Rolê do blog pelo Engenhão, numa semifinal de Taça Guanabara

image
Tive o prazer de conhecer o estádio olímpico João Havelange -o popular Engenhão- numa das semifinais da Taça Guanabara 2012: Botafogo e Fluminense decidiram uma vaga na final, enquanto o Vasco esperava “de camarote”.

Pena que o público presente mal tenha passado de 21mil torcedores (17 mil pagantes). Pouco para o Clássico Vovô, ainda mais numa semifinal da tradicional Taça GB. Certamente, reflexo da dificuldade de chegar e sair do Engenhão. Belo e moderno estádio, mas de acesso complicado pra quem não quer usar o trem.image

Quanto ao jogo, digamos que não teve assim o mesmo nível de uma partida do Barça ou de Champions League. Mas teve emoção com os dois gols do empate no segundo tempo e a decisão nos pênaltis. Loucura deixar Loco Abreu para bater o último. . . Praticamente recuou para Diego Cavalieri garantir o Flu na final do turno e da taça contra o Vasco, neste domingo, no mesmo bat-Engenhão.

image

5 comentários sobre “Rolê do blog pelo Engenhão, numa semifinal de Taça Guanabara

  1. Desconfio que o blogueiro está preparando um livro sobre estádios, o que certamente viria em boa hora !!!

  2. Não é má ideia, seu Domingos… é uma das minhas paixões, desde criancinha…
    Obrigado.

  3. O calendário não ajuda também, Thiago… Se as semifinais fosse num fim de semana, com certeza, o público seria muito maior. Agora, na quarta-feira de cinzas e na quinta? Com tanto joguinho ruim aos domingos?
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.