Clássico da Paz

Peço emprestado o apelido do clássico entre Vasco e América do Rio, o Clássico da Paz, para falar das iniciativas do Santos e do São Paulo nas redes sociais, antes do #SanSão do Paulistão 2015, na Vila; do Sport e da agência Ogilvy Brasil, no Clássico dos Clássicos contra o Náutico, pelo campeonato pernambucano; e dos gaúchos para o próximo #GreNal no Beira-Rio.
Praticamente ao mesmo tempo, as contas oficiais do Santos e do São Paulo no Twitter compartilharam uma arte pedindo paz no futebol.

Continuar lendo “Clássico da Paz”

“Torcedômetro” mundial: que clubes têm mais sócios no planeta bola?

27 de janeiro de 2015

benfica DSC05612O Estadão publicou nesta terça-feira um ranking dos times com maior número de sócios-torcedores do planeta bola. E se o clube com maior número de associados no Brasil é colorado, o Internacional, com mais de 129 mil sócios, o ranking mundial é liderado pelo encarnado, o Benfica.  Assombrosos 270 mil #adeptos participam do programa de fidelidade do glorioso clube de Lisboa. Quatro por cento do número total de adeptos encarnados! Portugal tem pouco mais de 10 milhões de habitantes, uma população igual à da Grande São Paulo.

O Inter aparece em sexto no ranking mundial, com seus programas de sócios contribuintes tipo “campeão do mundo”, “nada vai nos separar” e “coloradinho”. Só está atrás do Benfica, Bayern, Arsenal, Real Madrid e Barça. Confira o ranking publicado pelo Estadão.

  1. Benfica: 270 mil sócios
  2. Bayern de Munique: 238 mil
  3. Arsenal: 225 mil
  4. Real Madrid: 206 mil
  5. Barça: 154 mil
  6. Internacional: 129 mil
  7. Porto: 125 mil
  8. Borussia Dortmund: 111 mil
  9. Internazionale: 105 mil
  10. Manchester United: 100 mil
  11. Palmeiras: o programa Avanti já passa de 83 mil sócios
  12. Grêmio: passa de 80 mil

Continuar lendo ““Torcedômetro” mundial: que clubes têm mais sócios no planeta bola?”

Torcedômetro (janeiro/2015)

O Palmeiras já é o segundo time do Brasil com maior número de sócios-torcedores, segundo o #torcedômetro do Movimento por um futebol melhor. Passou um pouco na frente do Grêmio e só está atrás do Inter, que tem impressionantes 129.452 sócios (dados de 25 de janeiro de 2015). Confira o top 10 nessa data, com links para se associar ao time de coração:

  1. Internacional, 129.452
  2. Palmeiras, 81.534
  3. Grêmio, 80.491
  4. Corinthians, 72.332
  5. Cruzeiro, 67.305
  6. Santos, 57.029
  7. Flamengo, 53.690
  8. São Paulo, 43.361
  9. Atlético Mineiro36.996
  10. Bahia, 24.021.

Fiquei impressionado também com o 22º lugar do Juventus da Mooca, que não disputa nenhuma série do Brasileirão: 6.727 sócios. Logo abaixo da Ponte e acima do Brasil de Pelotas, o 23º, com 6.098 fanáticos.
Por falar em rankings, esta semana a consultoria Deloitte divulgou o tradicional relatório Deloitte Football Money League, e o Real Madrid completou 10 anos na liderança dos clube$ que mais faturam no planeta bola. Mas o Manchester United tá crescendo. Confira o top 10 dentro do post.

Continuar lendo “Torcedômetro (janeiro/2015)”

Oito arenas brasileiras concorrem na votação do Stadium of the Year 2014

10842121_759810460767363_6304850053775481397_o
O site StadiumDB.com (Stadium DataBase) abriu na internet a votação do melhor estádio de 2014.

 

Entre os 32 indicados, há 8 brasileiros: seis inaugurados ou reabertos a tempo do Mundial 2014 (Arena Amazônia, Arena Corinthians, Arena da Baixada, Arena das Dunas, Arena Pantanal, Beira Rio) e mais o Allianz Parque e o estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES) – Paul McCartney fez shows nos dois últimos estádios.

O novo San Mamés – cartão postal de Bilbao – e o reformado Vélodrome, de Marselha, também estão na lista.

Já imagino que deve rolar um dérbi nessa votação…  que vai até 17 de fevereiro, Continuar lendo “Oito arenas brasileiras concorrem na votação do Stadium of the Year 2014”

E o troféu Osmar Santos vai pro …

Atualizado

DSC03268 Flâmula do Cruzeiro
Flâmula do vencedor do Troféu Osmar Santos 2014

Rodada 17 do Brasileirão 2014. Faltam duas jornadas para terminar o turno e o atual campeão, o Cruzeiro, pode comemorar o título simbólico do primeiro turno (campeão de inverno?) – e o troféu que o diário Lance! oferece ao melhor time da primeira metade do campeonato nacional. Apenas em 2008, 2009 e 2012 o vencedor do Osmar Santos não foi também o campeão brasileiro da temporada.  Continuar lendo “E o troféu Osmar Santos vai pro …”

Assis se foi. Nem um mês e meio depois de Washington.

FOTO: Bruno Haddad / Fluminense FC
FOTO: Bruno Haddad / Fluminense FC

A notícia entristeceu o domingo, especialmente para os torcedores do Fluminense e do Atlético Paranaense. Assis se entendeu tão bem com seu parceiro de ataque Washington, que a dupla ganhou o apelido de “Casal 20” (título de um seriado de TV bastante popular nos anos anos 80). Por ironia do destino, Washington morreu em 25 de maio. Assis foi embora na madrugada deste domingo, 6 de julho.

Para sacar a importância de Assis para o Fluminense campeão brasileiro em 1981 e tri carioca entre 1983 e 1985, recomendo assistir ao filme “Fla x Flu – 40 Minutos Antes do Nada”, disponível em DVD e no canal Now. Continuar lendo “Assis se foi. Nem um mês e meio depois de Washington.”

É campeão! Versão 2014.

 

Post atualizado em 26/04/2014

Bahia, Ceará, Cruzeiro, Flamengo, Inter, Sampaio Corrêa, Sport ou Atlético Goianiense serem campeões estaduais não chega a ser uma novidade. Nem o CENE em MS ou o Londrina no Paraná. Agora, o Ituano ser campeão paulista num ano em que os grandes entraram no campeonato (entraram, mesmo? só se for pelo cano!)… O Galo de Itu já tinha ganho o título em 2002, quando os grandes jogaram o Rio-São Paulo e só entraram num tal de Supercampeonato Paulista, de tiro curtíssimo e regulamento tão ridículo como o Paulistão 2014. O que não tira os muitos méritos do Ituano, num ano em que os times do interior voltaram a fazer festa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “É campeão! Versão 2014.”

Bis no Gigante

O Sport Club Internacional, que comemorou 105 anos ontem, está reinaugurando o seu estádio. Neste domingo, o Inter reabre o Beira-Rio reformado contra o Peñarol, exatamente um dos times participantes do torneio de inauguração do estádio, em 1969.

IMAGEM: http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=2&setor=18&codigo=22689
IMAGEM: http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=2&setor=18&codigo=22689

Os colorados de Gainete, Valdomiro e Claudiomiro deram de 4×0 nos carboneros. E olha que o Peñarol tinha os saudosos Mazurkiewicz e Pedro Rocha, o lateral Pablo Forlán, o artilheiro Spencer e don Elías Figueroa – que depois seria o capitão do timaço do Internacional de Rubens Minelli no meio dos 70. Foi bicampeão brasileiro. Inclusive marcou o gol do título na grande final do Brasileirão 75 contra um Cruzeiro também muito forte, no mesmo bat-estádio, o Beira-Rio. O chamado ‘gol iluminado’. Com a camisa colorada, Don Elías foi hexacampeão gaúcho, entre 71 e 76.

Saiu: “Os Sem-Copa”.

Oberdan Cattani, Heleno de Freitas, Tesourinha, Evaristo de Macedo, Roberto Batata, Dener, Canhoteiro, Alex, Friedenreich. “Craques que encantaram o Brasil e nunca participaram de um Mundial”. É o subtítulo de “Os Sem-Copa” (Maquinária Editora), o novo livro da jornalista Clara Albuquerque (autora de “A Linha da Bola“).

http://www.maquinariaeditora.com.br/
http://www.maquinariaeditora.com.br/

Boa dica da coluna de Mauro Beting no “Lance!” de hoje. Continuar lendo “Saiu: “Os Sem-Copa”.”