O poder do blues

bbk_africadvd Certa vez um executivo de gravadora usou o slogan do Faustão para explicar a quantidade de lançamentos “recorded live” de BB King: “quem sabe faz ao vivo”. Realmente, o rei do blues é dono de um grande show, com excelente repertório, muito carisma, energia e balanço. Assistindo ao filme O Poder do Soul (Soul Power), sessões hoje e amanhã à noite na Mostra de SP, lembrei-me do DVD BB King Live in Africa 74, que imagino conter o registro completo do concerto de Blues Boy King no festival Zaire 1974, em Kinshasa.

Continuar lendo “O poder do blues”

México 70 no Bom Retiro

ano-em-que-meus-pais-poster011O projeto Cinema no Museu do Futebol passa nesta sexta-feira, 30/11, o emocionante O Ano em que Meus País Saíram de Férias –  melhor filme pelo júri popular na Mostra de SP e no Festival do Rio, em 2006 . Horário: 18h30. De graça. A distribuição de senhas começa meia hora antes. Para mim, é uma das duas melhores ficções nacionais que abordam futebol, ao lado do primeiro Boleiros, do Ugo Giorgetti. Continuar lendo “México 70 no Bom Retiro”

Noite de Obina

Três vezes Obina. Um de David Sacconi. O Palmeiras goleou o Goiás na noite de garoa em São Paulo, fez as pazes com a vitória e reassumiu a ponta do Brasileirão de muitas e muitas finais, que ficou com o tricolor por menos de 24 horas. Após a 32ª rodada, o Palmeiras lidera com 57 pontos. O São Paulo tem 55. O Atlético-MG, que perdeu do Fluminense no Maracanã por 2 a 1, tem 53.  O Internacional seguiu com 52. Disparado o melhor do returno, o Cruzeiro vem em quinto com 51. Mesma pontuação do Flamengo, o sexto. Em sétimo, Grêmio, com 47 (a 10 do líder e a 5 da zona de classificação à Libertadores). Goiás é o 8º, também com 47. Continuar lendo “Noite de Obina”

“Rock é Rock Mesmo”

allmovie.comEra o título brasileiro do filme-concerto do Led Zeppelin feito para os cinemas, “The Song Remains the Same”, registro de concertos no Madison Square Garden.  No documentário “A Todo Volume”, em cartaz na Mostra de Cinema de SP, Jimmy Page conta que sua guitarra de dois braços foi feita por causa da épica balada “Stairway to Heaven”. Continuar lendo ““Rock é Rock Mesmo””

A noite de Bosco

Os zagueiros tricolores têm mesmo que agradecer ao goleiro. FOTO Gaspar Nóbrega VIPCOMM
FOTO Gaspar Nóbrega VIPCOMM

Jason parecia abatido na primeira metade do campeonato. Chegou a flertar com a zona de rebaixamento. No meio do turno, ganhou a primeira fora de casa, contra o Barueri. Na boa partida contra o Grêmio, o Morumbi começou a ouviu o grito de “O campeão voltou”. Depois de uma sequência de bons jogos, Jason cochilou. Até a heroica virada contra o Náutico, nos Aflitos, com 2 jogadores a menos. Mais um período de sonolência, poucos pontos ganhos, a primeira derrota em casa e logo para um concorrente direto, o Galo. No San-São de 7 gols do último domingo, Jason mostrou força, de novo fora de seus domínios. Nesta superquarta, em seu quintal, Jason foi seriamente ameaçado por um gigante colorado. Que dominou boa parte do duelo com cara de “final”. Mas Jason fez a lição de casa e faturou três pontos mais. Graças a um golzinho chorado de Washington, “coração valente”, nos acréscimos da primeira etapa. Um centroavante que muitas vezes é o mais xingado em campo e de repente mete o pé ou a cabeça na bola e decide a peleja. Neste campeonato doido de tão equilibrado, é difícil saber se o Morumbi vai continuar gritando “o campeão voltou”. Até quando Jason surpreenderá? Uma coisa é certa: se o São Paulo for o campeão brasileiro -de novo- em 2009, o capitão Rogério Ceni (o goleiro-artilheiro, 84 tentos na carreira) teria que dividir a glória de mais um troféu com seu leal reserva. João Bosco de Freitas Chaves, pernambucano de Escada, desde 2005 no tricolor, salvou o São Paulo de uma derrota contra o Internacional do talentoso argentino D´Alessandro. Continuar lendo “A noite de Bosco”

O melhor campeonato

Começam as “finais” do Brasileirão 2009!? Não, eu acho que, no campeonato de pontos corridos, todos os jogos são “decisões”. Na 13ª rodada, por exemplo, Inter e São Paulo jogaram no Beira-Rio. O Inter saiu na frente com 2 gols de Alecsandro (lembram-se?). Washington perdeu um pênalti ainda no primeiro tempo, mas o São Paulo buscou o empate. O clássico desta noite é como se fosse a volta desse “mata-mata” particular entre tricolores e colorados. Acredito que quem perder pode ficar muito longe do título tão sonhado.

Foto: Gaspar Nóbrega VIPCOMM
FOTO Gaspar Nóbrega VIPCOMM
TREINO DO INTERNACIONAL
FOTO: Lucas Uebel VIPCOMM

Título tão sonhado também por toda a torcida do Flamengo, quinto colocado, que vem numa arrancada imperial neste segundo turno e hoje enfrenta o Barueri, na Grande São Paulo, na sua “final”. Para o Cruzeiro, a 3 pontos do Fla e 6 do líder, o duelo contra o Santo André também é decisivo. Como é uma final para o Palmeiras o jogo de amanhã contra o Goiás, no Palestra. A decisão para o Galo – mais uma!- é contra o Fluminense e seu desespero na luta contra o rebaixamento, no Maracanã. Continuar lendo “O melhor campeonato”

Juan Pablo Sorín

sorín 1Títulos, bom futebol, raça, carisma e identificação com a camisa de um time. O ala argentino Sorín alcançou tudo isso em suas passagens pelo Cruzeiro. Por isso, a Raposa dá exemplo e vai fazer uma bela festa para a despedida do ídolo dos gramados. Quarta-feira que vem, 4 de novembro, o Mineirão recebe um amistoso entre Cruzeiro e Argentinos Juniors (primeiro clube/time de coração de Juampi), mais show do Skank e pelada entre artistas e celebridades. Continuar lendo “Juan Pablo Sorín”