Jogue o game, veja o animê, leia o mangá.

Capa do nº 1 do mangá "Inazuma Eleven Go", de Tenya Yabuno, edição em castelhano da Planeta DeAgostini.
Capa do nº 1 do mangá “Inazuma Eleven Go”, de Tenya Yabuno, edição em castelhano da Planeta DeAgostini.

Por falar em quadrinhos, nas minhas andanças pela Península Ibérica me deparei não com um gibi do Eric Castel, mas com o mangá “Inazuma Eleven Go!”. O personagem principal, o meio-campista Arion Sherwind, tenta animar o time do colégio Raimon, a voltar aos tempos vitoriosos do time conhecido como Inazuma Eleven. Capa do nº 1 do mangá "Inazuma Eleven Go", de Tenya Yabuno, edição em castelhano da Planeta DeAgostini. Só que ele encontra um time que morre de medo das chantagens feitas por um adversário, que consegue vencer as partidas com ameaças de violência. Durante as jogadas, os principais jogadores incorporam poderes e se transformam. Nosso herói Sherwind, por exemplo, personfica Pégasus, o corcel alado. Bem entretenimento japonês, mesmo. Com o traço nota 10 dos mangás e do japanimation. Gol de Tenya Yabuno, o autor. A série “Inazuma Eleven” começou como game, virou animê (desenho animado – já exibido por aqui) e mangá. Provavelmente o mangá já foi editado no Brasil, a turma dos Quadrinhólatras pode me ajudar. Enquanto isso, deixoaqui o link para a editora espanhola.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.