06 02 1958

  • Antes do amistoso em que o English Team venceu a seleção canarinho por 2 x 1 (belos gols de Rooney, Fred, Lampard), na reestreia de Felipão, Júlio Cesar e Ronaldinho Gaúcho, um minuto de silêncio lembrou as vítimas da tragédia de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, os 20 anos da morte (dia 24) de Bobby Moore, eterno capitão do West Ham United  e da seleção inglesa campeã do mundo em 1966, e os 55 anos da tragédia aérea de Munique, que matou quase que por inteiro um jovem e promissor time do Manchester United, treinado por Matt Busby (ele sobreviveu -como o atacante Bobby Charlton- pra remontar o time, que seria campeão europeu em 1968).
  • Munique, 6 de fevereiro de 1958. na volta de um jogo de campeonato europeu contra o Estrela Vermelha de Belgrado, 23 passageiros morreram, entre eles 8 jogadores e três funcionários do Man United. “Será sempre o dia mais triste da história do Manchester United”, diz a página do clube no Facebook, que mostra a foto abaixo.

    /www.facebook.com/manchesterunited
    http://www.facebook.com/manchesterunited

A página do Manchester City no Facebook também postou uma foto sobre a tragédia de Munique. Entre as vítimas do acidente, estava Frank Swift, um ex-goleiro do Manchester City, que trabalhava como jornalista em 58.

O ex-goleiro do City, Frank Swift, um dos nomes sempre lembrados em 6 de fevereiro. /www.facebook.com/mcfcofficial
O ex-goleiro do City, Frank Swift, um dos nomes sempre lembrados em 6 de fevereiro. /www.facebook.com/mcfcofficial

Como já mostraram o Futebol Marketing e o blog do Frederico Jota, outro rival do Manchester United, o Liverpool, publicou no Facebook um poster criado pelo designer do clube (@dianqamajaya) em homenagem às vítimas do acidente aéreo de Munique. Símbolos marcantes do Liverpool aparecem no desenho, como o pássaro que está no distintivo e a camisa do clube, e a frase “You´ll Never Walk Alone”, refrão do hino. O Liverpool disputa com o Manchester United a liderança do número de títulos ingleses. Isso dá uma ideia da rivalidade LFC x MUFC – e da grandeza dessa nobre homenagem.

Arte criada pelo designer do Liverpool, @dianqamajaya
Arte criada pelo designer do Liverpool, @dianqamajaya

O Manchester United era bicampeão inglês, com uma geração tão jovem – média de 22 anos – que recebeu o apelido de “Busby Babes”. Eram os meninos do técnico Matt Busby, que sobreviveu ao acidente, com muitos ferimentos. Outro sobrevivente, o atacante Bobby Charlton, foi um dos destaques da Inglaterra campeã do mundo em 1966, com a camisa 9 (Sir Bobby Charlton atuou também nos mundiais de 62 e 70).  A formação dos Busby Babes e a tragédia até hoje lembrada em Old Trafford são o tema de “United”, um drama feito para a BBC, que passou na “telly” em 2011 e no festival alemão de filmes sobre “fussball”, o 11mm, em 2012. Veja o trailer dentro do post.


  • Também vale clicar:

 

  1. Artigo sobre a tragédia no site do MUFC
  2. Página do Manchester United no Facebook
  3. Página do Liverpool no Facebook
  4. Página do Manchester City no Facebook
  5. Blog do Frederico Jota – sabe muito do futebol inglês – e mineiro, claro!
  6. Blog Futebol Marketing

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.