“História (do penta) em quadrinhos”

didi
O site do Estadão começou a contar “História (do penta) em quadrinhos“. Casos reais envolvendo personagens dos cinco títulos mundiais do Brasil foram quadrinizados. Na primeira HQ virtual, Didi, o gênio da folha-seca, líder do escrete campeão em 1958, se vê em apuros. Rubens Paiva e Eduardo Asta assinam a  quadrinização; Daniel Franco responde pelos desenho e cores; a pesquisa e o roteiro são do jornalista Fábio Soares, do blog amigo Futebol de Campo. Maneiro!

Próximas quadrinizações: Garrincha (Copa de 1962), Gerson (1970), Ricardo Rocha (1994) e Ronaldo & Rivaldo (2002). Continuar lendo ““História (do penta) em quadrinhos””

“Veneno Remédio – O Futebol e o Brasil”

Logo cedo, recebi a dica de seu Domingos D´Angelo, do Memofut, grupo que discute literatura e memória do futebol: o belíssimo texto de José Miguel Wisnik sobre as opções do futebol brasileiro, em especial da seleção, numa edição especial do caderno “Aliás”, “Travessia 2012/2013”, no “Estadão” deste domingo.

Assino embaixo a recomendação do amigo do Memofut. Vale a pena ler “Um espectro à procura da bola”, de José Miguel Wisnik – compositor, ensaísta e professor de Literatura Brasileira (clique aqui para ir à página no “Estadão”, acesso livre).

Pra quem gostar do toque de bola refinado de Wisnik, posso recomendar a leitura do livro  “Veneno Remédio – O Futebol e o Brasil” (Companhia das Letras, 2008).

companhiadasletras.com.br/
Companhia das Letras

Continuar lendo ““Veneno Remédio – O Futebol e o Brasil””

Quanto vale o $eu time? (2009)

Publicado em 28/12/2009

Deu no esporte do Estadão deste domingo. A reportagem Marcas que valem uma fortuna (link aqui) mostra um estudo da Crowe Horwath RCS sobre o valor da marca de cada um dos 12 maiores clubes do país. Segundo a reportagem, a Crowe Horwath RCS leva em consideração torcida, receitas, marketing, estádio, bilheteria e mídia. Flamengo, Corinthians e São Paulo lideram o ranking, com valores acima de 500 milhões de reais. O Palmeiras vem em quarto, com 420 milhões. Inter e Grêmio disputam mais um Gre-Nal- no entanto, com cifras bem abaixo dos 4 líderes desse ranking. Colorado, 231 milhões; tricolor, 214. Num patamar abaixo, Cruzeiro (139) , Santos (135), Vasco (122). Depois, Fluminense, 109. Botafogo, 97. E supresa, o Atlético Mineiro (clube de massa, sempre liderando rankings de público nos campeonatos) aparece apenas em 12º, com 92 milhões de reais, segundo o estudo.

Esse ranking e os valores dos novos patrocínios de camisas que circulam por aí (Flamengo, R$28 milhões; Corinthians, até R$60 milhões, somando todos os patrocínios) me fez lembrar uma conversa de jornalistas-torcedores semana passada. Será que com essa concentração de renda, o Brasileirão (que já teve 14 campeões diferentes desde 1971) tende a ser dominado por três, quatro, cinco grandes clubes? Será que a lista dos campeões ficará mais restrita ao fechado clube dos que hoje são hexa (São Paulo, Flamengo), tetra (Corinthians, Palmeiras, Vasco) ou tri (Inter)? Com um Cruzeiro, Grêmio ou Santos beliscando de quando em vez? De maneira geral -e vamos ver como o Vasco vai se comportar em 2010-, são esses 8 ou 9 times que estão sempre brigando pelas vagas para a Libertadores. O que você acha?
Continuar lendo “Quanto vale o $eu time? (2009)”

Dois reis, uma coroa

Muito boa a charge de Leo Martins, da seção Sinais Particulares, página 2 da edição deste sábado do Estadão. Debaixo da coroa (parte do distintivo do REAL Madrid), dois reis da bola (alguém pode achar melhor dizer príncipes da bola, já que ainda não ganharam Copa do Mundo como titular): Kaká e Cristiano Ronaldo. Será que vai dar certo? Combinaram com Raúl, xodó da torcida do Madrid? Pessoalmente, acho que a aquisição do português diminui o impacto da contratação do brasileiro.

Manchester United confirma que aceitou a oferta de  80 milhões de libras(!) pelo avançado português nascido no Funchal,Ilha da Madeira.  Pelo Manchester, Cristiano Ronaldo estreou em 16/08/2003, num 4×0 sobre o Bolton. O  Stretford End, site de estatísticas do ManUtd, informa que o camisa 7 fez 244 jogos como titular, entrou durante 48 jogos e marcou 118 golos pelos Red Devils (veja alguns).