Partidazo!

Foi uma partidaça. 120 minutos de luta, raça, expulsões, emoção, boas jogadas, sim, e decisão nos pênaltis – a cara que o técnico argentino fez quando acabou a prorrogação… O Uruguai, que ficou com 10 em campo cedo, se segurou e também ameaçou, com grandes atuações de Forlán, Suárez, Lugano e, especialmente, Muslera. O jovem goleiro catou até pensamento no tempo normal, na prorrogação e, nos pênaltis, defendeu a cobrança de Tévez. E num 16 de julho como o de 1950, quando silenciou o Maracanã, a Celeste calou o estádio que os argentinos chamam de Cemitério de Elefantes. Terminou em Santa Fé o sonho argentino de ganhar a Copa América 2011 na sua casa. O Uruguai avança às semifinais, contra a seleção peruana, que eliminou a Colômbia. Um comentarista respeitado falava da Celeste desde antes da competição: o PVC.  É bom ficar de olho nessa camisa celeste. Sinônimo de garra, um tanto considerável de sorte, como no último Mundial, e de novo, bom futebol.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.