Futebol sem Fronteiras

Não precisa de campo, gramado, linhas, traves. Às vezes, nem bola tem, mas latinha, garrafa, tampinha, papel amassado. Em qualquer lugar do planeta, você pode encontrar gente “batendo uma bolinha”. O fotógrafo Caio Vilela registrou essas peladas nos 4 cantos do globo e  lança daqui a pouco “Futebol sem fronteiras – Retratos da bola ao redor do mundo” (Panda Books). O local é o Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu. Entre 15h e 16h, debate com Caio Vilela e o curioso/louco por futebol Marcelo Duarte. Tema: a popularidade do esporte em tantas culturas diferentes. E a partir de hoje, quem visitar o Museu do Futebol pode conferir a exposição temporária Ora Bolas! Futebol pelo Mundo, com 50 fotos de Caio Vilela em 26 países. Vai até 11 de abril.

Um comentário sobre “Futebol sem Fronteiras

  1. Opa, gostaria de te convidar para participar de uma rede de conteúdo, se tiver interesse me manda um email. Abraços Junior

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.