Rayo Vallecano 2014-15

O post sobre o Rayo Vallecano de Madrid no blog Efeito Fúria, da jornalista brasileira Tatiana Mantovani, destaca o orçamento do clube de Vallecas para a temporada: apenas 7 milhões de euros, contra as centenas de milhões do Barça e dos vizinhos Real, campeão europeu pela décima vez, e Atlético de Madrid, campeão e supercampeão espanhol.

Em 2014, o Rayo comemorou 90 anos (veja os uniformes comemorativos)- foi fundado em 29 de maio de 1924. É um time de bairro, alternativo, simpático, que (à maneira do Juventus da Mooca no Paulistão de até alguns anos atrás), de vez em quando apronta uma travessura e arranca pontos preciosos dos três grandes, como aconteceu com o Atlético multicampeão de Diego Simeone no começo da temporada 14-15.

  • >IN>: Léo Baptistão, atacante brasileiro que já goleou pelo Rayo, volta a Vallecas emprestado pelo Atlético de Madrid, é um dos principais reforços de um ‘time de operários’. Emiliano Insúa (lateral-esquerdo, também emprestado pelo Atleti).
  • <OUT<: o argentino Joaquín Larrivey (Celta) foi uma das perdas.
  • Técnico: o ‘figuraça’ Paco Jémez, no Rayo desde 2012.
  • Estádio: Campo de Fútbol de Vallecas. Estação do Metrô de Madri: Portazgo (linha 1). Capacidade: 14.708. Para a temporada 14-15, já são mais de 10 mil rayistas ‘abonados’. Torcedores de carteirinha, com direito a entrar em todos os jogos.

    http://www.rayovallecano.es/
    O Campo de Fútibol de Vallecas : a casa do Rayo | http://www.rayovallecano.es/

A atmosfera de um jogo no Campo de Vallecas e o cotidiano de um clube alternativo, de bairro, realmente do povo como o Rayo foram bem retratados neste maneiríssimo curta da série Sausages and Caviar, ao som da banda Parálisis Permanente.

http://www.rayovallecano.es/
http://www.rayovallecano.es/
  • Uniformes: são feitos pela italiana Erreà e para esta temporada ganharam a marca do novo patrocinador, Qbao.

Continuar lendo “Rayo Vallecano 2014-15”

Uma decisão de cinema.

Este slideshow necessita de JavaScript.


O Neymar deve ter, nas últimas duas quarta-feiras deste mês, sua primeira decisão no futebol espanhol (não considerando o troféu Joan Gamper). Barcelona – campeão da liga nacional – e Atlético de Madrid – campeão da Copa do Rei – abrem a temporada disputando a Supercopa de España. São duas partidas, a primeira em Madrid (21 de agosto, no Vicente Calderón) e a segunda em Barcelona.  E essa segunda partida, em 28 de agosto, será transmitida do Camp Nou ao vivo para uma rede de 33 cinemas no Brasil (18h de Brasília). O Barça de Messi, Neymar, Xavi, Iniesta e companhia enfrenta o Atlético de Madrid do ex-blaugrana David Villa e dos brasileiros Filipe Luís, Miranda e Baptistão (que se destacou no Rayo Vallecano). Mais detalhes dentro do post.
Continuar lendo “Uma decisão de cinema.”