Rock and roll e Fluminense. Com Bom Senso.

ROCK_FLU_final Está no ar o programa Rock Flu 97. Gustavo Valadares e Sérgio Duarte batem papo sobre futebol (especialmente, as questões do Fluminense) e rock com outro roqueiro tricolor, Maurício Lima.
No programa, eles falam do movimento dos jogadores Por Um Futebol Melhor Pra Todos (Bom Senso FC), o sucesso do estande pioneiro do Fluminense na Bienal do Livro e o último Rock in Rio. O Gustavo conta que levou duas horas para entrar na Cidade do Rock no domingo do metal!
No playlist da nova edição, a dupla Rock Flu rola som dos brasileiros Viper, Matanza, Sarcófago e Possessonica, e muito mais: o inesquecível Ronnie James Dio e a sua grande “Holy Diver”, Black Sabbath (“Zero the Hero“, da época do “Purple” Sabbath), Ramones e um especial do Iron Maiden. Nunca é demais ouvir “Wasted Years”. A gente está acostumado com o clip, mas só ouvindo, dá até para “ver” o Adrian Smith lançando mão da alavanca da guitarra no final do solo! Ah, tem a cover que a donzela de ferro  fez da pérola do hard rock dos anos 70 “Doctor Doctor” também foi lembrada. Certamente, porque Serginho e Gustavo ouviram a versão original, da banda UFO, antes do show do Maiden no Rock in Rio.

\m/

“Dico, o Artilheiro”. Um gibi que entrou para a história.

Publicado em abril de 2013

Dico, Poli e Jeff as estrelas do Estrela - o time do artilheiro dos gibis
Dico, Poli e Jeff as estrelas do Estrela – o time do artilheiro dos gibis
Capa da edição brasileira de “Dico, o artilheiro” nº 1, da extinta RGE
Capa da edição brasileira de “Dico, o artilheiro” nº 1, da extinta RGE

“Dico, o Artilheiro” foi um gibi que chegou às bancas brasileiras em 1975, através da extinta RGE – Rio Gráfica e Editora (hoje Editora Globo)., Fez grande sucesso com o público juvenil. Suas origens remontam, no entanto, a 1971, quando a King Features Syndicate (poderosa distribuidora de tiras de quadrinhos para jornais, do mundo inteiro) encomendou ao renomado quadrinista argentino José Luis Salinas uma série que tivesse o nobre esporte bretão como tema, na tentativa de fisgar o público norte-americano para o “soccer”, aproveitando todo o então forte impacto midiático da Copa de 70, realizada no México. O veterano Salinas (um dos principais nomes dos quadrinhos argentinos de todos os tempos) mostrou realmente que foi a escolha acertada para desenvolver “Dick the Gunner”, o nome original da série. Gunner

Todas as imagens são da coleção de Gustavo Valladares
Todas as imagens são da coleção de Gustavo Valladares

O artista começou sua carreira como ilustrador ainda na década de 30 do século passado, porém, foi em 1949 que ocorreu a grande virada em sua carreira, através de Cisco Kid, personagem que o acompanharia por quase 20 anos. Ganhou todos os prêmios possíveis na Argentina. Também foi homenageado, em 1976, no festival de Lucca (Itália), com o troféu Yellow Kid, conhecido como o ‘Oscar dos quadrinhos’, ou seja, a distinção máxima para quadrinistas do mundo todo.
Cisco Kid, obra máxima de Salinas, saiu no Brasil em alguns jornais, nas páginas da revista Eureka, da extinta Editora Vecchi, e ainda num álbum especial da coleção de quadrinhos da L & PM Editora (capa ao lado). No total, a série foi publicada em 360 jornais, espalhados por dezenas de países.

Cisco Kid, de Salinas, na coleção de Gustavo Valladares
Tira de Cisco Kid, de Salinas, na coleção de Gustavo Valladares

José Luis Salinas tinha experiência de décadas como quadrinista. Seu traço invariavelmente limpo, sereno, expressivo em cada quadrinho, em cada detalhe, combinou perfeitamente com os roteiros elaborados por seu compatriota Alfredo Julio Grassi.

Dico estreou oficialmente nos gramados, digamos assim, em 1973, inicialmente em alguns jornais dos Estados Unidos. Pouco depois, foi traduzido em vários países. Argentina, Portugal, Inglaterra, México e o Brasil foram os países onde o nosso herói obteve maior acolhida entre os leitores.


A revista portuguesa “Mundo de Aventuras” foi a responsável pelo enquadramento da série em novo formato, mais adequado para a publicação de revistas, adaptando as tiras de jornais para novas diagramações de páginas inteiras, com o objetivo de publicar cada história completa da saga de modo separado e organizado.
Portugal
Brindes grátisFoi este material, batizado de “Dick, o Avançado-Centro”, que chegou até nós como “Dico, o artilheiro”. Em revista própria, Dico e seus companheiros Jeff, Poli e toda a equipe do Estrela Futebol Clube apareciam ao lado de reportagens sobre futebol e muitos brindes, como figurinhas e adesivos para times de botão, por exemplo, que faziam a alegria da molecada: os primeiros exemplares da revista, em especial, foram disputados a tapa, nas bancas de jornais, esgotando sua tiragem rapidamente.

Adesivos do Estrela, time do Dico, para o futebol de botão.
Adesivos do Estrela, time do Dico, para o futebol de botão.

“Dico, o Artilheiro” foi o último projeto de quadrinhos desenvolvido por José Luis Salinas – e, quando Salinas deixou a série, o gibi continuou, por breve período, pela pena de outro ótimo ilustrador argentino: Lucho Olivera.

Número 16, com desenhos de Lucho Olivera
Número 16, com desenhos de Lucho Olivera

Continuar lendo ““Dico, o Artilheiro”. Um gibi que entrou para a história.”

Sala de Troféus do Fluminense

Sala de Troféus do Fluminense

DSC00266
A Sala de Troféus do Fluminense, inaugurada em junho de 2012, tem que ser mesmo motivo de orgulho do tricolor de coração. É um belo memorial à rica história do clube, de suas camisas, de seu simpático estádio, seus ídolos e suas conquistas – como os quatro títulos nacionais de ponta. O blog Fut Pop Clube teve a honra de conhecer a Sala de Troféus na véspera da consagração desse quarto título, o do Brasileirão 2012. Êta blog pé quente, hein? O Sérgio Duarte, torcedor tricolor, um dos produtores e apresentadores do programa Rock Flu, foi o cicerone deste Rolê do Fut Pop Clube. Ao Serginho, muito obrigado. Continuar lendo “Sala de Troféus do Fluminense”

Um programa campeão.


Está de volta à web o “Rock Flu”. A edição 91 do programa online comemora o quarto título brasileiro do Fluminense com narrações dos gols da partida que confirmou a “conquistaça” (como manchetou “O Globo”). “Rock Flu” recebe o gerente de futebol do clube, Marcelo Teixeira e rola só som lançado em 2012, como novas do Kiss, Stones, ZZ Top, Soundgarden, Joe Bonamassa, Mark Knopfler, Jack White etc.
Destaque para o som do Planet of the Abts – excelente!

Rock Flu #86 no ar

http://www.RockFlu.com.br

Rival Sons, Public Image Ltd., Patti Smith, Celso Blues Boy, Camisa de Vênus, Titãs, Velvet Underground, Pink Floyd, Peter Gabriel, Van Morrison… e muito Fluminense! É o cardápio da 86ª edição do programa Rock Flu, que entrou no ar neste finzinho de 2011. Os convidados dos amigos Gustavo Valladares e Sérgio Duarte desta vez são Marcello Vieira e Paulo-Roberto Andel, do site Fluminense & Etc. Continuar lendo “Rock Flu #86 no ar”

Na rede

  • No ar, digo, na rede o programa Rock Flu nº 84. Iron Maiden, Nirvana, Skid Row, Hanson, 14 Bis, Stillwater… nomes manjados? Aí que você se engana. Serginho Duarte e Gustavo Valladades fizeram um especial “bandas genéricas”, homônimas desses grupos citados. E mais: Kaleidoscope, Holocausto, Armageddon e Holy Moses. Entrevistado da vez: Gustavo Zebs, do programa Rock Company. Boa sacada! Confira aqui posts anteriores sobre o programa, enquanto ouve Rock Flu nesta janelinha.
  • Acabou a exposição da artista plástica brasileira Lais Sobral em BH, mas está na internet o belo trabalho da série “Bonequinhas de Luxo”, que mistura fotografia, colagem, pintura, desenho, moda, em homenagem a musas do cinema como Greta Garbo, Clara Bow e Joan Crawford. Confira o resultado no site de Lais Sobral. Deu um trabalho danado, mas ficou muito bom! Mais sobre a exposição no post publicado em setembro.

Rock Flu mete o pé na lama no especial sobre o Rock in Rio

1795261_1445866272314702_2125165210_o Publicado originalmente na Coluna de Música do Fut Pop Clube

Está na rede o programa Rock Flu nº 83 sobre o Rock in Rio. Serginho e Gustavo deixam rolar bandas de rock e soul desta edição do festival que começa agora em 23 de setembro e conversam com o publicitário Cid Castro, criador da logomarca do Rock in Rio – lá atrás, pouco antes da primeira edição do festival, em 1985.

Continuar lendo “Rock Flu mete o pé na lama no especial sobre o Rock in Rio”

Hajduk Split

Maneiríssima flâmula do Hajduk Split, da Croácia, que completou 100 anos em fevereiro de 2011. E como parte das comemorações do centenário, o time de Split faz um amistoso neste sábado com ninguém menos do que o Barcelona (atualizando em 24/07: terminou 0x0).
Curioso é que a torcida do Hajduk é chamada de … torcida, assim mesmo, em português.
Colaborou decisivamente para este post: Gustavo Valladares, do programa Rock Flu, especializado em rock, blues e futebol, especialmente Fluminense FC. Valeu, Gus. Continuar lendo “Hajduk Split”

Fluminense, 109 anos de praia

Flâmula do Fluminense Football Club, atual campeão brasileiro, 109 anos neste 21 de julho.

Dicas de alguns sites para aniversariantes tricolores:

Leia também alguns posts anteriores sobre o Fluzão:

Rock Flu dá a volta olímpica

O Rock Flu, que está no portal rádio Torcida Tricolor, fez uma edição com a faixa de campeão brasileiro no peito. Como não poderia deixar de ser, dado o nome, o programa nº 73 comemora o título com muito rock. Iron Maiden, Van Halen, Whitesnake, Motörhead, Grand Funk Railroad, Free, Avenged Sevenfold etc. Detalhe: só músicas lançadas em 1970, 1984 e 2010 – anos em que o Fluminense brilhou no futebol nacional.  Continuar lendo “Rock Flu dá a volta olímpica”