O 1º jogo de Grafite na seleção brasileira

Sem Luís Fabiano, a 9 do SPFC em 2005 chegou a ser usada por Grafite
Sem Luís Fabiano, a 9 do SPFC em 2005 foi usada por Grafite

SITE DA FIFA PUBLICOU ENTREVISTA COM Grafite EM 22/06/09 (clique).

Brasil 3, Guatemala 0. O jogo de despedida de Romário da seleção, num Pacaembu lotado, em abril de 2005, foi o primeiro de Grafite com a clássica camisa amarelinha. E o então atacante do São Paulo entrou aos 38´, exatamente no lugar de Romário. O baixinho já havia deixado o seu. Grafite fez o 3º gol do Brasil, no segundo tempo. Edinaldo Batista Libânio, rapaz de Jundiaí, teve seu apelido gritado pelo estádio. Era recente o episódio com o jogador do Quilmes. E estava jogando muito pelo São Paulo. E ele foi importante na campanha vitoriosa da Libertadores 2005. Quatro gols e 2 assistências. Clique para relembrar. GRAFITE NA LIBERTADORES 2005

  • Contra o Strongest, na Bolívia, Grafite -camisa9 -cruzou para Danilo fazer 1×0. O tricolor levou a virada, chegou a perder por 3×1. No fim do jogo, Grafite empatou, gol de cabeça. 3×3.
  • 09/03/05, São Paulo 4×2 Universidad de Chile. Passe de Danilo e Grafite fez o 4º gol.
  • 16/03/05, Quilmes 2 x 2 São Paulo. Grafite recebe passe de Mineiro e da entrada da área marca o 2º gol tricolor.
  • 13/04/05, São Paulo 3×1 Quilmes. É o jogo da confusão com os jogadores argentinos. Grafite foi expulso. Desábato, detido. Um episódio que Grafite prefere esquecer.
  • Cumpriu suspensão contra Universidad, no Chile.
  • 11/05/05, São Paulo 3×0 Strongest. Grafite dá lindo  passe para Luisão marcar o 2º gol (seu 26º na história da Libertadores). De peixinho, Grafite marca seu quarto gol na Libertadores 05.
  • Nas quartas de final, Grafite participou da jogada do 2º gol do tricolor contra o Tigres, nos 4×0 do Morumbi. Virou o jogo pra Cicinho, que acionou Luisão.  Foi o jogo em que Rogério marcou 2 de falta e perdeu um pênalti. E que Grafite sentiu o joelho. Operado, desfalcou o São Paulo até o segundo semestre. Contratado para substituir Grafite, Amoroso herdou a camisa 9 no restante da Copa.
  • Sem Grafite, o tricolor perdeu a invencibilidade no México, mas passou para as semifinais, contra o River. Duas vitórias.
  • Na grande final, 4×0 contra o Atlético Paranaense, Grafite chegou a invadir o campo -de calça jeans – para comemorar gol, quase mancando como um saci.

P.S. – Nesta terça-feira, 2 de março de 2010, Grafite entrou no lugar de Adriano durante o último amistoso oficial da Seleção antes da Copa do Mundo. E entrou muito bem, participando – com passe de letra – do segundo gol – e que golaço – de Robinho. Parabéns a Grafite e a todos seus fãs que entram aqui no blog! Valeu!!!!

Um comentário sobre “O 1º jogo de Grafite na seleção brasileira

  1. ele tem que ir para a seleção,
    dunga. ele e ronaldo juntos fazem um par de artilheiros
    que ninguem segura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.