Buddy

buddy1Ele é “o cara” no eletrizante blues urbano Chicago style. Bela notícia hoje nos jornais: o guitar hero e vocalista (e que vocalista!) Buddy Guy vai tocar de novo no Brasil, ao lado da cantora de jazz Dianne Reeves, no show Open Jazz da Telefônica. O bluesman esteve no Brasil no primeiro semestre, mas agora o show vai ser num parque. E o melhor, de graça. 29 de novembro, às 16h, no parque ao lado do Museu do Ipiranga, em SP.  O local, onde os Mutantes já se apresentaram, comporta 25 mil pessoas. Quer saber mais sobre Buddy e o show?  Continuar lendo “Buddy”

FNM, Maracanã, 20 de janeiro de 1991

fnm.comNão, a tarde/noite do verão carioca de 1991 do título não foi a data de algum clássico inesquecível do futebol. Mas sim uma das melhores noites do Rock in Rio II, o único dos 3 festivais da Artplan no Brasil disputado, digo, realizado no Maracanã. O Hanói Hanói  abriu, com dia claro. Em seguida, os Titãs arrebentaram. A primeira banda importada da noite foi a americana Faith No More. Enquanto Bush-pai bombardeava o Iraque, na primeira guerra contra esse país, o FNM bombardeou o Maraca com quase todos os petardos do discão cuja capa ilustra este post.  “The Real Thing” já era o terceiro LP / CD do FNM, mas o primeiro com Mike Patton e o primeiro a dar as caras no Brasil. Eu já conhecia o disco todo, já tinha escrito no meu fanzine “Headline” que era praticamente um greatest hits, de tanta música boa atrás da outra, já devia ter visto algo do FNM ao vivo na TV. Mas olha… Mike Patton, Jim Martin, Billy Gould, Mike Bordin e Roddy Bottum superaram qualquer expectativa. O FNM matou a pau! Com “From Out of Nowhere”, “Epic”, “Falling to Pieces”, o protótipo do funk-o-metal “We Care a Lot”, “The Crab Song, “The Real Thing”, a cover de “War Pigs”… Peso (muito), baixo funky e muita loucura, no palco e na plateia. O grupo ainda fez bons discos de estúdio, mas que eu saiba o show do Maracanã foi o ponto mais alto da história do quinteto, que meses depois voltou para uma turnê nacional.

Ah, sim, o 20/1/91 do Maracanã ainda teve Billy Idol e Guns N´Roses no auge, excelente formação, na turnê dos discos “Use Your Illusion”. Senhor show dos “Guns” também.

Continuar lendo “FNM, Maracanã, 20 de janeiro de 1991”