Bate-pronto com PVC, autor de “Bola Fora”

pvc novo livroEle comenta um monte de jogos e participa de vários programas dos canais ESPN (como Loucos por Futebol) e rádio Eldorado-ESPN. Atualiza blog. Escreve duas colunas semanais na Folha de S.Paulo: uma aos domingos  e outra na segunda, essa com a prancheta do PVC. PVCO jornalista Paulo Vincius Coelho acaba de lançar o livro Bola Fora, sobre o exôdo dos jogadores brasileiros.  Prontamente, cedeu a seguinte entrevista.
FUT POP CLUBE – No final do capítulo 3 de “Bola Fora”, você escreve que a venda de Zico para a Udinese, em 83, foi o “gol com que a Europa fechou o placar do jogo contra o Brasil”. O que dizer em 2009, quando o Brasil exporta 34  jogadores e jogadoras para o Vietnã, 13 para Angola, 11 pra Tailândia e por aí vai?

Paulo Vinicius Coelho – São situações diferentes. Hoje o Brasil exporta todo mundo. Naquele tempo, não exportava. A partir do caso Zico, do caso Falcão, de Júnior, Cerezo… A situação mudou. Foi o ponto de partida para chegarmos ao nível em que estamos.

NA SEQUÊNCIA, PVC FALA DE CALENDÁRIO, COPA DO MUNDO, RIO SEM MARACA E JORNALISMO ESPORTIVO. Continuar lendo “Bate-pronto com PVC, autor de “Bola Fora””

1992. O último Paulistão que Telê ganhou.

Canhoto de bilhete da final do Paulistão 92
Canhoto de bilhete da final do Paulistão 92

O Paulistão de 92 foi decidido justamente pelos dois grandes que ficaram fora da final agora em 2009. O São Paulo comandado por Telê Santana teve que passar pelo Palmeiras já patrocinado pela Parmalat para ser bicampeão paulista. No primeiro jogo, em 5 de dezembro, um espetáculo, comandado especialmente por Raí – fazendo jus ao refrão “Raí, Raí, o terror do Morumbi”, com 3 gols – e Cafu (“terror do Pacaembu” no grito de torcida), um gol e atuação decisiva. São Paulo 4×2 no  Palmeiras (que já tinha Mazinho, César Sampaio, Zinho, Evair e um certo Cuca…). No intervalo de 2 semanas entre os dois jogos, o tricolor foi ao Japão e voltou com seu primeiro Mundial Interclubes, derrotando o Dream Team do Barça (aí são outros 500 posts…) Continuar lendo “1992. O último Paulistão que Telê ganhou.”