argentina, faz do Museo de la Pasión Boquense mais visitado que todos os outros museus argentinos juntos, segundo texto de Elias Perugino em Placar de julho de 2009.
O museu do Boca fica dentro da caixa de bombons, digo, do alcapão que é o mítico estádio Alberto J.Armando. La Bombonera. Continuar lendo “Museu da paixão pelo Boca”

11 perguntas para Mauro Beting

Fut Pop Clube entrevista um cracaço do texto criativo, cronista esportivo de opinião respeitada mesmo sem esconder sua preferência clubística (ou talvez por isso mesmo). O jornalista Mauro Beting comenta futebol na rádio e  TV Bandeirantes, tem programa no canal pago Band Sports (Beting e Beting, com o pai, Joelmir), escreve coluna no diário Lance!, atualiza seu blog no Lancenet, colabora para revistas como a Fut, também do Lance!, e outros sites, dá aulas, agora brinca de DJ…

O livro do Mauro Beting

Em março, Mauro lançou o livro Os Dez Mais do Palmeiras [saiba quem são os 10 e quem escolheu ] (coleção Ídolos Imortais, Maquinária Editora). E entre um jogo e outro, ainda encontrou um tempinho para conversar via e-mail com Fut Pop Clube. Na rede, Copa do Mundo, Seleção, Dunga, violência das torcidas, ídolos imortais, música. Dividi as 11 perguntas em 3 posts, numa formação 4-3-3. Atrás da defesa que ninguém passa, claro, Oberdan Cattani ou SÃO Marcos.

1) Fut  Pop Clube – A um ano da Copa do Mundo, já tem seleção se garantindo na África do Sul. Você somaria a Espanha, campeã da Euro, à lista de usuais favoritos? Copa das Confederações serve de referência ou não?

Mauro Beting – Primeiramente, como diria Vicente Matheus, um prazer trocar ideias contigo, Lima. A Espanha está sempre entre as favoritas a ser a primeira das favoritas a ser eliminada. Mas, desta vez, numa Copa sem favoritos destacados, num continente “neutro”, é a maior favorita. A Copa das Confederações ajuda para saber quem será a maior decepção no ano seguinte. O que é normal: a Copa não diz quem é o melhor time do mundo por 4 anos. Mas quem foi o melhor daquele mês.

2) Fut Pop Clube – Quando chegarmos perto do 11 de junho de 2010, estará de novo nas ruas, no ar, a pátria de chuteiras, a corrente pra frente, aquele clima de Copa?Está na hora de pegar menos no pé do Dunga?

Mauro Beting –  Está. Ele não é o Felipão, não é o Luxemburgo. Mas também não é mais um qualquer. São três anos melhores que a encomenda até agora. Quanto ao espírito de Copa, também pela Seleção que não ajuda, não será o clima que foi em 2006. Uma pena. Então, que a Seleção surpreenda. Se é que existe “surpresa” em uma boa participação brasileira em Mundial.

3) Fut Pop Clube – Você vai a estádios. Parte das torcidas que fazem aquele espetáculo bonito dentro dos estádios, apoiando os times, é parte das facções que brigam, vandalizam, ferem e matam nas ruas? Acha que a proposta de torcida única em jogo de alto risco é solução?

Mauro Beting – Torcida única institucionaliza a intolerância. Nem em tempos de guerra – como agora – pode e deve ser adotada. É atestado da incompetência da (falta) de autoridade. A esmagadora maioria das torcidas organizadas é gente boa. Mas a gente ruim está ligada 171% a ela. Uma lástima que as uniformizadas acabaram desuniformizando os estádios e as cidades. Pior ainda quando torcem mais por elas mesmas que pelos clubes. Ainda pior quando se tornam profissionais, como as grandes que vivem dos clubes, e vivem ganhando dinheiro com tudo.

4) Fut Pop Clube – Brasileirão que não para com jogo da seleção…Partidas decisivas de Copa do Brasil e Libertadores na mesma data… o calendário do futebol brasileiro precisa mudar?

Mauro Beting –  Muda para muito melhor se for adaptado ao europeu, evitando a sangria dos clubes durante o Brasileirao. Os treinadores são obrigados a trocar motores com o avião em andamento – e  trocam turbinas por hélices. Além disso, 23 datas para os estaduais é demais para tão pouco futebol. É muito jogo para pouca bola.

SÃO Marcos! FOTO: Fabio Menotti
SÃO Marcos! FOTO: Fabio Menotti
5) Fut Pop Clube Entre os  10 mais do Palmeiras e do seu livro, estão dois goleiros. Dois pegadores de pênaltis. Oberdan Cattani e Marcos. Até o dia que o seu livro fechou, SÃO Marcos catou 31 pênaltis, Já são 34, impressionante. É igual a imensa importância dos dois para a história do Palestra / Palmeiras?

Mauro Beting – É demais. O Palmeiras, desde Oberdan, ou mesmo desde Jurandyr, é uma academia de goleiros. Raros os anos em que não esteve bem protegido. Difícil explicar o porquê.

* A e-entrevista com Mauro Beting segue nos 2 posts abaixo.