Mostra CINEfoot no Canal Brasil (2017)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Começou com o grande documentário sobre João Saldanha a segunda edição da Mostra CINEfoot, no Canal Brasil. Até o fim de novembro, toda quinta-feira, às 19h, tem longas, médias e curtas selecionados por Antônio Leal, do CINEfoot – com reapresentação às terças-feiras, 13h30.

Um belo esquenta para a edição 2017 do festival CINEfoot nos cinemas! No Rio, de 23 a 28 de novembro. Em SP, deve ser no começo de dezembro.

Completa esta primeira sessão, hoje, às 13h30, o curta “Três no Tri”.
Dentro do post, as sinopses dos filmes de acordo com o site do Canal Brasil.

Continuar lendo “Mostra CINEfoot no Canal Brasil (2017)”

“Geraldinos” em São Paulo

Publicado em 29 de abril de 2016


O horário é um só. 18h10. A sala 4 do Caixa Belas Artes não é assim um Maracanã dos cinemas. Mas os torcedores dos times cariocas que moram em São Paulo e todos os ‘futboleros’ interessados nas melhores décadas do futebol brasileiro precisam ver “Geraldinos”. Os diretores Pedro Asbeg e Renato Martins (que já tinham sido premiados por “Democracia em Preto e Branco”) levantaram a taça de melhor longa tanto na edição carioca como na paulista do festival CINEfoot, em 2015, com estes 73 minutos de barulho em homenagem ao Maraca das antigas e seus ricos personagens, os geraldinos.

A equipe do filme registrou os dez últimos jogos do velho Maraca com a geral, em 2005. Uma década depois, reencontrou no estádio lipoaspirado alguns geraldinos como o “Mister M”, “Índio”, Vovó Tricolor e Edgar, um tricolor que invadiu o gramado do Maracanã num Fla-Flu de 1982 em que o time de seu coração perdia por 3×0 e foi pedir pro Zico não marcar gol. Dois anos depois, Edgar batizaria seu filho com o nome do herói tricolor num Fla-Flu decisivo: Assis.

Emoção não falta no documentário “Geraldinos”. Sem falar no riquíssimo material de arquivo, cenas de outros filmes feitos, editados num ritmo brilhante – o som do grupo Bixiga 70 está na trilha sonora. Os depoimentos são muito bons, e o apolinho Washington Rodrigues, comentarista de rádio no Rio, dá a letra: “nem eu sei quem é o dono do Maracanã. Sei que não é meu”.

“Geraldinos” toma partido, escolhe o lado. O lado do povo. Belo doc!
Continuar lendo ““Geraldinos” em São Paulo”

Começa o 6º festival @CINEFoot, no Rio!

http://www.avalon.me/distribucion/catalogo/messi
http://www.avalon.me/distribucion/catalogo/messi

O filme de Álex De La Iglesia sobre o craque do Barça e da Argentina é o cartaz da sessão de abertura da 6 edição do CINEfoot no Rio, dia 21 de maio, 20h30, Espaço Itaú de Cinema, Praia de Botafogo.

Cena do filme
Cena de “Messi” :avalon.me/distribucion/catalogo/messi

O diretor basco fez uma mescla de atores recontando a infância e a chegada de Léo a Barcelona com documentário, com arquivo e depoimentos – destaque para as imagens do Messi molequinho, quando era uma Pulguinha, driblando todo mundo e fazendo cada golaço! Um filme que tem tudo pra agradar aos fãs de Messi, do Barça e, especialmente, do Newell’s Old Boys. Deixa no ar a sensação que Lionel Messi encerra a carreira nos leprosos, como o time rubro-negro rosarino é apelidado. De La Iglesia reúne em mesas de um restaurante amigos de infância, professoras de Messi e celebridades da bola, como Cruyff, Cesar Luis Menotti, Jorge Valdano, Iniesta, Piqué, Mascherano, Alejandro Sabella. Messi adulto fala pouco. “El flaco” Menotti dá um show! Veja o trailer.


O sexto CINEfoot no Rio de Janeiro vai até 26 de maio. Em setembro, o festival passa em São Paulo, Belo Horizonte e Recife (10 a 14/9).
A edição carioca tem 49 produções brasileiras e estrangeiras e recebeu 156 inscrições para as mostras competitivas. Vai ter sessões especiais para filmes de futebol do Chile, em homenagem à sede da Copa América. Outro país homenageado será a República Tcheca, com um filme-tributo ao Dukla Praga F.C.

O CINEfoot lembra também dos 10 anos do fim da geral no Maracanã, com o premiado curta “Geral” (de Anna Azevedo), antes de “Messi”, e “Geraldinos“, na msotra competitiva de longas.

No último dia de festival no Rio, estreia o filme “95”, sobre os 20 anos do título brasileiro do Botafogo. Os santistas não devem querer nem passar perto do Espaço Itaú de Cinema da Praia de Botafogo, em 26 de maio, às 18h…

“95” é um filme oficial do Botafogo sobre o título brasileiro

Veja os longas e curtas que concorrem à Taça CINEfoot em 2015 dentro do post.
Continuar lendo “Começa o 6º festival @CINEFoot, no Rio!”

Copa de Filmes: Sérgio Duarte, do Rock Flu.

Mais uma lista de filmes sobre futebol, nesta copa virtual de cinema: agora, dicas de Sérgio Duarte, do programa Rock Flu (que nestes 30 dias de Mundial 2010 botou no ar, na internet, duas edições especiais). Vai mais Serginho!
Documentário nacional: Pelé Eterno.

Ficção nacional: O Casamento de Romeu e Julieta [direção de Bruno Barreto. Comédia romântica sobre o relacionamento do corintiano Romeu com a palmeirense Julieta (Julinho + Echevarrieta, dois grandes nomes que passaram pelo Palestra, sacou?). A donzela tem um pai que fica uma fera ao descobrir o que o Romeu fez para conquistar a simpatia do candidato a sogrão, em plena viagem de volta do Mundial de Clubes de 1999 em Tóquio. Mario Prata – que escreveu Palmeiras um Caso de Amor para a coleção Camisa 13, da DBA – participou do roteiro. Rara oportunidade para ver os tricolores Luiz Gustavo e Luana Piovani com a camisa do Palmeiras, não é, Serginho? ]

Ficção estrangeira: O Milagre de Berna [de Sönke Wortmann. Drama ambientado no pós-guerra, que se desenvolve numa família alemã e na Copa do Mundo da Suíça, 1954. Cenas de jogos muito bem encenadas. A final daquele Mundial, em que a Alemanha de Rahn e Fritz Walter derrotou a Hungria de Puskas, empresta o rótulo – O Milagre de Berna – à película. Com certeza, é um dos melhores filmes em que o futebol tem papel importante].
Curta-metragem nacional/ficção: Ernesto no País do Futebol, de André Queiróz, Thaís Bologna [um menino argentino e seus coleguinhas… brasileiros! Dá para ver o filme no Porta Curtas].
Curta-metragem nacional/documentário: Geral, de Anna Azevedo [o show dos geraldinhos no Maraca].

Valeu Serginho!

Copa de Filmes: os favoritos de Luiz Zanin.

Segunda rodada da Copa de Filmes, aqui no Fut Pop Clube. Neste post, os escolhidos pelo jornalista Luiz Zanin, crítico de cinema do jornal O Estado de S.Paulotambém é um dos colunistas da seção “Boleiros” no caderno de esportes do Estadão. No portal do grupo, assina um blog sobre Cinema, Cultura e Afins. Vamos aos votos do Zanin?

Documentários: “Futebol, de Arthur Fontes e João Moreira Salles [coprodução GNT/VideoFilmes]. Há um documentário argentino excelente sobre o êxodo de craques, mas não me lembro do nome.”


Ficção nacional: “Boleiros – Era Uma Vez o Futebol, de Ugo Giorgetti“.
Ficção estrangeira: “Meu Nome é Joe, de Ken Loach” [N da R: cartaz maior que ilustra o post, lá embaixo. Produção inglesa do mesmo diretor de À Procura de Eric, que foi a escolha deste blogueiro, no post anterior. Joe é um ex-alcoólatra que começa a treinar um time amador de Glasgow. O futebol é um pano de fundo para a história de um relacionamento, mas com a conhecida preocupação social do diretor – e claro, referências a Pelé, Jairzinho, Carlos Alberto, Rivelino, Tostão e Gérson. Preciso rever esse, Zanin].

Curta-metragem nacional ficção: “Cartão Vermelho, de Lais Bodanzky”. [conta a história de uma menina que bate bola muito bem. Dá para ver aqui, no site Porta Curtas].

Curta-metragem nacional/documentário: “Geral, de Anna Azevedo” [N da R: exibido no recente CineFoot, tem como personagens os Geraldinos, que faziam a alegria da extinta geral do Maracanã].

Rubro-negro, vista a camisa do Fla e vá ao CineFoot

Um dos grandes baratos do CineFoot, Festival de Cinema de Futebol, que está rolando no Rio até dia 1º, no cine Unibanco Arteplex (chega a SP dia 4, no Museu do Futebol) é a galera que vai ao cinema com a camisa do time de coração. E como havia torcedores com uniformes do Fluminense… do São Paulo… e um do Grêmio (sempre tem) na sessão do doc “Telê Santana: Meio Século de Futebol-Arte“. Mas a segunda sessão da noite deste domingo será dos rubro-negros… O doc “Zico na Rede” e os curtas “O Deus da Raça”, sobre Rondinelli, e “Geral”, sobre a saudosa geral do Maracanã, serão exibidos às 21h. “O Deus da Raça” também pode ser visto no site Porta Curtas. Publico mais uma vez o post que escrevi depois de ver “Zico na Rede”… num cinema da avenida Paulista!!! Continuar lendo “Rubro-negro, vista a camisa do Fla e vá ao CineFoot”