Um Brasileirão de livros

o alviverde imponentecapafla400o time da fielgalo ED269

SPFCcamisa13

Última rodada das dicas de livros recomendados pelo colecionador Domingos D´Angelo, criador do MemoFut, grupo que estuda memória e literatura de futebol.
Hoje, só livros sobre clubes de futebol. Muitos são das coleções Camisa 13, da Ediouro, e Ídolos Imortais, da Maquinária.
Com a palavra, Domingos D´Angelo: “Sobre clubes, temos os livros da Editora DBA que ainda consegue se encontrar”.
Corinthians, Paixão e Glória, do jornalista Juca Kfouri.

Palmeiras, a Eterna Academia, do jornalista Alberto Helena Júnior.

São Paulo- Saga de um Campeão, do escritor Ignácio de Loyola Brandão.

Santos, um Time dos Céus, de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta.

“E os dois da Editora Mercado Aberto, do Ruy Carlos Ostermann”.

Até a Pé Nós Iremos – Grêmio

Meu Coração é Vermelho – Sport Club Internacional

“Não se pode esquecer a coleção Camisa 13, inicialmente da DBA e agora da Ediouro. São 12, faltou o do Vasco.”

Corinthians – É preto no branco, de Washington Olivetto e Nirlando Beirão.

Páginas Heróicas-Onde a imagem do Cruzeiro Resplandece, de Jorge Santana.

Bora Bahêeea! – A História do Bahia Contada Por Quem a Viveu, de Bob Fernandes.

Atlético Mineiro – Raça e Amor – 2ª edição, de Ricardo Galuppo, pela Ediouro.

Botafogo – Entre o Céu e o Inferno, do jornalista Sérgio Augusto, pela Ediouro.

Flamengo-O Vermelho e O Negro – 2ª edição do jornalista e escritor Ruy Castro, Ediouro.

FluCamisa13Fluminense – A breve e gloriosa história de uma máquina de jogar bola, do jornalista e produtor musical Nelson Motta.

Grêmio – Nada pode ser maior, de Eduardo Bueno.

Internacional – Autobiografia de uma paixão, de Luis Fernando Veríssimo.

Palmeiras – Um Caso de Amor – 2ª edição, do escritor Mario Prata.

Santos – Dicionário Santista – 2ª edição, de José Roberto Torero, Ediouro.

são paulo ediouro.com.brSão Paulo-Dentre os Grandes És o Primeiro, de Conrado Giacomini [imagine se o Marco Aurélio Cunha escrevesse um livro sobre o tricolor. É mais ou menos por aí].

“Numa mistura de biografias e clubes, temos a coleção recente da editora Maquinaria, Ídolos Imortais”.

Os Dez Mais do Flamengo, de Roberto Sander.

Os Dez Mais do Corinthians, de Celso Unzelte [leia post anterior].

Os Dez Mais do Palmeiras, de Mauro Beting [leia post anterior].

Os Dez Mais do Fluminense, também de Roberto Sander. [leia mais – acaba de sair o volume sobre os craques do Internacional. Vem aí os do São Paulo e do Botafogo]

PentaTri-A história dos cinco tricampeonatos cariocas do Flamengo (leia trecho), de Paschoal Ambrósio Filho, também é da Maquinária.

“Sobre clubes, os dois mais recentes foram escritos pelo Orlando Duarte”.

Corinthians o Time da Fiel, de Orlando Duarte e João Bosco Tureta, pela Companhia Editora Nacional.

Palmeiras – O Alviverde Imponente, de Orlando Duarte, também pela Companhia Editora Nacional.

LEIA MAIS DICAS DE Domingos D´Angelo:

Copa de Livros.

Seleção de livros sobre o escrete canarinho.

Biografias e mais biografias.

Corinthians, 99

FielGente com camisa do Corinthians no trabalho, bandeira do Corinthians na janela, bandeira do Corinthians estendida no carro. Tem jogo hoje? Não, não. Muitos corintianos lembraram  do 99º aniversário do time de coração. Na contagem regressiva para o centenário do clube do Parque São Jorge, começa uma série de lançamentos, como “Fiel 100 anos”, de Lázaro Simões Neto, o Lalau, “sobre a torcida que tem um time”. Já algum tempo nas estantes, existe o livro do Celso Unzelte para a coleção Ídolos Imortais, da Maquinária Editora, Os Dez Mais do Corinthians. Na opinião do 0001-22júri de ilustres corintianos consultados para o livro do Unzelte, os “10 mais” são: o goleiro Gylmar, os laterais Zé Maria e Wladimir, os meias Luizinho, Sócrates, Neto, Marcelinho Carioca e Rivellino e os atacantes Baltazar (“cabecinha de ouro”) e Cláudio Pinho. Uma proposta aos amigos leiitores corintianos. Na sua opinião, quais são os 11melhores jogadores da história do alvinegro?

“Os Dez Mais do São Paulo”

Rogério Ceni: entre "os 10 mais" da história do S.Paulo, no livro da coleção Ídolos Imortais FOTO divulgação VIPCOMM
Rogério Ceni: entre "os 10 mais" da história do S.Paulo, no livro da coleção Ídolos Imortais FOTO divulgação VIPCOMM
Noite de autógrafos: quarta, 9/12, na Saraiva do Morumbi Shopping

Vem aí o livro sobre os Ídolos Imortais do São Paulo, da Maquinária Editora. E  “Os Dez Mais do São Paulo“, eleitos por um conselho de notáveis tricolores, são… TCHAN TCHAN TCHAN… Rogério Ceni, Roberto Dias, Dario Pereyra, Bauer, Pedro Rocha, Raí, Careca, Leônidas da Silva, Serginho Chulapa e Canhoteiro ! Texto de Arnaldo Ribeiro, editor-chefe da revista “Placar” e comentarista da ESPN Brasil. Roberto Sander, editor da coleção Ídolos Imortais, que escreveu os volumes sobre Flamengo e Fluminense, informa que  o livro “Os Dez Mais do São Paulo” deve sair em outubro ou novembro. Imperdível!

Listas são sempre polêmicas, mas como em outros volumes da série, é importante ressaltar que foi feita uma votação, a lista não saiu da cabeça do autor ou da editora.  Um lance legal da escolha dos “10 mais” – e não de um “onze” completo – é que da para “escalar” um monte de atacantes, sem preocupações defensivas! Sonho de todo torcedor!

E pra você, são-paulino, quem são os 10 mais tricolores que viu jogar?
O curioso é que 7 desses ídolos tricolores já foram personagens principais de outros livros. Confira aqui. Continuar lendo ““Os Dez Mais do São Paulo””

“Os dez mais do Internacional”

coloradoManga, Figueroa, Oreco, Carpegiani, Falcão, Valdomiro, Carlitos, Tesourinha, Claudiomiro e Fernandão. Esses são “Os dez mais do Internacional“, segundo os colorados que participaram da votação do próximo livro da coleção Ídolos Imortais, da Maquinária. Uma escolha bem ofensiva, com atacantes do Rolo Compressor, o ponta Valdomiro, Claudiomiro (autor do primeiro gol no Beira-Rio) e Fernandão. Com Manguita Fenômeno e Figueroa lá atrás, Carpegiani e Falcão no meio, fica fácil… Segundo o site Futebooks, o livro estará disponível em 8 de setembro.

11 perguntas para Mauro Beting

Fut Pop Clube entrevista um cracaço do texto criativo, cronista esportivo de opinião respeitada mesmo sem esconder sua preferência clubística (ou talvez por isso mesmo). O jornalista Mauro Beting comenta futebol na rádio e  TV Bandeirantes, tem programa no canal pago Band Sports (Beting e Beting, com o pai, Joelmir), escreve coluna no diário Lance!, atualiza seu blog no Lancenet, colabora para revistas como a Fut, também do Lance!, e outros sites, dá aulas, agora brinca de DJ…

O livro do Mauro Beting

Em março, Mauro lançou o livro Os Dez Mais do Palmeiras [saiba quem são os 10 e quem escolheu ] (coleção Ídolos Imortais, Maquinária Editora). E entre um jogo e outro, ainda encontrou um tempinho para conversar via e-mail com Fut Pop Clube. Na rede, Copa do Mundo, Seleção, Dunga, violência das torcidas, ídolos imortais, música. Dividi as 11 perguntas em 3 posts, numa formação 4-3-3. Atrás da defesa que ninguém passa, claro, Oberdan Cattani ou SÃO Marcos.

1) Fut  Pop Clube – A um ano da Copa do Mundo, já tem seleção se garantindo na África do Sul. Você somaria a Espanha, campeã da Euro, à lista de usuais favoritos? Copa das Confederações serve de referência ou não?

Mauro Beting – Primeiramente, como diria Vicente Matheus, um prazer trocar ideias contigo, Lima. A Espanha está sempre entre as favoritas a ser a primeira das favoritas a ser eliminada. Mas, desta vez, numa Copa sem favoritos destacados, num continente “neutro”, é a maior favorita. A Copa das Confederações ajuda para saber quem será a maior decepção no ano seguinte. O que é normal: a Copa não diz quem é o melhor time do mundo por 4 anos. Mas quem foi o melhor daquele mês.

2) Fut Pop Clube – Quando chegarmos perto do 11 de junho de 2010, estará de novo nas ruas, no ar, a pátria de chuteiras, a corrente pra frente, aquele clima de Copa?Está na hora de pegar menos no pé do Dunga?

Mauro Beting –  Está. Ele não é o Felipão, não é o Luxemburgo. Mas também não é mais um qualquer. São três anos melhores que a encomenda até agora. Quanto ao espírito de Copa, também pela Seleção que não ajuda, não será o clima que foi em 2006. Uma pena. Então, que a Seleção surpreenda. Se é que existe “surpresa” em uma boa participação brasileira em Mundial.

3) Fut Pop Clube – Você vai a estádios. Parte das torcidas que fazem aquele espetáculo bonito dentro dos estádios, apoiando os times, é parte das facções que brigam, vandalizam, ferem e matam nas ruas? Acha que a proposta de torcida única em jogo de alto risco é solução?

Mauro Beting – Torcida única institucionaliza a intolerância. Nem em tempos de guerra – como agora – pode e deve ser adotada. É atestado da incompetência da (falta) de autoridade. A esmagadora maioria das torcidas organizadas é gente boa. Mas a gente ruim está ligada 171% a ela. Uma lástima que as uniformizadas acabaram desuniformizando os estádios e as cidades. Pior ainda quando torcem mais por elas mesmas que pelos clubes. Ainda pior quando se tornam profissionais, como as grandes que vivem dos clubes, e vivem ganhando dinheiro com tudo.

4) Fut Pop Clube – Brasileirão que não para com jogo da seleção…Partidas decisivas de Copa do Brasil e Libertadores na mesma data… o calendário do futebol brasileiro precisa mudar?

Mauro Beting –  Muda para muito melhor se for adaptado ao europeu, evitando a sangria dos clubes durante o Brasileirao. Os treinadores são obrigados a trocar motores com o avião em andamento – e  trocam turbinas por hélices. Além disso, 23 datas para os estaduais é demais para tão pouco futebol. É muito jogo para pouca bola.

SÃO Marcos! FOTO: Fabio Menotti
SÃO Marcos! FOTO: Fabio Menotti
5) Fut Pop Clube Entre os  10 mais do Palmeiras e do seu livro, estão dois goleiros. Dois pegadores de pênaltis. Oberdan Cattani e Marcos. Até o dia que o seu livro fechou, SÃO Marcos catou 31 pênaltis, Já são 34, impressionante. É igual a imensa importância dos dois para a história do Palestra / Palmeiras?

Mauro Beting – É demais. O Palmeiras, desde Oberdan, ou mesmo desde Jurandyr, é uma academia de goleiros. Raros os anos em que não esteve bem protegido. Difícil explicar o porquê.

* A e-entrevista com Mauro Beting segue nos 2 posts abaixo.

Ídolos imortais do Flu

Marcos Carneiro de Mendonça, Castilho, Félix – goleiros. Pinheiro, zagueiro. Romeu e Telê Santana, pontas. Orlando Pingo de Ouro, Valdo e Assis, atacantes. E o meia Rivellino! 10 mais do FluEsses são os eleitos por jornalistas para o livro Os Dez Mais do Fluminense, escrito por Roberto Sander. Mais um da coleção Ídolos Imortais, da Maquinária Editora. Saiba mais sobre alguns desses ídolos tricolores e outros também no site oficial do Flu. Leia sobre outros títulos da coleção: https://futpopclube.wordpress.com/?s=%C3%8Ddolos+Imortais

Livro: “Os Dez Mais do Palmeiras”

O livro de Mauro Beting
O livro de Mauro Beting

Nesta segunda-feira literária, o jornalista Mauro Beting lança o seu “Os Dez Mais do Palmeiras” (Maquinária Editora, coleção Ídolos Imortais). Para eleger o seleto grupo de craques alviverdes, o livro teve os votos de feras: Antero Greco, Claudio Carsughi, Joelmir Beting, Lucas Neto, Maurício Noriega, Paulo Bonfá, PVC, Roberto Avallone, Soninha e Ugo “Boleiros” Giorgetti.

E os dez mais da vida do Palmeiras escolhidos para o livro de Mauro Beting são: Marcos, Oberdan Cattani, Djalma Santos, Luís Pereira, Fiúme, Dudu, Jair Rosa Pinto, Ademir da Guia, Julinho e Evair.

A coleção Ídolos Imortais, da Maquinária Editora, já abordou Flamengo e Corinthians.  Vem aí volumes sobre Fluminense, São Paulo, Botafogo, Inter, Grêmio,Vasco, Santos, Cruzeiro e Galo.

Enquanto você aguarda o livro sobre o seu clube, você pode dizer quais são, na sua opinião, os 10 mais da vida do seu time de coração. É só entrar aqui na página de comentários.