Andrés Iniesta Luján

Andrés Iniesta Luján

Cena do quarto episódio da segunda temporada da série espanhola “Ministério del Tiempo“. A louraça Irene (Cayetana Guillén Cuervo) comenta algo como: “há cinco anos, o Ministério teve que salvar um antepassado de Iniesta“. A agente Amelia Folch (a bela Aura Garrido), uma das primeiras mulheres a estudar em universidade em Barcelona no final do século XIX, recrutada para viajar nas portas do tempo do Ministério, pergunta quem é Iniesta. “Pacino” (Hugo Silva), um policial recrutado no começo dos anos 80, também não faz ideia de quem seja.

Rápida explicação pra quem não é viciado na série como eu: esse ministério do tempo, criado (na ficção, claro) pelo governo espanhol, manda seus funcionários ao passado para evitar mudanças na história da Espanha. E Iniesta, você sabe, fez o gol mais importante da história de La Roja. Sem ele, a Espanha não teria Copa do Mundo. Não só: já é considerado o melhor jogador espanhol de todos os tempos.

Pois voltando a 2018, na vida real, Andrés Iniesta Luján, nascido há 34 anos em Fuentealbilla, na província de Albacete, só tem mais dois jogos oficiais com a camisa 8 do Barcelona: hoje contra o Levante e na semana que vem contra a Real Sociedad. Com a camisa 6 da Espanha, vai enfrentar Portugal, Irã e Marrocos, na primeira fase do Mundial 2018 na Rússia. Depois da Copa, o futebol do maestro provavelmente só será visto por quem tem acesso ao campeonato japonês ou de algum outro mercado asiático.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Don Andrés sai por cima, em alto nível, numa temporada em que, se caiu nas quartas da Champions, ganhou o #doblete, dobradinha de La Liga e Copa do Rei. Foram ao todo 32 taças pelo Barça – quatro Champions, nada menos que nove ligas espanholas em dezesseis temporadas, seis Copas, sete Supercopas de Espanha, três Supercopas da Uefa e três mundiais de Clubes.

Com a camisa da Espanha, a Copa do Mundo 2010, e o bi da Euro, 2008 e 2012.

Só nos resta agradecer pelo privilégio de ter visto os recitais de Don Andrés Iniesta pelos gramados do planeta bola.

Gracias, maestro!

A propósito, a série “Ministério del Tiempo” tem muitas outras referências a futebol.

Continuar lendo “Andrés Iniesta Luján”

Klose: 14 (gols) pra sempre?

Um grupo de torcedores brasileiros,certamente fãs do Fenômeno, lançou na internet uma campanha para “secar” o atacante da seleção alemã, Miroslav Klose. Ronaldo é o maior artilheiro da história dos mundiais, com 15 gols somadas as Copas de 1998, 2002 e 2006. O goleador nascido na Polônia, que adotou a Alemanha como país, fez 14 gols nos mundiais de 2002 a 2010 – como mostra o infográfico do site 14 Pra Sempre.

http://www.14prasempre.com.br/#14prasempre
http://www.14prasempre.com.br/#14prasempre

Pelo jeito, o técnico Joachim Löw não tá nem aí pra essa estatística.
Se o Klose entra quando a exibição da Alemanha já estava 3×0, era capaz não só de empatar como ultrapassar a marca fenomenal, não é não?

Hip hop da Copa: a dupla Kunstrasen faz rap para apoiar a seleção da Alemanha.

Publicado em 7 de fevereiro e atualizado em 5 de junho de 2014.

  • A dupla Kunstrasen, do norte da Alemanha, manda ver um rap com ginga sobre futebol (e não só futebol, como veremos na #e-entrevista a seguir). Eles são torcedores do VFL Osnabrück, que está na terceira divisão da Alemanha (a 3.Bundesliga); fazem músicas pro time de coração, mas também se mostram conectados com a elite do futebol alemão e europeu. Fizeram sons para apoiar a seleção alemã nas Copas de 2006 e 2010, Euro 2008 e 2012, e se preparam para o tri, digo, um rap alemão para a Copa de 2014. Fica pronto em junho.


Conheci o som dos alemães do Kunstrasen um pouco antes da final da Champions League 2013, graças a uma dica do Sportblog, do Guardian. Não dava para entender nada do rap sobre a final alemã da Champions, mas o som era muito bom. E a cultura de futebol nas camisas… o clip bem feito, com artes maneiras… tudo chamou minha atenção. Entrei em contato com o pessoal pela página do Kunstrasen no Facebook. E fiz uma #e-entrevista, uma entrevista por e-mail, em inglês, que traduzo abaixo, no meio de muitos clips do Kunstrasen.

Quantas músicas sobre futebol vocês já gravaram?

Lutz-Philipp Harbaum, KUNSTRASEN – Este ano nós vamos gravar nossa quinta música de futebol sobre Copa do Mundo ou Eurocopa. Começamos em 2006, quando o Mundial foi na Alemanha. A cada dois anos, nós gravamos uma música pra apoias a seleção alemã. Além disso, gravamos músicas sobre outros assuntos.

  • Veja abaixo o clip da música que o Kunstrasen lançou com Jon Donson para o Mundial 2010.


Alguns cantores e compositores populares brasileiros tem músicas sobre futebol. Conhecem algum?

Lutz-Philipp Harbaum, KUNSTRASEN – Não, mas gostaríamos de conhecê-los. Tenho certeza que são são bons.

Ok, vou mandar alguns links para conhecerem. Vocês dois torcem para o Osnabrück… gostam de ir ao estádio? Como é a “clima” dos jogos, na terceira divisão alemã,  a 3. Bundesliga?

Lutz-Philipp Harbaum, KUNSTRASEN – Nós dois somos de Osnabrück, uma pequena cidade no norte da Alemanha, que é bem conhecida excelente atmosfera num pequeno estádio. Mesmo na 3. Bundesliga, às vezes há mais de 10.000 torcedores, o que é muito bom. Nós dois amamos o Osnabrück e tentamos ir ao estádio sempre que possível. Já fizemos duas músicas para o time.


E a 1.Bundesliga? Gostam de alguma time da primeira divisão alemã ou … só do Osnabrück?

KUNSTRASEN – Moritz só torce para o Osnabruck, Lutz adora o Borussia Dortmund desde 1989. Se você torce para o Osnabrück na terceira divisão, é bom ter um time da primeira Bundesliga pra torcer também.


Lisboa pode ver em maio outra final alemã da Champions?

KUNSTRASEN – Esperamos que sim. Não gostamos muito do Bayern, mas achamos que eles vão para final porque são provavelmente o melhor time do mundo no momento. Esperamos que o Dortmund possa derrotá-los!

Viram as manifestações aqui no Brasil durante a Copa das Confederações, em 2013?

KUNSTRASEN –  Sim, nós vimos os protestos e esperamos que encontrem uma solução. Não achamos bom se pessoas pobres nas favelas tenham que sair por causa dos planos comerciais da Fifa. Esperamos que o futebol possa ajudar as pessoas no mundo, especialmente as pessoas pobres.

Gostariam de assistir à Copa do Mundo no Brasil?

Lutz-Philipp Harbaum, KUNSTRASEN–  Claro. O Brasil é uma das nações mais eufóricas por futebol e tem uma grande história no futebol. Esperamos que a seleção de vocês fique no torneio até a final. Isso seria bom para a atmosfera da competição. Gostaríamos de ir aos jogos na Copa do Mundo, mas acho que não vamos: é muito longe e temos que trabalhar em junho.

  • Agora, clip feito para a Euro 2008:


Quem vai ganhar a Copa?
KUNSTRASEN –  É a vez da Alemanha!

  • Abaixo, clip feito para a Euro 2012:


Teremos uma música do Kunstrasen sobre a Copa?

Lutz-Philipp Harbaum, KUNSTRASEN –  Com certeza! Nós já temos algumas ideias e o nome da música, que ainda é um segredo. Acho que vamos gravar a música e fazer o vídeo em maio. A música será publicada em junho!
ATUALIZANDO. Eis o rap do Kunstrasen para a Copa 2014!


Continuar lendo “Hip hop da Copa: a dupla Kunstrasen faz rap para apoiar a seleção da Alemanha.”

“Sobre Futebol e Barreiras”

http://www.facebook.com/pages/Sobre-Futebol-e-Barreiras/150247975020376
http://www.footballandbarriers.com/

Está em cartaz em Sampa o interessante “Sobre Futebol e Barreiras” (“Football and Barriers“),filme de Arturo Hartmann, Lucas Justiniano, José Menezes e João Carlos Assumpção. Os quatro brasileiros lançam um olhar sobre o conflito Israel/Palestina, durante o período da Copa do Mundo de 2010.

Sinopse: No momento em que israelenses e palestinos torcem por times durante a Copa do Mundo de 2010, são discutidas questões-chave da história e da sociedade daquele território. Entre os personagens, um judeu israelense que torce pela Alemanha, um árabe que foi um dos principais jogadores da história do futebol de Israel e um palestino que mistura futebol e política na visão que tem de seu povo. Um filme que mostra os sentimentos de inconformismo e de esperança dos participantes, que reflete o que os distancia e ao mesmo tempo, aproxima.

“Sobre Futebol e Barreiras” já passou na Mostra de Cinema, no CINEfoot e na Mostra de Cinema Árabe. Aqui, o futebol é o pano de fundo para as histórias de vida de palestinos e israelenses. Bons personagens, boa música, boa fotografia, boa conversa. Vale conferir para tentar entender um pouco mais esse conflito.  Veja um pedacinho do documentário.

3 Millones

A Celeste Olímpica começa hoje seu caminho rumo à Copa do Mundo de 2014 no Brasil. O Uruguai recebe a Bolívia às 16h pela primeira rodada das eliminatórias sul-americanas. Bom motivo pra falar do filme “3 Millones”, de que fiquei sabendo pelo twitter do Blog do Menon. Jaime e Yamandú Roos, pai e filho, contam a épica campanha uruguaia no Mundial 2010, na África do Sul. Espero que passe aqui em algum festival, pelo menos! Confira o trailer abaixo.  

E aí, pronto para Copa?

Você está pronto para torcer na Copa do Mundo? Duro vibrar por um time que tem como porta-voz o zangado Dunga, sempre rosnando a qualquer menção do nome Ronaldinh… Grrroarrr! Sem falar em novidades como Neymar…
É, pelo jeito é com esses mesmo que a Seleção vai. Bom, tomara que Daniel Alves seja titular numa das laterais ou no meio. Que Kaká não se machuque até lá e se livre da marcação. Que Luís Fabiano possa jogar e ser “o cara”, o artilheiro decisivo das Elimintatórias. Que o capitão Lúcio lidere lá atrás… Que Júlio Sérgio continue justificando porque  é o melhor goleiro do mundo – hoje é, diz esse fã do Rogério Ceni,  Buffon e Casillas aqui.
Na hora H, a gente acaba torcendo – e muito. E pelo que mostrou o festival de amistosos da última data Fifa, nessa superquarta que passou, vamos ter que secar muito:

  • a campeã da Europa, a Espanha, que tem o melhor meio de campo do mundo, com a dupla azulgrana Xavi e Iniesta, e perigosos atacantes. Conseguirá o treinador Vicente Del Bosque, bonachão como outro Vicente, o Feola, campeão do mundo em 1958, levar a Roja ao título inédito? Del Bosque já ganhou Europa e mundo com um Real galático cheio de egos em 2002… E que belo uniforme 2 é aquele azul escuro da Fúria, reserva da tradicional Roja, lançado na vitória por 2×0 sobre a França, em Saint Denis…
  • a Argentina de Maradona que venceu outro amistoso da data Adidas, digo, data Fifa, contra a Alemanha, de camisa preta nova, e em Munique, clima de pré-Copa total… Mesmo que Messi não arrebente, como não tem arrebentando com a camisa alviceleste, há talentos de sobra. Se Maradona acertar a defesa…
  • e a Inglaterra, que teve que se virar pra virar pra cima do Egito, campeão africano, mas que não se classificou para a Copa. É a candidata à Itália da vez, por toda a roupa suja lavada na imprensa amarela, marrom, de todas as cores, ambiente de crise… mas tem Wayne Rooney em grande fase.
  • e a Holanda, hein? Correria por fora. Com as tradicionais Azzurra e Alemanha.

E você, o que acha?

Não faltará a garra uruguaia na Copa

É a seleção com mais garra do mundo. Pode até faltar qualidade, mas os caras lutam pela bola como um faminto por um prato de comida. A duras penas e com muita emoção, o Uruguai é o 32º (e último) classificado para a Copa do Mundo de 2010. Em Montevidéu, a Celeste empatou com a Costa Rica, que também lutou muito. E completa o fechado clube dos campeões mundiais – todos os sete estarão presentes na África do Sul. Hoje a França se garantiu na prorrogação contra a Irlanda em Saint Denis com um gol absurdo… Henry apalpou, arrastou a bola com a mão (se fosse no vôlei ou no handebol, que usam a mão, não valeria… no futebol, pode…). Agora, segurem Les Bleus. E nada de tremer ao ouvir a Marselhesa, galera!

Também se classificaram hoje Argélia (eliminou Egito), Eslovênia (surpreendeu a Rússia), Grécia (barrou Ucrânia e Shevy… que pena) e Portugal (eliminou a Bósnia). Só quero ver se tiver Brasil x Portugal na Copa. Com Deco, Pepe e Liédson do lado de lá. Os grupos da Copa do Mundo 2010 serão sorteados em 4 de dezembro, na Cidade do Cabo!