Rayo Vallecano 2014-15

O post sobre o Rayo Vallecano de Madrid no blog Efeito Fúria, da jornalista brasileira Tatiana Mantovani, destaca o orçamento do clube de Vallecas para a temporada: apenas 7 milhões de euros, contra as centenas de milhões do Barça e dos vizinhos Real, campeão europeu pela décima vez, e Atlético de Madrid, campeão e supercampeão espanhol.

Em 2014, o Rayo comemorou 90 anos (veja os uniformes comemorativos)- foi fundado em 29 de maio de 1924. É um time de bairro, alternativo, simpático, que (à maneira do Juventus da Mooca no Paulistão de até alguns anos atrás), de vez em quando apronta uma travessura e arranca pontos preciosos dos três grandes, como aconteceu com o Atlético multicampeão de Diego Simeone no começo da temporada 14-15.

    • >IN>: Léo Baptistão, atacante brasileiro que já goleou pelo Rayo, volta a Vallecas emprestado pelo Atlético de Madrid, é um dos principais reforços de um ‘time de operários’. Emiliano Insúa (lateral-esquerdo, também emprestado pelo Atleti).
    • <OUT<: o argentino Joaquín Larrivey (Celta) foi uma das perdas.
    • Técnico: o ‘figuraça’ Paco Jémez, no Rayo desde 2012.
    • Estádio: Campo de Fútbol de Vallecas. Estação do Metrô de Madri: Portazgo (linha 1). Capacidade: 14.708. Para a temporada 14-15, já são mais de 10 mil rayistas ‘abonados’. Torcedores de carteirinha, com direito a entrar em todos os jogos.

      http://www.rayovallecano.es/
      O Campo de Fútibol de Vallecas : a casa do Rayo | http://www.rayovallecano.es/

A atmosfera de um jogo no Campo de Vallecas e o cotidiano de um clube alternativo, de bairro, realmente do povo como o Rayo foram bem retratados neste maneiríssimo curta da série Sausages and Caviar, ao som da banda Parálisis Permanente.

http://www.rayovallecano.es/
http://www.rayovallecano.es/
  • Uniformes: são feitos pela italiana Erreà e para esta temporada ganharam a marca do novo patrocinador, Qbao.

A #equipación 1 lembra a do River Plate e a da seleção peruana. Branca, com a “banda” (faixa) diagonal vermelha. A camiseta nº 2 do Rayo este ano deixa de ser preta com a faixa diagonal vermelha e volta a ser um “negativo” da 1: camisa vermelha com a ‘banda’ branca. O 3º uniforme lembra a camiseta reserva da seleção espanhola na campanha do bi da Euro (2012).

Segunda camiseta do Rayo no começo dos anos 2000
Segunda camiseta do Rayo no começo dos anos 2000
  1. Saiba tudo sobre o futebol espanhol no blog da Tatiana Mantovani, o Efeito Fúria.
  2. Conheça a história do Campo de Fútbol de Vallecas e do próprio Rayo -como os anos sob o comando de Teresa Rivero -no excelente site Estadios de Fútbol en España

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s