“I´m Forever Blowing Bubbles” ou o West Ham dá exemplo de como lembrar de um ídolo.

IMG_20130225_173308Já imaginava que o jogo West Ham vs Tottenham Hotspur, esta segunda-feira, pela Premier Lague, teria homenagens a Bobby Moore, capitão dos Hammers e da seleção inglesa em suas maiores conquistas, que morreu há 20 anos, de um câncer  no intestino (veja também post anterior).
O que eu não imaginava é que seriam tantas homenagens!!! A Fox Sports mostrou os herdeiros de Bobby Moore no gramado de Boylen Ground, um monte de netos correndo, imagem do eterno capitão no telão, os torcedores montaram painéis humanos, no minuto 6 de jogo houve uma celebração. Seis era o número da camisa dele.
O site e o Facebook do West Ham foram tomados pelas menções ao capitão. Para quem gosta de programas impressos de jogos (autênticas revistas, algo que é hábito lá fora e não pega aqui), como o nosso amigo na blogosfera do Futebol de Campo, aí vai a dica do programa especial em homenagem ao Bobby Moore, também disponível para baixar. São 100 páginas!

whufc.com
whufc.com

Um exemplo de como tratar os ídolos para os clubes brasileiros!
O título deste post é uma referência a uma canção americana de quase um século, que virou hino dos torcedores do West Ham: “I´m Forever Blowing Bubbles” – inclusive ela é cantada no filme Hooligans (Green Street Hooligans), com o ator Elijah Wood.
Bolhas sobrevoaram o gramado de Boleyn Ground na partidaça isolada da Premier League nesta segunda-feira. Noite de confronto entre West Ham United e Tottenham; o goleiro finlandês Jaaskelainen x Gareth Bale. Jogo disputadíssimo, com duas viradas, milagres do goleiro local e no fim vitória dos visitantes. Muito boa esta Premier League.
Continuar lendo ““I´m Forever Blowing Bubbles” ou o West Ham dá exemplo de como lembrar de um ídolo.”