Santos x Peñarol, 49 anos depois

santos id_13224_escudoO Santos será tri? O Peñarol será hexa? A grande final da Libertadores 2011, que começa no Centenário dia 15, mereceria Morumbi – até Maracanã, se não estivesse em reforma – mas provavelmente será no simpático Pacaembu, no dia 22, Vai ser uma p… decisão.Como foram senhoras semifinais as partidas entre Cerro x Santos, Vélez x Peñarol. Os carboneros saíram na frente, poderiam ter ampliado, tomaram a virada, poderiam ter tomado o terceiro gol, que seria fatal. Mas “Graaande, Tanque” deve estar pensando o torcedor do Peñarol, agradecendo ao Santiago Silva pelo pênalti batido como tiro de meta.

Algumas curiosidades sobre a grande final: Continuar lendo “Santos x Peñarol, 49 anos depois”

Campeões do CINEFoot 2011

“Apita o árbitro. Abrem-se as cortinas e começa o espetáculo, torcida brasileira. Agueeenta coração”. Assim o saudoso locutor Fiori Gigliotti poderia narrar a abertura da “seleção paulista” do CineFoot, festival de cinema de futebol.

Nesta quinta, 2 de junho, a partir de 19h30, no Museu do Futebol, Pacaembu dois filmes sobre histórias de estádios: “Vivaldão, o Colosso do Norte”, sobre o Vivaldo Lima derrubado para a construção da arena da Copa, em Manaus, e uma pré-estreia de  “Primeiro Tempo”, etapa inicial do projeto Palestra Itália.doc (leia post anterior, com trailer).

Nesta sexta, 3/6, na mesma bat-hora, no mesmo bat-museu, o curta “Vila da Torres” e o longa “Soberano – Seis Vezes Campeão” (veja post anterior sobre a pré-estreia, em 2010). Programação completa aqui.

No “crepúsculo de jogo” na parte carioca do festival (no Rio, tem competição), foram anunciados os filmes vencedores. Na categoria longa-metragem, a Taça CineFoot foi para “Copa Vidigal”. Confira o trailer:


O curta-metragem que levou a Taça CineFoot para a Espanha foi “Porque Há Coisas que Nunca São Esquecidas (Porque Hay Cosas que Nunca se Olvidan)”, de Lucas Figueroa. Continuar lendo “Campeões do CINEFoot 2011”