Estádio Independência

Estádio Independência

Era assim (foto do site WorldStadiums.com)…

http://www.WorldStadiums.com

Ficou assim (foto do site do América)…

http://www.americamineiro.com.br
Atlético x São Paulo no Independência. Brasileirão de 2014.
Atlético x São Paulo no Independência. Brasileirão de 2014.

Estádio não ganha jogo, mas pode ajudar. A reforma de 201o-2012 transformou o estádio Independência num alçapão. Hoje, a capacidade é para 23 mil pessoas. Poderia receber mais alguns milhares de torcedores se a tivesse arquibancadas atrás de um dos gols.

Arena com um gol sem torcida atrás: um visual sui generis, no Horto.
Arena com um gol sem torcida atrás: um visual sui generis, no Horto.

O Independência, que já foi do Sete de Setembro (hoje licenciado), pertence ao América Futebol Clube

Coelho x Lusa, série B 2014.
Coelho x Lusa, série B 2014.

… mas quem tem levado mais gente ao Independência é o Atlético desde a reinauguração, em 2012. Em 2015, a média até 13 de junho é de 17.772 atleticanos por jogo (66 por cento de ocupação das cadeiras). No Horto, o Galo fez grande parte das inacreditáveis campanhas da Libertadores 2013 e da Recopa 2014.

Galo x Tricolor no Horto, BR-2015.
Galo x Tricolor no Horto, BR-2015.

O Independência foi construído pelo poder público para a Copa do Mundo de 1950, quando recebeu 3 partidas, inclusive a zebraça Estados Unidos 1×0 Inglaterra, tema do filme Duelo de Campeões (The Game of their Lives) – leia no post anterior que as cenas de jogo do drama boleiro foram filmadas  não em BH, mas no Rio, no estádio das Laranjeiras.DSC05986

Continuar lendo “Estádio Independência”

A reinauguração do Estádio Independência

Publicado em 25 de abril de 2012

O amistoso América Mineiro x Argentinos Juniors marca a despedida de Euller (“o filho do vento”) e a reinauguração do estádio Raimundo Sampaio, mais conhecido como Independência, ou ainda Campo do Sete (referência ao Sete de Setembro, primeiro dono do estádio). O Independência foi um dos estádios usados na Copa do Mundo de 1950: três jogos, inclusive a zebraça EUA 1×0 Inglaterra, tema do filme “Duelo de Campeões” (veja post anterior). Desde 2010, foi totalmente reformado. E apesar dos pontos cegos, será a grande opção dos clubes de BH durante as obras do Mineirão para a Copa de 2014.  Belo presente também para o torcedor do América-MG – às vésperas do centenário do Coelho. Ficou com cara de alçapão, como você pode ver na segunda foto do post. Continuar lendo “A reinauguração do Estádio Independência”

“Duelo de Campeões” | “The Game of Their Lives”

duelo de campeões
Belo Horizonte, 29 de junho de 1950. Num jogo contra a Inglaterra, os Estados Unidos aprontaram uma das maiores zebras da história das Copas, no 1º mundial organizado no Brasil. A seleção americana de “soccer” derrotou os inventores do futebol por 1 a 0, no estádio Independência,  em Belo Horizonte. Gol de Gaetjens, um imigrante haitiano. A curta saga dessa seleção americana é romanceada no filme americano “Duelo de Campeões”, disponível em DVD– o título original, “The Game of Their Lives” (o jogo da vida deles) é mais legal.
Em 1950, o English Team era um dos grandes favoritos. E a seleção americana na época foi armada quase às pressas, juntando atletas de Saint Louis e costa leste, segundo o filme.  Por aí dá para ter ideia da zebraça que foi EUA 1 x 0 Inglaterra em 1950.
“Duelo de Campeões”, ou “The Game of Their Lives”, tem algumas locações no Brasil. Vamos até descontar o fato de as cenas do duelo entre americanos e ingleses serem filmadas no estádio das Laranjeiras, no Rio, como se fosse o local da partida na vida real: o estádio Independência, de BH, que nos últimos anos foi totalmente reformado.
É uma boa sessão da tarde, com aquele tom épico hollywoodiano. E pensando bem, o jogo da vida daqueles 11 entusiastas do “soccer” merecia mesmo virar filme.
Leia também: doc sobre o New York Cosmos e outros filmes sobre futebol.