Seis anos do tri mundial do tricolor

Publicado em 18 de dezembro de 2011
“Pequena” flâmula do São Paulo Futebol Clube, que neste 18/12/2011 lembra o sexto aniversário do Mundial de Clubes de 2005, conquistado num heroico 1×0 contra o Liverpool de Gerrard e da “armada espanhola” de Rafa Benítez. Magnífica atuação do goleiro artilheiro Rogério Ceni, que no jogo mais importante de sua carreira cheia de recordes fez milagres debaixo das traves. E, como capitão, levantou a taça de campeão do mundo. Para tristeza do inglês Gerrard, cracaço de bola.
Mineiro, camisa 7, entrou para a história do São Paulo, ao marcar o gol do título.

Bola de Ouro do Mundial para Rogério Ceni

Ficha técnica da decisão
SÃO PAULO 1X0 LIVERPOOL
Local: estádio Internacional de Yokohama (Japão)
Juiz: Benito Armando Archundia (México)
Auxiliares: Arturo Velázquez (México) e Héctor Vergara (Canadá)
Cartões amarelos: Lugano.
Público: 66.821
Gol:Mineiro, aos 26min do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Fabão, Lugano e Edcarlos; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior; Amoroso e Aloísio (Grafite)
Técnico: Paulo Autuori.
LIVERPOOL: Reina; Finnan, Carragher, Hyypia e Warnock (Riise); Sissoko (Pongolle), Gerrard, Xabi Alonso, Luís Garcia e Kewell; Morientes (Crouch).
Técnico: Rafa Benítez.

Uniforme usado por Rogério Ceni na final, que esteve exposto recentemente no restaurante Copa, portão 5 do Morumbi
Bandeirão no dia em que o elenco voltou do Japão com o tri.

2 comentários sobre “Seis anos do tri mundial do tricolor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.