“O Milagre do Nottingham Forest”


O simplesmente belo escudo do Nottingham Forest ostenta duas estrelas, em referência ao bicampeonato da Copa dos Campeões da Europa (hoje Champions League), em 1978 e 1980.

facebook.com/officialnffc

Os anos dourados dos Reds da região inglesa de East Midlands começaram com a contratação do técnico Brian Clough >>>> – que tinha feito sucesso exatamente no rival regional do Forest, o Derby County,  e cuja passagem-relâmpago pelo Leeds já foi tema de um drama, o filme Maldito Futebol Clube (The Damned United).  Pois agora o documentário de Jonny Owen sobre a era Brian Clough no Nottingham Forest, “I Believe in Miracles”, pode ser alugado no canal Now (legendado ou dublado) e também no canal da Universal Movies no You Tube (só dublado), com o título “O Milagre do Nottingham Forest”. Era Brian Clough e Peter Taylor, bem entendido – o fiel braço-direito do “mister” reatou a amizade e a parceria.

Embalado pelo balanço de uma trilha sonora com muito soul e funk, como a gravação de “I Believe in Miracles” pelas Jackson Sisters, “O Milagre do Nottingham Forest” tem inúmeros depoimentos, do goleiro Peter Shilton e do lateral Viv Anderson ao ponta John Robertson, e claro, muitos gols. Como os quatro da goleada sobre o Manchester United – em Old Trafford!

O Forest de Clough e Taylor ficou 42 jogos sem perder entre novembro de 1977 e dezembro de 78, invencibilidade que ajudou os Reds a conquistarem seu primeiro e único título de primeira divisão do campeonato inglês, na temporada 1977-78. Antes de levantar essa taça, o Forest comandado pela dupla ganhou sua primeira copa da liga inglesa (Football League Cup), numa final em duas partidas contra o Liverpool. Em 1979, o clube levantou mais uma League Cup (conquistaria ainda essa taça em 1989 e 1990).

Campeão inglês de 77-78, o Forest teve direito a participar da Copa dos Campeões da Europa na temporada seguinte. Participar só, não, ganhar! Não sem uma dose de emoção, pois estreou contra o Liverpool, então bicampeão europeu, e superou o Colônia nas semifinais, depois de estar perdendo por 2×0 em casa! Placar agregado. Volta olímpica se deu exatamente na Alemanha, no estádio Olímpico de Munique, na final contra o Malmoe. Forest campeão europeu! Esses caras fizeram história! E repetiram, na temporada seguinte, 1979-80. B i c a m p e õ e s ! Foi o penúltimo clube a conquistar Copa/Liga dos Campeões duas vezes seguidas.

Dentro do post, trailer dublado e cartaz original de “O Milagre do Nottingham Forest” (“I Believe in Miracles”). Quem gosta de futebol inglês tem que ver.

Continuar lendo ““O Milagre do Nottingham Forest””

Um dérbi basco ao cair da tarde em Mendizorrotza 

Um dérbi basco ao cair da tarde em Mendizorrotza 

Com um gol do atacante brasileiro Deyverson, o Deportivo Alavés venceu o dérbi basco da rodada 28 de La Liga, contra a Real Sociedad. 

Dezenove mil e oitocentas pessoas lotaram o estádio Mendizorrotza. 

Tremendo ambiente, clima muito amistoso entre os fãs dos dois times bascos e espetáculo da grada de animação do Deportivo Alavés. Que vibrou os 90 minutos e ainda fez uma bela homenagem à Chapecoense durante pelo menos 2 minutos. O “Vamos, vamos Chape”… 

As torcedoras participam bastante. Fiquei entre uma empolgada fã do Alavés, que cornetou o jogo todo, e de uma torcedora da Real Sociedad, que foi embora com a filha depois que o juiz deu segundo amarelo e “tarjeta roja” pro Granero, da Real. “¡Que verguenza, que verguenza!”

Passeio do Bayern em Londres

Passeio do Bayern em Londres


Emirates Stadium, 7 de março de 2016 – Uma classificação já quase definida no jogo de ida, em Munique. Mesmo assim, no começo da partida de volta, em Londres, o Arsenal ainda deu alguma esperança à sua torcida. Fez um gol (Theo Walcott) e teve outras oportunidades no primeiro tempo.

Javi Martínez e Hummels fizeram uma primeira etapa quase perfeita garantindo um placar ainda muito tranquilo para o time alemão.

Lewandowski: ‘ele, a bola, o goleiro e o gol’.

No segundo tempo, de cara deu para perceber que o Bayern de Ancelotti voltou com outra postura – antes mesmo antes do lance capital da noite. 1×1 e Arsenal com um jogador a menos.

A partir daí, então, o que se viu foi o jogo de um time só, um show do Bayern, com sua armada toda, Ribery, Robben, Lewa, Thiago, Vidal, Rafinha, Alaba, Xabi Alonso, é uma seleção mundial – Douglas Costa entrou no decorrer do segundo tempo e entrou bem. Que passeio. Continuar lendo “Passeio do Bayern em Londres”

Últimos capítulos da era Luis Enrique no Barça

Últimos capítulos da era Luis Enrique no Barça
17016867_1289466114423327_5795911409467294815_o
Esta cobrança do Messi bateria na trave.

CAMP NOU, março de 2017 – Uma notícia esperada, mas que no dia do seu anúncio pegou todo mundo de surpresa. Depois da tranquila goleada contra o Sporting de Gijón – com direito a golaços de Messi, Suárez e Neymar (numa bela cobrança de falta), Luis Enrique avisou que não será o treinador do Barça na temporada 2017-18.

//platform.twitter.com/widgets.js
Está chegando ao fim a era Lucho, que em três temporadas de contrato já conquistou oito títulos (em dez possíveis) – em 2015 o time comandado por Luis Enrique foi campeão de quase tudo:

  • La Liga 2014-2015
  • Copa do Rei 2014-2015
  • Champions 2014-2015
  • Supercopa da Europa 2015
  • Mundial de Clubes 2015
  • La Liga 2015-2016
  • Copa do Rei 2015-2016
  • Supercopa de Espanha 2016

Três ainda podem ser conquistados: La Liga Espanhola (Barça lidera com 1 ponto e 1 jogo a mais que o Rel Madrid), a Copa do Rei (decide a copa contra o Deportivo Alavés, 27 de maio, Vicente Calderón) e a Champions … bem, esta é uma missão muito complicada, já que o Barça perdeu a primeira partida das oitavas para o PSG por 4 a 0.

Aos 17:19 de cada tempo, a torcida organizada puxa o grito pela independência da Catalunha.
Aos 17:19 de cada tempo, a torcida organizada puxa o grito pela independência da Catalunha.

Estiveram no Camp Nou 56.605 espectadores, para ver Barcelona 6-1 Sporting de Gijón (onde o asturiano Luís Enrique começou a jogar).

Camp Nou, 01/03/2017. Quando está
Camp Nou, 01/03/2017. Quando está “vazio”, tem 56 mil pessoas!
Três vira...
Três vira…

Continuar lendo “Últimos capítulos da era Luis Enrique no Barça”