#Futebol no País da #Música. Leia o livro e curta o blog do Beto Xavier, agora em novo endereço.

#Futebol no País da #Música. Leia o livro e curta o blog do Beto Xavier, agora em novo endereço.

O vizinho de blogosfera está em novo endereço. “Futebol no País da Música”, blog do jornalista e radialista Beto Xavier, autor do livro de mesmo nome: clique em http://brazilianmusik.blogspot.com.br/.  beto xavier

O pesquisador da ligação afetiva entre a bola e a música tem também uma paixão pelo futebol internacional, em especial pela seleção holandesa e pelo campeonato alemão. E a Bundesliga – que começa nesta sexta-feira – é o tema do segundo post do brazilianmusik.blogspot.com.br, depois do relato entusiasmado sobre a “manita” que o Grêmio deu no rival, no histórico Gre-Nal 407. Beto Xavier destaca os quatro brasileiros que já foram artilheiros da liga cada vez mais rica. Amoroso, Elber, Aílton e Grafite – pelo Borussia Dortmund, Bayern, Werder Bremen e Wolfsburg, respectivamente (Grafite acaba de voltar ao futebol brasileiro, reestreando no Santa Cruz).

Vale a pena acompanhar o blog de Beto Xavier:  “Futebol no País da Música”.

http://brazilianmusik.blogspot.com.br/
http://brazilianmusik.blogspot.com.br/

Dentro do post, a entrevista que Beto Xavier deu aqui pro Fut Pop Clube na época do lançamento do livro, “Futebol no País da Música”, em 2009. Continuar lendo “#Futebol no País da #Música. Leia o livro e curta o blog do Beto Xavier, agora em novo endereço.”

Bayern, 50 anos de Bundesliga!

Bayern, 50 anos de Bundesliga!
www.fcbayern.de/  Franz Beckenbauer aparece ao lado do goleiro Sepp Maier.
http://www.fcbayern.de/ Franz Beckenbauer aparece ao lado do goleiro Sepp Maier.

Sepp Maier, o capitão Kunstwadl, Olk; Grosser, um jovem Franz Beckenbauer (18 anos), Borutta; Nafziger, Gerd Müller, Ohlhauser, Drescher, Brenninger. São alguns dos heróis de 1965 do Bayern de Munique, que nesta sexta-feira lembrou – e muito – os 50 anos de acesso à Bundesliga. Não que o Bayern tenha sido rebaixado alguma vez. Nunca foi, assim como o Hamburgo, que tem um relógio contando os anos de praia, ou melhor, de primeira divisão.  É que o time vermelho da Bavária não foi convidado para disputar a primeira edição da Bundesliga, em 1963-64.  Os organizadores só queriam um time de Munique. E convidaram o rival do Bayern, o  1860, que era o campeão da regional Oberliga Süd, mas tinha menos pontos no ranking. Em 26 de junho de 1965, no jogo decisivo do play-off, o Bayern enfiou 8 a 0 no Tennis Borussia Berlin, que hoje está no quinto nível do futebol alemão (vai disputar a NOFV-Oberliga Nord em 2015-16). Veja um belo compacto do jogo, no estádio olímpico de Berlim, postado pelo canal do Bayern no You Tube, FCB-TV. Ohlhauser anotou quatro gols, Müller (“der bomber”) não poderia deixar de marcar também. Olha o Sepp e o Franz novinhos em 1965.

Não manja bolhufas de alemão, né? Nem eu. Mas o site do Bayern em inglês publicou uma série de 5 textos sobre a saga do acesso:

Cinco décadas depois, o todo poderoso tem 24 das 52 salvas de prata disputadas (fora um título em 1932. Portanto, 25 vezes campeão alemão). Aproveitou as cinco décadas do acesso para dar um desconto de 50% em alguns produtos retrôs – repare como o escudo do Bayern era diferente.
10986800_884365038301238_2094647734517424448_n Continuar lendo “Bayern, 50 anos de Bundesliga!”