Seleção paulista do CINEfoot 2015. Vale taça!

11700847_947461825289283_3787933161936121062_o
Uma boa notícia pro torcedor/espectador de Sampa é que está chegando a etapa 11036802_866215093413957_5276178551288061191_npaulista do festival CINEfoot, todo dedicado aos filmes de futebol. Começa em 26 de novembro e vai até 1º de dezembro, primeiro no auditório do Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu, e depois no Espaço Itaú de Cinema da rua Augusta – todas as sessões de graça. Foram 156 inscrições. E para a seleção paulista, ficaram 15 filmes. Vamos ver que longas e curtas concorrem à Taça CINEfoot 2015.
CINEFOOT SÃO PAULO / MOSTRA COMPETITIVA DE LONGA-METRAGEM

1) E18hteam (Eighteam, de Juan Rodriguez-Briso, Espanha/Zâmbia). Sinopse: a ressurreição da equipe nacional de futebol da Zâmbia por meio de sua estrela, Kalusha, depois de perder 18 companheiros em um acidente de avião no Gabão em 1993. Kalusha enfrenta uma estrada de reconstrução de 18 anos até o destino fazer sua jogada: no Gabão, Zâmbia torna-se campeão africano depois de 18 longas batidas de pênaltis. Vale conferir, não? Dia 29, domingo, 19h, Espaço Itaú da Augusta.

2) Geraldinos (de Pedro Asbeg, Renato Martins, RJ). Documentário sobre os personagens da extinta geral do Maracanã. Foi o vencedor da Taça CINEfoot de longa-metragem no Rio. Sábado, dia 28, 21h, Espaço Itaú da rua Augusta. Saiba mais aqui ou no post anterior.

1522909_531443780327215_2136754061374261784_o

3) Isto é Söderstadion (de Andreas Bjunér, Suécia). Mostra a tristeza dos torcedores do  Hammarby na despedida do Söderstadion, antes de ter que dividir estádio com o clube rival.

4) Loucura que Apaixona minha Cidade (Locura que Enamora mi Ciudad, de Maximiliano Baldi, Argentina). Doc sobre o Talleres, de Córdoba, clube que completou sem centenário em 2013.

 

5) Meninos da Vila – A Magia do Santos (de Katia Lund, SP). A codiretora de “Cidade de Deus” investiga a fábrica de talentos do Santos. Passa no sábado 28 de novembro, na sessão das 19h, no Espaço Itaú de Cinema (rua Augusta).

6) Mundial, as Maiores Apostas (Mundial. Gra o wszystko, de Michal Bielawski, Polônia). O filme apresenta experiências dos principais jogadores do time da Polônia entrelaçadas a relatos de membros do movimento Solidariedade, presos,  que acompanharam a Copa de 1982 pela TV. Passa em 30 de novembro, 21h, no Espaço Itaú da rua Augusta, numa sessão mais política, junto com a segunda parte de Rebeldes do Futebol.

7) Nhô Quim, o Caipira Centenário (de Bruna Epiphanio, SP). Cáxara de fosfre, cúspere de grilo, bícaro de pato, gooor! Quinze, cra cra crá! Bom documentário sobre o estilo XV de Piracicaba de ser. Passa dia 30, uma segunda, na mesma sessão do filme do Ugo Giorgetti, às 19h, no Espaço Itaú da Augusta. Saiba mais aqui ou no post anterior.10551624_794774777229357_649466779066034514_o-1-1

Para a mostra de curtas, o CINEfoot selecionou 8 filmes, cinco deles brasileiros. Tem até um do Ugo Giorgetti sobre o extinto Comercial FC, da capital. Confira a convocação.

Continuar lendo “Seleção paulista do CINEfoot 2015. Vale taça!”

Curta o curta: “Futebol é Pai”, filme de Lina Chamie para o projeto Cores do Futebol.

10440667_284922571679039_6755774075325862740_n
O pai torce pra um time, o filho vai torcer pro mesmo. Só que não. Às vezes…
Olha o caso do personagem deste curta-metragem da diretora Lina Chamie, “Futebol é Pai“, um dos filmes produzidos pela SescTV para a série Cores do Futebol, proposto pela Global Media Exchange e pela TAL (Televisão América Latina). A diretora e roteirista Lina Chamie é fanática torcedora do Peixe. Ela que dirigiu “Santos, 100 Anos de Futebol Arte – O Filme”. Aqui, LIna acompanha o jovem torcedor num rolê pelo Memorial das Conquistas do Santos e leva o garoto para ver um jogo do Peixe na Vila famosa pela primeira vez. Primeira de muitas, certamente.

  • Direção: Lina Chamie
  • Concepção: TAL TV
  • Realização: SescTV

Que camisa maneira esta de goleiro do garoto, hein? O projeto Cores do Futebol foi lançado na época da Copa do Mundo, mas ainda dá para curtir os seus outros curtas.
Continuar lendo “Curta o curta: “Futebol é Pai”, filme de Lina Chamie para o projeto Cores do Futebol.”

“A Game of Numbers”: curta de Kris Hofmann sobre o custo dos ingressos na Inglaterra.

E por falar em ingresso caro, um pequeno grande filme mostra a disparada nos gastos dos torcedores dos times da próspera Premier League. O curta de Kris Hofmann, diretora de animações e designer austríaca que é fã do Tottenham Hotspur, saiu na página de Op-Docs do NYTimes.com. Um ingresso pra ver o Arsenal pode custar uns 200 dólares! O delicado trabalho de arte de Kris aborda um tema sério: o pobre do bolso de quem vai ao estádio, que no fim das contas todas é o motivo da existência dos grandes clubes e dos craques milionários.

Veja aqui “A Game of Numbers” – New York Times Op-Doc, de Kris Hofmann, no Vimeo. Continuar lendo ““A Game of Numbers”: curta de Kris Hofmann sobre o custo dos ingressos na Inglaterra.”

“11 Metros 9 Meses”: Víctor Valdés dá canja no curta de Juanma Arizmendi.

1264896_656909327675300_1864974723_o
Martijn é holandês e nasceu no dia em que o carrossel da “Laranja Mecânica” perdeu a Copa do Mundo de 1974 para a dona da casa, a Alemanha. Agora mora em Barcelona e sua mulher está grávida. Só que Martijn pagou 2 mil euros pelo direito de bater um pênalti em Víctor Valdés – ele mesmo, em pessoa. O holandês está decidido a se livrar do karma da seleção de seu país nas decisões por pênaltis (a derrota na semifinal da Copa de 98 para o Brasil está na lista). Assim é o divertido curta-metragem “11 Metros 9 Meses”, de Juanma Arizmendi. Veja abaixo o curta, falado em castelhano, que dura um pouco menos de 10 minutos e conta com uma ponta do goleiro do Barça e de La Roja, a seleção espanhola.


Há uma versão com legendas em inglês (clique aqui). Tomara que “11 Metros 9 Meses” passe em algum festival de cinema no Brasil. Vamos torcer.

Continuar lendo ““11 Metros 9 Meses”: Víctor Valdés dá canja no curta de Juanma Arizmendi.”

“Santos Para Sempre na Pele”

santos para sempre na pele
http://www.facebook.com/santonifilmes

Poster do documentário “Santos Para Sempre na Pele” (de Bruno Curti e Lorraine Lopes; Santoni Filmes) levou o Prêmio Porta Curtas, na última rodada da etapa carioca do CINEfoot 2013. Até o começo de junho dá para ver o filme, de 9 minutos, nesta página do Porta Curtas. Na etapa paulista do CINEfoot, o curta passa no domingo, 9 de junho, às 19h30, no Espaço Itaú de Cinema|Augusta (Rua Augusta, 1.475 e 1.470 – Consolação) numa sessão em homenagem ao bicampeonato mundial do Santos.
Continuar lendo ““Santos Para Sempre na Pele””

“O Pai do Gol” no CINEfoot

Abril de 2013

http://www.flickr.com/photos/cinefoot
http://www.flickr.com/photos/cinefoot

www.OleProducoes.com.br
http://www.OleProducoes.com.br

O filme de Luiz Ferraz sobre o locutor José Silvério, “O Pai do Gol”, que foi exibido no É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, também vai passar no CINEfoot em Sampa e no Rio. O curta acompanha Silvério na transmissão de um São Paulo x Flamengo no Morumbi. Sem mostrar cenas do jogo – a câmera na cabine se volta para o locutor- você fica imaginando os lances (tentando se lembrar, se viu a partida), exatamente como no rádio. E conhece um pouco mais sobre o método de trabalho do locutor que narra …

EspAAAlma, Felipe

Pra fOOOra

… e completa

que golAÇO!

Tem 17 minutos e foi captado em HD.
Confira as sessões do CINEfoot no Rio e em São Paulo.

Curta documentário sobre o locutor José Silvério, “O Pai do Gol”.

Última chance para ver “O Pai do Gol” no festival É Tudo Verdade.

www.OleProducoes.com.br
http://www.OleProducoes.com.br

Fiquei sabendo na variada coluna do João Carlos Assumpção, o Janca (um dos diretores do filme “Sobre Futebol e Barreiras”), no #Lance! de hoje:  o cineasta Luiz Ferraz fez um curta-metragem sobre o locutor José Silvério, “O Pai do Gol”.  O curta-doc foi captado em HD e tem 17 minutos de duração. Acompanha Silvério na transmissão de um São Paulo x Flamengo no Morumbi. Sem mostrar cenas do jogo – a câmera na cabine se volta para o locutor- você fica imaginando os lances (tentando se lembrar, se viu a partida), exatamente como no rádio. E conhece um pouco mais sobre o método de trabalho do locutor que narra “espAAAlma, Felipe“, “Pra fOOOra” e completa “e que golAÇO“!

“O Pai do Gol” já passou em festivais de cinema como o do Rio, em 2012. Confira o trailer:


Continuar lendo “Curta documentário sobre o locutor José Silvério, “O Pai do Gol”.”

Curta “Baghdad Messi”. Esse é pra ganhar prêmio.

Baghad Messi
Baghad Messi

Vi no site do diário Sport, de Barcelona. No curta-metragem “Baghdad Messi”, o diretor Sahim Omar Kalifa conta a história de Hamoudi, um menino de 10 anos que não tem uma perna, mas não desiste de jogar futebol. É goleiro. As muletas servem de traves. A garotada está na expectativa na final da Champions de 2009, entre Barça e Man United,  ansiosa para ver o duelo Messi x Cristiano Ronaldo. Filme de guerra com criança mutilada lutando pelos seus sonhos tem tudo para chamar a atenção, ainda mais envolvendo uma marca poderosa como a do Barcelona. O curta tem 19 minutos já passou num festival belga e é uma das atrações do Dubai International Film Festival. Vamos torcer para chegar logo por aqui. Enquanto isso, veja o trailer.

Continuar lendo “Curta “Baghdad Messi”. Esse é pra ganhar prêmio.”

Margatània FC em “O Pequeno Time” | “L´Equip Petit”. Taça CINEfoot 2012 de melhor curta!

Publicado em maio de 2012 e atualizado em junho de 2012
Vem de uma produtora catalã, El Cangrejo, uma das atrações do terceiro CINEfoot – Festival de Cinema de Futebol, no Rio e em São Paulo.
Vem da Catalunha do Barcelona -que nos 4 anos da era Pep Guardiola ganhou 14 títulos e marcou mais de 600 gols – um filme sobre uma equipe que nunca venceu. “L´Equip Petit” (o pequeno time) conta a saga do Margatània FC e dos seus jovens jogadores em busca do primeiro gol!
Se não ganhar a Taça CINEfoot de melhor curta-metragem, porque há outras boas opções, como podemos ver no texto anterior, tem grandes chances de comover os espectadores e ser considerado o filme mais fofo do festival (atualizando o blog: ganhou, sim, a Taça CINEfoot de melhor curta, na parte paulista do festival). Na trilha sonora, músicas de Paul Simon, Patience and Prudence e Karen O.

Por enquanto, dá pra ver o trailer de “L´Equip Petit”.
Dá-lhe Margatània!
Continuar lendo “Margatània FC em “O Pequeno Time” | “L´Equip Petit”. Taça CINEfoot 2012 de melhor curta!”