#Euro2016: a nova camiseta da Espanha, atual bicampeã. #LaRoja!

A Adidas apresentou hoje, na Ciudad del Fútbol de Las Rozas, perto de Madri, a a camisa que a seleção espanhola vai usar na França, para tentar o tricampeonato consecutivo da Eurocopa. Clássica, sem muita frescura, com um quê de retrô a camisa nova de #LaRoja. Gostei!

Camiseta nova da Espanha, modelo Euro 2016. adidas.
Camiseta nova da Espanha, modelo Euro 2016. adidas.

A seleção da Espanha começa a usar o novo kit nos amistosos contra Inglaterra e Bélgica. Depois de jogar toda de vermelho na decepcionante campanha no Brasil 2014, o calção volta a ser azul.

O capitão Casillas comandou até selfie com os bicampeões…
12193812_855730951189516_1791697446255502910_n
… e olha o resultado da foto, que o agora goleiro do Porto publicou na sua conta no Twitter.

//platform.twitter.com/widgets.js Continuar lendo “#Euro2016: a nova camiseta da Espanha, atual bicampeã. #LaRoja!”

Barça Supercampeão 2015. Contra um Super Sevilla.

O Barça de Luis Henrique já tinha um triplete. Champions, La Liga e La Copa (do Rei).
Agora tem a Supercopa da Uefa. E pode conquistar a Supercopa da Espanha (dois jogos contra o Athletic) e o Mundial de Clubes.

facebook.com/fcbarcelona
facebook.com/fcbarcelona

Não foi nada fácil ganhar esta Superccopa. Uma partida pra não esquecer.
Banega, de falta, abriu o placar pro Sevilla. Messi empatou e virou. De falta!
Rafinha completou jogada inteligente de Suárez. O uruguaio fez 4×1.
Acho que nem o torcedor mais vermelho do Sevilla poderia imaginar que os de Nervión fossem diminuindo, 4×2… 4×3… 4×4!

Pedro, que está mais fora que dentro do Barça, fez o gol da vitória, no finzinho da prorrogação. 5 a 4!

Um jogo pra guardar.

A Europa tem um grande supercampeão, o Barça.

E um Super Sevilla, bi/tetra campeão da Liga Europa. Bravo, Unai Emery. Boa sorte na Champions!

Continuar lendo “Barça Supercampeão 2015. Contra um Super Sevilla.”

Chelsea 2015-16. Rumo ao bi?

Chelsea 2015-16. Rumo ao bi?

Atualizado em 1º de setembro.

Depois de perder Drogba e Cech, o Chelsea, campeão inglês, anunciou outro grande reforço para tentar o bi inglês e a Champions de novo (pra quem acredita em superstição, voltou a ter um segundo uniforme branco). Pedro, ex-Barça. Lá, o rápido atacante entrava e correspondia, marcava gols importantes, como o que decidiu a Supercopa da Uefa, agora em agosto. O Chelsea está no grupo G da Champions, ao lado do Porto, Dynamo Kiev e do Maccabi Tel-Aviv.

Pedro deixa o Barça para trabalhar com Mouinho. IMAGEM: facebook.com/ChelseaFC
Pedro deixa o Barça para trabalhar com Mouinho. IMAGEM: facebook.com/ChelseaFC

11011782_10153575343922259_8168572666133639789_o

  • > Chegam > Pedro Rodriguez (atacante, Espanha, ex-Barça), Radamel Falcao Garcia (El Tigre, que estava no Man United, foi emprestado pelo Monaci, agora pro Chelsea),  Nathan (ex-Atlético Paranaense, emprestado pro Vitesse), Asmir Begović (goleiro, ex-Portsmouth), Danilo Pantić (comprado do Partizan e emprestado ao Vitesse), Abdul Rahman Baba (Augsburg), Papy Djilobodji (Nantes). Michael Hector foi comprado do Reading, mas continua por lá até a virada do ano.

//platform.twitter.com/widgets.js

  • < Saíram <: Cuadrado (emprestado à Juve), Petr Cech (foi pro Arsenal), Filipe Luís (voltou pro Atlético de Madrid), Drogba (Montreal Impact, da Major League Soccer), Kakuta (Sevilla), Josh McEachran (Brentford). Victor Moses foi emprestado ao West Ham. Dominic Solanke, Isaiah Brown e Lewis Baker foram emprestados para o Vitesse.  Tomáš Kalas foi emprestado ao Middlesbrough, Andreas Christensen pata o Borussia Mönchengladbach, Marco van Ginkel pro Stoke City. Christian Atsu pro Bournemouth. Mario Pašalić pro Monaco. Patrick Bamford para o Crystal Palace. O brasileiro Lucas Piazon (voltou do Eintracht Frankfurt e foi de novo emprestado ao Reading, da segunda divisão inglesa).
  • Outros brasileiros: Oscar, Ramires, Willian.
  • Outras estrelas (muitas): o ótimo goleiro Courtois, o capitão John Terry, Cahill,  Fàbregas, Hazard, o artilheiro Diego Costa (jogador de Seleção Espanhola nascido no Brasil), Matic, Azpilicueta, Cuadrado (pode sair) etc.
  • Técnico: the special one, José Mourinho.
  • O elenco dos blues, de 1 a 37:

1 – Asmir Begovic
2 – Branislav Ivanovic
4 – Cesc Fabregas
5 – Kurt Zouma
6 – Nathan Ake
7 – Ramires
8 – Oscar
9 – Radamel Falcao
10 – Eden Hazard
11 – Juan Cuadrado (emprestado à Juve)
12 – John Mikel Obi
13 – Thibaut Courtois
14 – Bertrand Traore

17 – Pedro
18 – Loic Remy
19 – Diego Costa
20 – Victor Moses (emprestado aos Hammers)
21 – Nemanja Matic
22 – Willian
24 – Gary Cahill
26 – John Terry
27 – Jamal Blackman
28 – Cesar Azpilicueta
29 – Nathaniel Chalobah
34 – Ola Aina
35 – Dominic Solanke
36 – Ruben Loftus-Cheek
37 – Jake Clarke-Salter

  • Uniformes: Adidas. Agora com novo patrocinador.

    Home kit: camiseta principal do Chelsea 15-16
    Home kit: camiseta principal do Chelsea 15-16
A segunda camisa do Chelsea para 2015-16. Branca como a do título europeu de 2012.
A segunda camisa do Chelsea para 2015-16. Branca como a do título europeu de 2012.

Continuar lendo “Chelsea 2015-16. Rumo ao bi?”

Barça 2015. Modelo 2016.

Barça 2015. Modelo 2016.

Atualizado em agosto de 2015

Dani Alves, camisa 6. Douglas, 2.
Dani Alves, camisa 6. Douglas, 2.
Luis Henrique pediu e a junta gestora aprovou a contratação, que pode ser desfeita caso o novo presidente do Barça não queira Arda Turan.
Luis Henrique pediu e a junta gestora aprovou a contratação, que pode ser desfeita caso o novo presidente do Barça não queira Arda Turan.

Arda Turan – ídolo do Atleti – já é do Barça por 35 milhões de euros e mais 7 mi em variáveis. O meio-campo turco só pode jogar no novo time a partir de janeiro de 2016, como o reforço anterior, Aleix Vidal.

  • > Chegam > (a partir de 2016): Arda Turan, Aleix Vidal.
  • < Saíram < Xavi (Al Sadd), Pedro (Chelsea), Deulofeu (Everton), Montoya (Inter de Milão), Afellay (Stoke City).

Continuar lendo “Barça 2015. Modelo 2016.”

A primeira taça do Barça de #Lucho e do tridente Messi, Suárez e Neymar – sobretudo Messi!

lliga
Esta é a taça da Liga espanhola, que o Barcelona conquistou pela 23ª vez nesta temporada 2014-15, com uma rodada de antecipação. 1×0 no Calderón do Atlético de Madrid, onde o Barça vinha encontrado dificuldades nas últimas temporadas. Messi, 41 vezes Messi. “Infinito Messi”, escreveu José Sámano no El País.

La Liga de Messi“, manchetou o Marca, que é de Madri.

¡¡¡ Campeones!!!, festejou o Sport, de Barcelona.

Alirón del Barça de Messi“, destacou o AS.

¡Qué grandes campeones! – manchete do Mundo Deportivo.

Sétimo título do Barça nas últimas 11 ligas espanholas. Sétima La Liga de Messi e a primeira de Neymar e Suárez, que  formam um tridente formidável.
É o primeiro título de Luís Henrique como treinador. Como jogador, o asturiano ganhou La Liga três vezes. Uma com o Real Madrid em 94-95 e depois Lucho mudou de lado e foi bicampeão pelo Barça, 1997-98 e 1998-99.
É a primeira de uma série que pode chegar até a seis copas este ano.
Continuar lendo “A primeira taça do Barça de #Lucho e do tridente Messi, Suárez e Neymar – sobretudo Messi!”

A primeira Supercopa de Neymar e Tata Martino.

Decisão é (quase) sempre assim. Nervos à flor da pele, jogadores à beira de um ataque de nervos, jogo truncado, muitas faltas, marcadas, inventadas e não marcadas.
Se faltou gol, não faltou luta na decisão da Supercopa espanhola entre o poderoso Barcelona (ainda se acertando com Tata Martino) e o bravo Atlético de Madrid de Simeone.  E apesar do domínio de bola do Barça, o Atleti teve algumas das mais cristalinas chances com bola rolando, paradas pelo goleiro do Barça. Não é à toa que o site do diário esportivo “As”, de Madri, manchetou: “A Supercopa de Valdés”. Pena que o “portero” blaugrana não apareça no banner divulgado pelo clube nas redes sociais (abaixo). Merecia.

Cadê o Valdés?
Iniesta, Neymar, Cesc, Messi, Piqué, Dani Alves supercampeões. Mas … cadê o Valdés? IMAGEM: https://www.facebook.com/fcbarcelona

Achei legal que o Daniel Alves não entrou na pilha do seu conterrâneo Filipe Luís e ao invés de revidar mais asperamente às entradas violentas, jogo bola. Parabéns aos brasileiros do Barça. O gol de empate Neymar no Vicente Calderón acabou sendo o gol do título. Continuar lendo “A primeira Supercopa de Neymar e Tata Martino.”

Barça, 22 vezes campeão da liga das estrelas

Primeiro escudo do Barcelona
Primeiro escudo do Barcelona

Alirón, alirón, el Barça és campeón!

DSC01953 (2)“Alirón” com 3 rodadas de antecipação na liga espanhola. O Espanyol deu uma ajudinha involuntária ao rival regional. Com o empate entre Espanyol e Real Madrid (1×1), o Barcelona agora de Tito Vilanova entra em campo neste domingo no Vicente Calderón já como campeão da temporada 2012/2013 da Liga BBVA. É o quarto título de liga do Barça em cinco anos; o sexto nos últimos 10. Devemos ter o “pasillo”, um corredor em que os jogadores campeões passam aplaudidos por um corredor dos atletas adversários, no caso, do Atlético de Madrid. E “alirón”, que diabos é isso? Um termo que veio de Bilbao, terra do Athletic, e sua origem não começa nos campos de futebol, mas nas minas. Quando os trabalhadores achavam mineral, gritavam “All iron, all iron”. Os trabalhadores locais adaptaram: “alirón, alirón”. E isso foi parar no futebol. Do País Basco (que recebeu muita influência da Inglaterra, a terra dos inventores do futebol) e de toda a Espanha (outra acepção diz que o “alirón” vem de um termo hispano-arábico, “al´ilan”, que quer dizer proclamação). Continuar lendo “Barça, 22 vezes campeão da liga das estrelas”