A Bola de Prata do ano em que perdemos Michel Laurence.

Marcelo Grohe, Marcos Rocha, Rafel Tolói, Gil e Zé Roberto; o chileno Aránguiz, Lucas Silva, Paulo Henrique Ganso e Ricardo Goulart; Diego Tardelli e o peruano Guerrero. Esta é a seleção do Brasileirão 2014, de acordo com o prẽmio Bola de Prata, concedido pela revista Placar e pelos canais ESPN. Ricardo Goulart levou a Bola de Ouro como melhor jogador do campeonato.

Barcos e Fred, a Chuteira de Ouro da temporada 2014. O atacante do Flu ainda ganhou uma Bola de Prata como artilheiro do Brasileirão.

Continuar lendo “A Bola de Prata do ano em que perdemos Michel Laurence.”

Kaká. Até logo?

FOTO: Rubens Chiri / saopaulofc.net
FOTO: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Ele não foi o melhor do Brasileirão 2014, talvez não tenha sido nem o do São Paulo no campeonato, mas ninguém duvida que o time do aniversariante do domingo, Muricy Ramalho, foi um antes de Kaká e outro depois da estreia do camisa 8. Como Ganso e Pato (pelo menos até as contusões) melhoraram! Faltou fôlego ao tricolor para chegar mais perto do Cruzeiro, campeão na antepenúltima rodada, mas o time do Morumbi garantiu o vice e uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores, obsessão tricolor (sorteio dos grupos nesta terça-feira). Só que Kaká não estará mais. Depois da partida contra o Sport na Arena Pernambuco, na última rodada, o ex-Milan e Real Madrid vai jogar no Orlando City. A segunda despedida do Morumbi foi bem mais emocionante do que a primeira, em 2003, quando tomou o rumo do Milan, numa época que alguns coxinhas vaiavam o craque revelado no Morumbi. Minoria!

A festa “volta logo, Kaká” só não foi completa porque outro ídolo da casa, de contrato renovado, pisou feio na bola, e deu o gol de empate ao Mazola, do Figueirense – que aliás poderia ter vencido a partida. Ê Rogério!

Por falar no capitão eterno do São Paulo, confesso que fiquei surpreso com a festança que a torcida fez, antes do jogo deste domingo, na praça Roberto Gomes Pedrosa (aliás, nome de um ex-goleiro tricolor), para receber o time e celebrar o fico de Rogério. Olha que 4 dias depois de uma eliminação de Copa Sul-Americana, hein?

Continuar lendo “Kaká. Até logo?”

Flâmulas da rodada

DSC03268 Flâmula do Cruzeiro
Flâmula do Cruzeiro

Flâmula do Cruzeiro, justíssimo campeão brasileiro pelo segundo ano seguido, faltando ainda duas rodadas para o fim do BR 2014. Bi tetra. A Raposa ganhou a Taça Brasil de 1966 e o primeiro Brasileirão da era dos pontos corridos, em 2003. Ano em que ganhou a sua tríplice coroa. Estadual, Brasileirão e Copa do Brasil.

Para repetir a tríplice coroa também em 2014, o Cruzeiro precisa superar uma vantagem de 2×0 do arquirrival. Garantia de emoções na quarta-feira, no Mineirão, numa histórica final nacional entre os dois grandes de Minas. Uma final que valoriza o formato da Copa do Brasil. E que mostra que há espaço para os dois formatos. Brasileirão por pontos corridos e Copa do Brasil em sistema mata-mata.

Parabéns, Cruzeiro! Incrível a marca de Dagoberto, campeão brasileiro pela quinta vez. Primeiro, em 2001, pelo Atlético Paranaense. Depois, Dagol foi bicampeão pelo São Paulo, em 2007 e 2008, e agora bi pelo Cruzeiro.

Continuar lendo “Flâmulas da rodada”

E o troféu Osmar Santos vai pro …

Atualizado

DSC03268 Flâmula do Cruzeiro
Flâmula do vencedor do Troféu Osmar Santos 2014

Rodada 17 do Brasileirão 2014. Faltam duas jornadas para terminar o turno e o atual campeão, o Cruzeiro, pode comemorar o título simbólico do primeiro turno (campeão de inverno?) – e o troféu que o diário Lance! oferece ao melhor time da primeira metade do campeonato nacional. Apenas em 2008, 2009 e 2012 o vencedor do Osmar Santos não foi também o campeão brasileiro da temporada.  Continuar lendo “E o troféu Osmar Santos vai pro …”

E o Grêmio chamou Felipão de volta.

Uma ferradura para Feilpão. Imagem da página do Grêmio no Face :https://www.facebook.com/MeuGremio
Uma ferradura para Feilpão. Imagem da página do Grêmio no Face :https://www.facebook.com/MeuGremio

Um dia depois de Ronaldinho Gaúcho dizer adeus ao Atlético Mineiro, do clube que revelou o R10 (ou R49 do começo no Galo) veio outra notícia bombástica.

O Grêmio contratou Luiz Felipe Scolari! Certamente pensou (com coração) no campeão da Copa do Brasil 1994, campeão da Libertadores 1995, do Brasileirão 1996 contra a Lusa e do Gauchão do mesmo ano. Não no Felipão que tomou de 7×1 da Alemanha, praticamente sem ação, no Mineirão (e dez mil gremistas foram dar carinho ao ídolo).

Neste momento em que preciso de um abraço, de um carinho, eu sei que o Grêmio é esse time” – Luiz Felipe Scolari.

  • >IN>: Luiz Felipe Scolari (ex-técnico da Seleção), Giuliano (o ex-colorado estava no ucraniano Dnipro), Fernandinho (ex-Atlético Mineiro), Matías Rodriguez, Fellipe Bastos (Vasco)
  • <OUT<: Kleber (Vasco), Léo Gago (Bahia), Wendell (Bayer Leverkusen), Yuri Mamute (Botafogo), Canavésio.
  • Estrelas da companhia: Barcos, Marcelo Grohe, Rodolpho, Maxi Rodríguez, Zé Roberto.
  • Estádio: Arena do Grêmio

    www.facebook.com/fanpagearenapoa
    http://www.facebook.com/fanpagearenapoa
  • Uniformes: feitos pela Topper

    Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “E o Grêmio chamou Felipão de volta.”