100 anos do Derby paulista em livro e encontro de colecionadores de camisas.

100 anos do Derby paulista em livro e encontro de colecionadores de camisas.

Seis de maio de 1917. O primeiro “derby”. Primeiro Corinthians x Palmeiras – na época, Palestra Itália. E o Palestra venceu o primeiro clássico, 3 a 0, três gols de Caetano. Exatos cem anos depois, o centenário do dérbi é comemorado com uma espécie de “rodada dupla” no Museu do Futebol, localizado no estádio do Pacaembu. Neste sábado, Palmeiras e Corinthians homenageados no encontro de colecionadores de camisas, das 10 às 17h, no foyer do museu. E às 15, no auditório do museu, os jornalistas Celso Unzelte e PVC lançam o livro DERBY Corinthians x Palmeiras: 100 anos de Rivalidade” (editora In Book, 144 páginas). Ademir da Guia, Basílio, Evair e Zé Elias devem participar de um bate-papo. O preço do livro na tarde de lançamento será de 89 reais.

Continuar lendo “100 anos do Derby paulista em livro e encontro de colecionadores de camisas.”

Copa de Filmes: Sérgio Duarte, do Rock Flu.

Mais uma lista de filmes sobre futebol, nesta copa virtual de cinema: agora, dicas de Sérgio Duarte, do programa Rock Flu (que nestes 30 dias de Mundial 2010 botou no ar, na internet, duas edições especiais). Vai mais Serginho!
Documentário nacional: Pelé Eterno.

Ficção nacional: O Casamento de Romeu e Julieta [direção de Bruno Barreto. Comédia romântica sobre o relacionamento do corintiano Romeu com a palmeirense Julieta (Julinho + Echevarrieta, dois grandes nomes que passaram pelo Palestra, sacou?). A donzela tem um pai que fica uma fera ao descobrir o que o Romeu fez para conquistar a simpatia do candidato a sogrão, em plena viagem de volta do Mundial de Clubes de 1999 em Tóquio. Mario Prata – que escreveu Palmeiras um Caso de Amor para a coleção Camisa 13, da DBA – participou do roteiro. Rara oportunidade para ver os tricolores Luiz Gustavo e Luana Piovani com a camisa do Palmeiras, não é, Serginho? ]

Ficção estrangeira: O Milagre de Berna [de Sönke Wortmann. Drama ambientado no pós-guerra, que se desenvolve numa família alemã e na Copa do Mundo da Suíça, 1954. Cenas de jogos muito bem encenadas. A final daquele Mundial, em que a Alemanha de Rahn e Fritz Walter derrotou a Hungria de Puskas, empresta o rótulo – O Milagre de Berna – à película. Com certeza, é um dos melhores filmes em que o futebol tem papel importante].
Curta-metragem nacional/ficção: Ernesto no País do Futebol, de André Queiróz, Thaís Bologna [um menino argentino e seus coleguinhas… brasileiros! Dá para ver o filme no Porta Curtas].
Curta-metragem nacional/documentário: Geral, de Anna Azevedo [o show dos geraldinhos no Maraca].

Valeu Serginho!

Derby do bem

Domingo de derby no estádio Paulo Machado de Carvalho, o quase setentão Pacaembu.

Corinthians x Palmeiras. Mas antes quero falar de Corinthians E Palmeiras. Às vésperas do clássico pelo Paulistão 2010, as diretorias dos dois grandes se reuniram e lançaram um leilão,  para ajudar as vítimas da enchente que arrasou a cidade de São Luiz do Paraitinga, no interior de São Paulo. E olha só que maneiro. Vão ser leiloadas: uma camisa do Corinthians autografada por Rivellino e Ademir da Guia; e outra por Ronaldo Fenômeno e São Marcos. Uma do Palmeiras assinada pelo Divino e por Riva; e outra por Marcos e pelo Fenômeno. E ainda uma bola autografada pelas quatro feras!

Quem dá mais? O leilão vai até segunda-feira, ao meio dia, em sites criados pelo alviverde ou pelo alvinegro.

É bem legal que os cartolas se entendam. Meio caminho para reduzir a violência ligada ao futebol. Parabéns. Que não fique por aí.

A imagem que ilustra o post é uma dica de livro para quem se interessa pelas estatísticas do derby. Corinthians x Palmeiras – Uma História de Rivalidade, mais um trabalho de Antonio Carlos Napoleão, pela editora Mauad.

Que a rivalidade fique apenas dentro do campo, nesse derby e outros grandes clássicos deste fim de semana e no restante dos estaduais. Amém.

Hoje é dia de clássico!

Não tem jogo de Corinthians, Palmeiras, Santos ou São Paulo neste sábado, mas tem clássico. Derby.  Choque-rei. Majestoso. San-São etc.  Os confrontos entre os quatro maiores times de São Paulo são tema do evento “Os Grandes Clássicos Paulistas”,  no estádio… ops, no Sesc-Pompeia, a partir de 15h.  O pessoal do MemoFut vai apresentar curiosidades, estatísticas, informações sobre jogões, as finais e os craques que participaram e fizeram a história de cada clássico paulista. A entrada é grátis. Programa interessante para os loucos e louquinhos por futebol de todas as idades! Eu quero ir! Continuar lendo “Hoje é dia de clássico!”

Três vezes Obina

Manuel de Brito Filho roubou o show do primeiro confronto entre Ronaldo e SÃO Marcos, no derby disputado em Presidente Prudente – machucado na mão, o Fenômeno deixou o gramado com cerca de 20 minutos de bola rolando. Com muita vontade, ora pela esquerda, ora pela direita, ora no meio da área, o baiano Obina marcou de pexinho… de pênalti… em tabela com Diego Souza… ainda teve um gol anulado e bateu o pênalti duas vezes. Graças a Obina, nº 28, vai ter muita camisa do Palmeiras nas ruas nesta segunda-feira.  Com a derrota do Galo para o Goiás em pleno Mineirão, apenas um gol de saldo separa o alviverde da liderança (atleticanos e palmeirenses têm 28 pontos). Que estranho ver o Muricy comemorando gol do Palmeiras… Que sorte tem o Muricy. Pegar o time agora, lá em cima…  O Vitória fez o dever de casa e volta para o G4, em terceiro lugar, 24 pontos. O Inter está em 4º, com 24 pontos. Na Vila Belmiro, o Flamengo virou pra cima do Peixe e chegou aos 20 pontos, 9º lugar.

Washington fez um e arrumou uma expulsão. FOTO Divulgação VIPCOMM
Washington fez um e arrumou uma expulsão. FOTO Divulgação VIPCOMM
Em Barueri, o São Paulo venceu 1 fora de casa! Algo que não acontecia desde o Paulistão. Não sem uma dose de sufoco, especialmente depois que Washington foi expulso. Final: Grêmio Barueri 1×2 São Paulo – tricolor com 18 pontos, em 11º. No Maraca, Flu e Cruzeiro empataram em 1 gol. Menos mal pro Cruzeiro, com um jogo a menos. O Flu é o vice-lanterna, só na frente do Náutico, que arrancou um empate na Ilha do arquirrival Sport, no centenário clássico pernambucano: 3×3, em jogo cheio de alternâncias. A 14ª rodada começou no sábado, com a vitória do Bota sobre o Inter (3×2). O Avaí de Silas ganhou a 4ª seguida, e em Curitiba, contra o Furacão (3×1)- e supreende com 19 pontos, em 10º lugar. Grêmio virou pra cima do Santo André (3 a 2) e está chegando… Tem 21 pontos, ocupa o 8 º posto.

Na Série B, o Guarani empatou e segue na frente. A Lusa venceu e retorna ao 2º lugar. O Atlético-GO faturou em Brasília e segue firme rumo à Série A. O Figueirense venceu a Ponte em Campinas e pinta no G4.  O Vasco perdeu de virada do Bahia fora de casa e saiu do TOP 4.