Barça 2016-2017: os culés foram às compras!

Barça 2016-2017: os culés foram às compras!

Agora, ninguém pode dizer que o bicampeão espanhol não tem banco, não tem elenco. O Barça foi às compras, gastou mais de 120 milhões de euros e se reforçou em quase todos os setores. Fundamental ter banco para manter o nível alto na temporada toda, em tantas competições… La Liga, Champions e Copa do Rei. Paco Alcácer, delantero da seleção da Espanha que era titular do Valencia, sabe que é quarto atacante. Entrará quando um dos integrantes do trio Messi-Suárez-Neymar não tiver condições de entrar ou ficar em campo. Por outro lado, o Barça viu a partida de dois campeões natos: o goleiro Bravo e o lateral Dani Alves. O holandês Cillessen (certamente contratado pelo jogo com os pés) deve ser reserva de Ter Stegen, já um recordista de passes certos. Veja as caras novas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

IN>: Paco Alcácer (centroavante espanhol, ex-Valencia); Jasper Cillessen (goleiro holandês, ex-Ajax, herda a camisa 13 de Bravo); André Gomes (meio-campo campeão da Euro 2016 com Portugal, outro ex-Valencia); Samuel Umtiti (zagueiro da seleção da França, ex-Lyon); Lucas Digné (lateral, França, ex-PSG), Denis Suárez (meio-campo criado na base do Barça, esteva no  Sevilla e Villarreal).

OUT< : Claudio Bravo (Manchester City), Daniel Alves (Juve), Munir (emprestado ao Valencia), Adriano (Besiktas), Tello (emprestado à Fiorentina), Douglas (emprestado ao Sporting de Gijón), Bartra (Borussia Dortmund), Hallilovic (Hamburgo), Sergi Samper (emprestado ao Granada), Vermaelen (emprestado à Roma), Montoya (Valencia), Alex Song (Rubin Kazan), Sandro (Malaga).

*** Estrelas ***: o trio MSN, o maestro Iniesta, Piqué, Rakitic, Busquets, Mascherano… o turco Arda Turan começou bem a temporada.

Brasileiros: Neymar e Rafinha, já que Dani Alves e Adriano saíram e Douglas foi emprestado. O zagueiro Marlon, emprestado pelo Flu ao Barça B, foi inscrito na Champions e pode ter chances.

O elenco todo:

//platform.twitter.com/widgets.js
Continuar lendo “Barça 2016-2017: os culés foram às compras!”

Mais que uma loja

Mais que uma loja
A #samarreta do Barça 2016-2017, da Nike.
A #samarreta do Barça 2016-2017, da Nike.

Depois de visitar o Museu do Barça ou ver um jogo no Camp Nou, como a recente goleada contra o rival Espanyol, é inevitável dar uma passadinha na mega loja do Barça. São 2.100 metros quadrados, distribuídos em três andares, com todos uniformes da temporada (confeccionados pela Nike) e toda a sorte de produtos com as cores azul e grená. Prepare-se para as filas nos caixas, nos dias de partida.
DSC08429A Botiga do Camp Nou se dá ao luxo de receber o fã com um video wall de 15 metros por 1,5, que mostrava, na época desta visita, em maio de 2016, gols decisivos e uma linha do tempo com a evolução do distintivo do Barça.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A loja tem 10 provadores digitais – onde o torcedor / consumidor pode personalizar sua camiseta com ajuda de uma tela interativa e depois recolher na seção de estamparia.

20160509_125156 (1)

Continuar lendo “Mais que uma loja”

Camp Nou em tarde de #manita no dérbi de Barcelona

Camp Nou em tarde de #manita no dérbi de Barcelona

Barcelona, maio de 2016.

DSC08398“Manita” é como os espanhóis se referem a goleadas com 5 tentos. Com o 5×0 sobre o rival de Barcelona, o Espanyol, podemos dizer que o Barça ficou com uma “manita” na taça de campeão espanhol. Só depende dele mesmo na última rodada. Basta vencer o Granada sábado, na Andaluzia, pra ficar com La Liga. O Real Madrid precisa vencer o Deportivo no Riazor, em A Coruña, e secar o Barça.  O guerreiro Atlético de Madrid derrapou contra o Levante em Valencia e está fora dessa briga. Mas os dois rivais da capital fazem dia 28 na Itália mais uma final espanhola da Champions.

O goleiro do Espanyol apimentou o clássico com uma declaração sobre quem gostaria que ficasse com o título
O goleiro do Espanyol apimentou o clássico com uma declaração sobre quem gostaria que ficasse com o título

O dérbi entre duas equipes de orçamentos muito diferentes foi apimentado por uma declaração do goleiro blanquiazul, Pau López, que disse querer que um dos times de Madri ficasse com La Liga. Foi muito vaiado e levou uma mão cheia de gols. Todos de sul-americanos. O tridente funcionou desde o começo do jogo. Marcaram Messi (numa cobrança falta perfeita), duas vezes Suárez, Rafinha e Neymar.

Suárez deixou dois gols.
Suárez deixou dois gols.

IMG_20160508_181135
Foi o dérbi barcelonês de maior público nos últimos dez anos: 91.610 espectadores, incluindo este que vos digita.

Antes do clássico, teve mosaico, minuto de silêncio e outras homenagens ao locutor Manel Vich, que durante quase 60 anos foi a voz do Camp Nou. Ele era voluntário, trabalhava como locutor oficial do estádio de graça. A cabine que Vich usava ficou vazia e sua frase de abertura da jornada foi reproduzida:

Bona tarda a tothom i benvinguts a l’estadi.

As escalações e subsituições foram apenas mostradas nos telões, sem locução.
Continuar lendo “Camp Nou em tarde de #manita no dérbi de Barcelona”

#ElClásico dos bilhões (abril/2016)

É hoje! Barcelona x Real Madrid, no Camp Nou! “El Clásico” é o dérbi mais visto no mundo (700 milhões de telespectadores, segundo a coluna do Amir Somoggi no Lance!, 31 de março, que inspira este post). 

Em janeiro, saiu o relatório Deloitte Football Money 2016 e, pela 11ª vez, o Real Madrid liderava a ‘liga do dinheiro’ no planeta bola. Os galáticos tiveram na temporada 2014-15 uma receita de 577 milhões de euros – hoje, mais de dois bilhões e trezentos milhões de reais, sem contar com a venda de jogadores. Só grana de TV, receita comercial e dias de jogos. Média de público: quase 73 mil merengues por partida no Bernabéu.

O Barça, campeão de quase tudo na temporada 2014-15, pulou do quarto pro segundo lugar neste ranking, com uma receita de 560 milhões de euros, mais de 2 bilhões e duzentos milhões de reais pela cotação de hoje (receita comercial sem considerar venda de atletas, grana da TV e movimento nos dias de jogos).  Média de público: mais de 77 mil culés por partida no Camp Nou, maior estádio da Europa.

#GraciesJohan: No clássico deste sábado 2 de abril de 2016, o Camp Nou vai ter um mosaico em homenagem a Cruyff, que morreu semana passada.
#GràciesJohan: No clássico deste sábado 2 de abril de 2016, o Camp Nou vai ter um mosaico em homenagem ao ídolo Cruyff, que morreu semana passada.

E quem ganha El Clásico nas redes sociais: a página do Barcelona no Facebook tem mais de 91 milhões de seguidores, enquanto o Real Madrid tem mais de 87 milhões de fãs no Facebook. O Real Madrid ganha o dérbi no Twitter: só a conta em castelhano tem 18,7 milhões de seguidores. O maior Twitter do Barça é em inglês: 17,1 milhões de seguidores.

Por coincidência, este clássico dos bilhões vai ser o primeiro jogo do Barça depois da morte do holandês voador, Johan Cruyff, eterno camisa 14 do dream team do Ajax, da seleção Laranja Mecânica e do Barça (embora no Ajax e no Barça também tenha jogado com a 9). O Camp Nou costuma mostrar mosaicos nos dias de  El Clásico e outros jogos grandes. Hoje vai ser em homenagem ao ídolo, campeão espanhol como jogador do Barça e depois campeão de quase tudo como técnico, mentor do dream team e do DNA blaugrana que a gente vê hoje.

Gràcies, Johan.

Agradecimento que também estará no centro da camisa azul e grená hoje, excepcionalmente no lugar do scudetto do Mundial de Clubes 2015. Confira: Continuar lendo “#ElClásico dos bilhões (abril/2016)”

Johan Cruyff. Camisa #14 do time dos sonhos de todos os tempos.

Johan Cruyff. Camisa #14 do time dos sonhos de todos os tempos.

Imagem destacada (acima): https://www.worldofjohancruyff.com/

Morreu Johan Cruyff, 68 anos de rebeldia e revolução. O franzino “El Flaco” tinha forte personalidade, a ponto de tirar uma das listras das mangas do belo uniforme cor de laranja porque o seu patrocinador não era o mesmo da seleção holandesa, que liderou na campanha do vice-campeonato mundial, em 1974, na Alemanha. Eram os tempos do Futebol Total – sua Laranja Mecânica, o Carrossel Holandês, deu um banho nas maiores seleções sul-americanas naquele Mundial.  No Ajax, já tinha sido campeão de tudo – seis vezes campeão holandês, quatro da Copa da Holanda, tricampeão europeu, campeão do mundo (Copa Intercontinental, em 1972).  No Barça, virou o holandês voador por causa deste gol aqui. contra o Atlético de Madrid, e o gigante azul e grená voltou a ser campeão espanhol depois de 14 anos! Jogou também nos EUA (LA Aztecs, Washington Diplomats), no Levante, de Valência, pertinho da Catalunha, e voltou a ser campeão holandês no Ajax e no rival Feyenoord. Retornou ao Camp Nou como técnico, tetracampeão espanhol, e pela primeira vez o Barça foi campeão europeu com o Dream Team treinado por Cruyff. Seu estilo de jogo está no DNA do Barça pra sempre. 

Pra sempre, Cruyff vai ser o camisa 14, titular do time dos sonhos de todos os tempos.

A trajetória de “El Flaco” é brilhantemente contada numa animação do canal Campeones, na série Draw My Life.

Continuar lendo “Johan Cruyff. Camisa #14 do time dos sonhos de todos os tempos.”

Nou Camp Nou: veja como será a nova versão do estádio do Barça, quase sessentão.

O Camp Nou, maior estádio da Europa, projeto de Francesc Mitjans inaugurado em 1957 que hoje comporta 99 mil culés, vai aumentar um pouco mais. Ele é assim:

Impressionante o panorama do Camp Nou lotada durante o dia. FOTO Marta Becerra / FCB | www.fcbarcelona.com
Impressionante o panorama do Camp Nou lotada durante o dia. FOTO Marta Becerra / FCB | http://www.fcbarcelona.com

E vai ficar assim, com capacidade para 105 mil blaugranas:

http://www.fcbarcelona.es/club/detalle/noticia/asi-sera-el-nuevo-camp-nou
http://www.fcbarcelona.es/club/detalle/noticia/asi-sera-el-nuevo-camp-nou

O projeto escolhido é o da equipe japonesa Nikken Sekkei e do escritório Joan Pascual i Ramon Ausió Arquitectes. Dá pra ver nas imagens abaixo que parte do estádio será coberta, mas na fachada do gigantesco estádio haverá aberturas para o entorno do novo Camp Nou. Segundo o Barça, é uma proposta aberta, elegante, serena, mediterrânea e democrática”, que se destaca pela relação com o entorno, dando profundidade, gerando sombras e fazendo com que os sócios sejam os protagonistas da fachada e participem do espaço livre.

Preço da reforma? 400 milhões de euros! Começa em maio de 2017 e o fim dos trabalhos está previsto para fevereiro de 2021. O Barça seguirá jogando no Camp Nou, com fechamento de alguns setores ao longo dos quatro anos de obras.

Continuar lendo “Nou Camp Nou: veja como será a nova versão do estádio do Barça, quase sessentão.”

Semifinales

As copas nacionais na Europa vão chegando a seus momentos decisivos. Hoje foram sorteadas as semifinais da Copa do Rei. Nas próximas duas semanas, o Barça (eliminou o Athletic) pega o Valencia (passou Las Palmas) e o Sevilla (deixou o Mirandés pra trás) enfrenta o Celta de Vigo (eliminou o Atlético de Madrid).
sorteo_semifinales_acopla_640x406
Representadas aí quatro comunidades: Galícia, Andaluzia, Comunidade Valenciana e Catalunha.  Partidas de ida:

  • Quarta-feira, dia 3: Barça x Valencia, no Camp Nou
  • Quinta-feira, dia 4: Sevilla x Celta, no Ramón Sánchez Pizjuán

Depois do carnaval, a volta:

Alexia

fcbarcelona.com/football/feminine/women-a/
fcbarcelona.com/football/feminine/women-a/

A jovem catalã Alexia Putellas Segura, ainda vai fazer 22 anos agora em fevereiro de 2016, mas desde 2014 é a musa inspiradora de uma canção de um mega grupo brasileiro, o Skank. Já ouviu Alexia”, faixa que abre o álbum “Velocia”? É ela que o Samuel Rosa está, digamos, cantando. A letra fala de uma Barceloneta blaugrana (numa referência à praia mais conhecida da capital catalã) e narra, em bom português, um golaço de Alexia em 2013.

Capa da Revista Barça, janeiro de 20016 (reprodução)
Capa da Revista Barça, janeiro de 20016 (reprodução)

A lourinha que joga com a camisa 11 azul e grená agora saiu na capa da revista oficial do Barça, edição de janeiro de 2016, ao lado do Piqué. Infelizmente a revista é exclusiva dos sócios do clube (porque se vendesse por aí, seria show!). Esta edição mais recente, com Piqué e Alexia na capa, dedica páginas e mais páginas ao time feminino do Barça – que aliás é tetracampeão espanhol.

Dentro do post, confira uma performance do Skank tocando “Alexia” e o golaço da camisa 11, na final de 2013 da Copa de La Reina (versão da Copa do Rei pro futebol feminino). As garotas blaugranas venceram o Transportes Alcaine Prainsa Zaragoza, por quatro a zero.

Continuar lendo “Alexia”

#Campion5: um novo Barça das cinco copas.

IMG_20151220_233354
http://www.fcbarcelona.com/

Pela ordem da arte no canto direito superior da imagem acima: La Liga (campeonato espanhol), La Copa (Copa do Rei), a orelhuda (Champions), Supercopa da Uefa e, neste domingo, o Mundial de Clubes, o terceiro do clube. O Barça da era Luis Enrique ganhou cinco taças em 2015 (só perdeu a Supercopa da Espanha pro Athletic).

É o mesmo número de copas pintadas de azul e grená em 2011, com Guardiola, e na temporada 1951/52, quando Kubala e cia ganharam espanhol, Copa do Rei, Copa Latina (disputada pelos campeões das ligas espanhola, francesa, italiana e portuguesa), Copa Eva Duarte (embrião da Supercopa de Espanha) e Copa Martini Rossa. Em 2009, o Pep Team ganhou tudo. Seis copas.

Palmas pra este novo Barça das 5 copas, com Messi, Suárez e Neymar ligados, assim fica difícil para qualquer time sul-americano.

Palmas também pro River Plate, que caiu de pé. Uma tática algo suicida, talvez, mas corajosa.

Suárez levou os prêmios de artilheiro e melhor jogador.

Uma taça especial deveria ser dada à torcida dos “millonarios”. Mesmo com o 0x3 na cabeça, não pararam de cantar um segundo.
Continuar lendo “#Campion5: um novo Barça das cinco copas.”