Kaká diz arrivederci e jura amor ao Milan, assina com o Orlando City e será emprestado ao São Paulo.

image Kaká não é mais jogador do Milan. Hoje ele já se apresentou ao Orlando City, clube da Major League Soccer onde vai jogar a partir de janeiro de 2015. Até lá, será emprestado ao time que o revelou, o São Paulo – o empréstimo foi confirmado pelo site do Orlando City. Por amor ao Milan, Kaká disse que não vai mais jogar com a camisa 22. No Orlando, será o 10. No Brasileirão, deve voltar a vestir a 8 tricolor, que usou logo depois de explodir, no Rio-São Paulo de 2001. Por enquanto, quem joga com a 8 é o volante Souza e a 10 está com Paulo Henrique Ganso. Por coincidência, 8 era o número da camisa do técnico Muricy quando jogador do clube, nos anos 70. Do meio pra frente, o São Paulo ainda tem Alexandre Pato, Luís Fabiano, Osvaldo e Alan Kardec. Em 2013, Kaká foi o tema da terceira ilustração feita especialmente para o blog Fut Pop Clube pelo designer gráfico Lehel Kóvacs (antes, Lehel desenhou Ortega Seedorf aqui pro blog). Confira. Continuar lendo “Kaká diz arrivederci e jura amor ao Milan, assina com o Orlando City e será emprestado ao São Paulo.”

Villa NYC

Villa na Big Apple.

O #delantero espanhol David Villa, campeão europeu e mundial pela Roja, é o primeiro astro do novo NYCFC, parceria do NY Yankees com o Man City, que vai disputar a Major League Soccer a partir de março de 2015.

O atacante que jogou no Sporting Gijón, Zaragoza e no Valencia, antes de ser campeão da liga das estrelas pelo Barça (duas vezes) e agora pelo Atlético de Madrid ganhou um infográfico do site do novo time da Nova York. Boa sorte pro Guaje, que parece ser muito gente boa.

http://nycfc.com/
http://nycfc.com/

Continuar lendo “Villa NYC”

Um #VocêDecide pra escolher o escudo do novo time da Big Apple, o NYCFC.

http://www.nycfc.com/
http://www.nycfc.com/

O torcedor decide. O novo time de Nova York na Major League Soccer, a liga americana do “nosso” futebol, do “esporte bretão”, faz uma votação para escolher o distintivo. O NYCFC, parceria do NY Yankees (beisebol) e do Manchester City, entra na MLS no ano que vem. Veja abaixo as duas opções boladas pelo designer Rafael Esquer, detalhe por detalhe.

https://www.facebook.com/newyorkcityfc?fref=ts&rf=129438330591144
https://www.facebook.com/newyorkcityfc?fref=ts&rf=129438330591144

Continuar lendo “Um #VocêDecide pra escolher o escudo do novo time da Big Apple, o NYCFC.”

O Cosmos voltou!

284201_222717177765439_2035141_a
O mítico New York Cosmos (segundo e último time da carreira de Pelé, nos anos 70) está de volta ao futebol profissional, depois de 29 anos de ausência. A liga é a mesma em que o NY Cosmos ganhou cinco títulos entre 1972 e 1982, a NASL, North American Soccer League, embora hoje a Major League Soccer (MLS) seja a principal divisão do “nosso” futebol na terra do Tio Sam.  A reestreia é neste sábado, 3 de agosto, 7 da noite na costa leste (8 em BSB), contra os velhos conhecidos do Fort Laurderdale Strikers (vice-campeões em 1980 diante do Cosmos), no James M. Shuart Stadium, estádio da universidade Hofstra, em Hempstead, a leste de Manhattan. Tem capacidade para cerca de 15 mil torcedores. O Cosmos jogou nesse estádio nos anos 70, antes de usar o Giants Stadium.

ezthumb
http://www.nasl.com/

Tente ver o clássico da NASL aqui neste link.

A última partida entre NYC e FTL foi em 8/5/83, no Giants. Cosmos 3×2. Dois gols de Chinaglia, que era desafeto de Pelé, como mostra o excelente documentário “O Mundo a Seus Pés – A Extraordinária História do New York Cosmos – que já foi tema de post anterior. O Cosmos era uma espécie de Real Madrid dos anos 70, com um monte de galáticos.

O Cosmos pretende um dia disputar a Major League Soccer. Mas a criação do New York City FC, joint-venture entre o Manchester City e o time de beisebol New York Yankees, pode dificultar o sonho. O objetivo do NYCFC é entrar na MLS em 2015. Na região de N.York/New Jersey, a MLS já conta com o NY Red Bulls.   Continuar lendo “O Cosmos voltou!”

O Brasileirão fica apenas em 18º no ranking dos campeonatos nacionais de maior público!

Este slideshow necessita de JavaScript.

San-São fraco de público: nem 12 mil pessoas foram ao Morumbi ver o clássico São Paulo x Santos, num belo  domingo de sol. @futpopclube
San-São fraco de público: nem 12 mil pessoas foram ao Morumbi ver o clássico São Paulo x Santos, num belo domingo de sol. @futpopclube

A Pluri Consultoria divulgou a edição 2013 do seu ranking mundial de público nos estádios. A péssima notícia para quem gosta do Brasileirão é que nosso campeonato nacional conseguiu cair ainda mais, nas médias de torcedores por jogo. Na pesquisa anterior, com dados do Brasileirão 2011, nosso futebol ficou em 13º lugar, com média de 14.897 espectadores. No levantamento revelado hoje (10/07/2013), a média de público do BR-12 caiu 13%, para 12.971 pessoas – com 38 % de ocupação dos estádios, que não param de ser construídos no Brasil. A liga alemã, a cinquentona Bundesliga, continua a ser a dona da bola – e dos estádios mais cheios. Confira o top 10 dos campeonatos com maiores médias de público:

  1. Bundesliga: 42.646 torcedores. Taxa de ocupação dos estádios: 95%.
  2. Premier League inglesa: 35.921. Ocupação: 95%.
  3. La Liga espanhola:  28.616. Ocupação: 83%.
  4. Liga MX Apertura mexicana: 24.245. Ocupação: já cai para 53%.
  5. Série A italiana: 23.053. Ocupação: 62% – e a atual campeã do calcio, a Juve, já vendeu todos os bilhetes para a temporada 2013-14. Sold out!
  6. Eeredivisie holandesa: 19.737. Alta ocupação: 90%.
  7. Ligue 1 francesa: 19.191.; Ocupação: 68%.
  8. Major League Soccer americana: 18.845. Ocupação bem alta: 91%.
  9. Chinese Super League: 18.740. Ocupação baixa: 44%.
  10. Championship (segundona inglesa): 17.660. Isso mesmo, média de 17.660 nos tradicionais estádios da 2º divisão inglesa. Ocupação: 67% (muito acima da taxa brasileira).
Arte LAIS SOBRAL especial para o @Futpopclube | http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/
Arte: LAIS SOBRAL para o @Futpopclube | http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/

O Brasileirão (2012) despencou para o 18º lugar do ranking, atrás ainda da segundona alemã e dos principais campeonatos da Argentina, do Japão, da Turquia, da Rússia, da Ucrânia e… da Austrália, que subiu 35%! O estudo da Pluri leva em conta as últimas temporadas cheias dos campeonatos nacionais (aqueles que geralmente são em pontos corridos; com exceções).

Confira o ranking completo e mais detalhes da pesquisa neste link da Pluri Consultoria.

Você pode ajudar o seu clube a aumentar a média de torcedores. Saiba como neste post.

Veja aqui os detalhes sobre o ranking do ano passado.

Fonte da pesquisa:

http://pluriconsultoria.com.br/

http://pluriconsultoria.com.br/uploads/relatorios/pluri%20especial%20-%20Ranking%20Mundo%20publico%20campeonatos%202013.pdf

David Beckham, fut pop superstar!

Homenagem do Fut Pop Clube ao fut pop superstar inglês David Beckham, que está pendurando as chuteiras. Red Devil de família, depois de passar por Brimsdown Rovers de Londres e divisões de base do Tottenham Hotspur, Becks  assinou contrato com o time de coração. Estreou com 17 anos, em 23 de setembro de 1992, numa partida da copa da liga inglesa. Brighton 1×1 Manchester United. Em dois períodos, antes e depois de um empréstimo ao Preston North End, o camisa 7 foi titular do Man United 356 vezes, entrou outras 38 e marcou 85 gols, segundo o estupendo site Stretford End. O resto é história: seleção inglesa, o Real Madrid mais galático, o Los Angeles Galaxy, o Milan e o PSG, onde ganhou o último título da carreira.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um Bom Partido | Playing for Keeps

ImagemFilmes.com.br/
[Classificação: 12 anos ] ImagemFilmes.com.br/

Dica de ficção, vista pela seção Bola Na Tela aos 45 do segundo tempo, ou melhor, na última sessão antes de sair de cartaz no cinema do bairro. Um Bom Partido | Playing for Keeps [classificação: 12 anos, distribuído no Brasil pela Imagem Filmes] é uma comédia romântica dirigida por Gabriele Muccino (com roteiro de Robbie Fox), em que o soccer tem um papel considerável.
Gerald Butler vive George Dryer, um ex-goleador do Celtic com passagem pela Major League Soccer que tenta reconquistar a ex-mulher (Jessica Biel) e sonha com um emprego de apresentador em alguma ESPN. Acaba virando o treinador do time de futebol do filho e arrebata um time de mulheres, interpretadas por La Catherine Zeta-Jones, La Uma Thurman – ambas batendo um bolão – e uma ruivinha atiradíssima… No meio desse triângulo… não, quadrilátero amoroso, há muitas cenas da molecada jogando bola (times mistos, sim; guris e gurias, juntos) e referências a times e jogadores da MLS.
É Hollywood, sim. E é muito bem feito. Confira o trailer, com legendas em português.

Continuar lendo “Um Bom Partido | Playing for Keeps”