Enquete: qual é o melhor trio, o B-B-C de Madri ou o M-S-N de Barcelona?

Que trio você prefere? O trio BBC do Real Madrid, com o galês Bale, o francês Benzema e o português Cristiano (Ronaldo)? Ou o MSN, o tridente do Barça formado pelo argentino Messi, pelo uruguaio Suárez e pelo brasileiro Neymar? Vote na enquete abaixo e/ou deixe sua mensagem no espaço de comentários deste post, à vontade. A casa é sua!

Messi 10

Ficha de Messi na federação catalã, em 2001, 3 anos antes da estreia na Liga: http://www.fcbarcelona.es/
Ficha de Messi na federação catalã, em 2001, 3 anos antes da estreia na Liga: http://www.fcbarcelona.es/

Estádio Olímpico Lluís Companys, Montjuic, 16 de outubro de 2004. Espanyol 0x1 Barcelona. Aos 35 minutos do segundo tempo, um camisa 30 cabeludinho, cara de menino, entra no lugar do mago Deco. Começava uma era, a do jovem argentino que conquistou a Catalunha, a Europa, o planeta bola e até os fãs brasileiros. Só falta uma Copa.

Se não foi num clássico contra o Real Madrid, a estreia de Messi na liga espanhola foi num dérbi catalão, contra o rival regional do Barça, o RCD Espanyol, no estádio das Olimṕíadas de 1992 – que o Espanyol usou entre a demolição do seu sagrado Sarrià e a inauguração do novo estádio, entre Cornellà e El Prat de Llobregat.

O site do Barça preparou uma linha do tempo interativa, vale a pena conferir:  http://www.fcbarcelona.es/timeline-interactivo-10-anos-del-debut-de-leo-messi

Que venha mais uma década Messi!

Continuar lendo “Messi 10”

A década Messi

image

Estádio do Dragão no Porto, 16 de novembro de 2003. Um adolescente muito bom de bola estreava no time de cima do Barça, num amistoso contra o Futebol Clube do Porto. Dez anos e 327 gols depois, Lionel virou Super Messi. Três vezes campeão da Champions, seis vezes campeão espanhol, duas vezes campeão mundial de clubes, duas vezes supercampeão europeu, duas vezes da Copa do Rei e seis da Supercopa da Espanha. São 21 títulos pelo Barça. Bola de Ouro: quatro!
Quem gosta de bom futebol, independentemente de bandeiras nacionais, deve torcer para que Messi chegue à Copa em boa forma.
Continuar lendo “A década Messi”

E a Bola de Ouro vai para … Messi!!!!

Pela quarta vez, o argentino do Barcelona leva a bola dourada para casa.
Logo depois da cerimônia do Fifa World Player of the Year, a Adidas – patrocinadora de Messi e da seleção argentina – divulgou este vídeo, bolado pelo ilustrador Richard Swarbrick – que prepara a exposição Fantasista.


Fonte: Adidas Football TV – canal da Adidas no You Tube
Continuar lendo “E a Bola de Ouro vai para … Messi!!!!”

O dono do “balón”

image Tive a oportunidade de ver (pela TV) o finalzinho da carreira de Pelé, no galático NY Cosmos. Como todos de minha geração, vi muita coisa de Maradona pela seleção argentina e, especialmente, pelo Nápoli, em jogos que passavam nas manhãs de domingo (embora em dado momento o Milan tenha armado um time tão legal com o trio de holandeses que a minha simpatia mudou do Sul para o Norte da Itália). Também vi a geração de Zico, Sócrates, Platini, os timaços de Telê Santana, Romário, os Ronaldos, Rivaldo Maravilha, o nosso carrasco Zidane… Vi um goleiro superar a marca de 100 gols! É um prazer ter a chance de acompanhar também o auge de um jovem gênio da bola. Lionel Messi.   Continuar lendo “O dono do “balón””

Ballon d´Or | Bola de Ouro 2011

Casillas, Daniel Alves, Piqué, Vidić e Sergio Ramos; Xabi Alonso, Xavi e Andrés Iniesta; Cristiano Ronaldo, Wayne Rooney e Lionel Messi. Melhor técnico: Pep Guardiola. Timaço essa seleção mundial, o melhor 11 de 2011 para o colégio eleitoral da Bola de Ouro / Ballon d´Or da Fifa / France Football. Só um brasileiro… Dani Alves, um dos 5 barcelonistas do escrete, fora o “mister” – Guardiola, colecionador de copas. O Real Madrid “emprestou” quatro de seus galáticos. E o Manchester United, dois: o zagueiro sérvio Vidić e Wayne Rooney.

  1. Ballon d´Or de melhor jogador, que surpresa, Messi! Mas foi a terceira Bola dourada seguida, digamos, um hat-trick. Valeu flâmula do craque argentino do Barça aqui no Fut Pop Clube!
  2. Bola de Prata: Cristiano Ronaldo
  3. Bola de Bronze: Xavi

Mas o futebol brasileiro – e o torcedor do Santos, em particular – tem do que se orgulhar.
Joia da Vila Belmiro, Neymar, muito jovem ainda, ganhou o prêmio de gol mais bonito do ano (confira a crônica do jornalista Walace Lara, testemunha ocular da história – do gol que fez história – especial para o blog. Belo depoimento, vale ler).
É o Prêmio Puskas. Leva o nome do húngaro que foi um dos maiores craques da história, um senhor goleador! Olha a responsa, hein, “moleque“? Prêmio Puskas!!!
Os outros prêmios: Continuar lendo “Ballon d´Or | Bola de Ouro 2011”

Barça x Inter: quem vai a Madri?

Foi mais um espetáculo de Messi, SuperMessi, “Díos del Fútbol”, de outro mundo, como vibrou a imprensa esportiva da Espanha (Barcelona e Madri!) em outra oportunidade, quando o melhor do mundo marcou “apenas” três gols. Contra o bom time do Arsenal, o argentino marcou quatro, fora o show.  2×2 semana passada, mais 4×1 hoje. Placar agregado: 6×3. O Barcelona segue no caminho de Madri. Destino: estação Santiago Bernabéu, 22 de maio.

No meio do caminho, há uma barreira chamada Internazionale, de José Mourinho, Júlio César, Lúcio, Cambiasso, Sneijder… Eto´o…  A Inter despachou o CSKA (2×0 no placar agregado) e volta a uma semifinal da Liga depois de 7 anos.

Vários desafios: o cracaço argentino contra a parede brasileira, Barça x Inter, campeões espanhóis contra italianos, Guardiola x Mourinho, Ibra x Eto´o… e como se não bastasse, podemos ter ainda um confronto entre irmãos: os argentinos Gabriel e Diego Milito. Gabi, defensor azulgrana. Diego, atacante nerazzurri.