“The Liverpool Supporter’s Book”

Atualizado em junho de 2019

Desde a fundação, em 1892 (!), o Liverpool FC teve apenas 22 técnicos, até o atual, Jürgen Klopp (número que alguns clubes brasileiros devem atingir em menos de uma década). É uma das saborosas informações do livro inglês “The Liverpool Supporter’s Book”, Carlton Books, 2010, terceira edição de 2017), de John White, que curiosamente também escreveu um volume semelhante sobre o Manchester United, grande rival do Liverpool pela soberania (oops!) das taças na Inglaterra. Ambos livros foram encontrados pelo blogueiro numa livraria da Barra da Tijuca, no período da virada de 2018/19, enquanto os fãs da Premier League se divertiam com as rodadas próximas ao Boxing Day.

O décimo-primeiro técnico dessa lista foi Bob Paisley, herdeiro de Bill Shankly, todo um mito em Anfield (um dos portões leva seu nome, tem estátua e tudo). Paisley treinou o Liverpool que conquistou seis campeonatos ingleses, três copas da liga, três Copas/Ligas dos Campeões, uma Copa da Uefa e uma Supercopa europeia.
Continuar lendo ““The Liverpool Supporter’s Book””

Na próxima Premier League, um caçulinha veterano!

15271835_1413881975312229_4057729162999693931_o
Escudo do Huddersfield Town, via Face oficial do clube: facebook.com/htafcdotcom/

Este é o distintivo do Huddersfield Town, que ao vencer o Reading nos pênaltis na final do play-off de acesso, se somou ao Newcastle e ao Brighton & Hove Albion entre as novas camisas da Premier League 2017-18. Os #terriers têm história na elite do futebol inglês antes da Premier League (criada em 1992).

O Huddersfield Town Association Football Club, fundado em 1908, foi tricampeão inglês (de primeira divisão) entre 1923-24 e 1925-26. Mas de 1971-72 até agora andou pela segunda, terceira e até quarta divisões. Os terriers foram treinados por Herbert Chapman, o inventor do sistema WM, bicampeão com o Huddersfield e também com o Arsenal, e três décadas depois por Bill Shankly, ídolo e estátua no Liverpool.
A Premier League saudou o Huddersfield Town como a 49ª equipe a participar da competição – considerando a liga criada em 92. O Brighton também é “caçula” neste formato.

Abaixo, os 49 clubes que disputaram a Premier League desde a temporada 1992-93, incluindo os dois “caçulas” (em negrito os que vão participar da próxima temporada).

  1. Arsenal
  2. Aston Villa – 7 vezes campeão inglês, continua na Championship (segundona), pra tristeza do baixista Geezer Butler
  3. Barnsley – continua na segunda divisão.
  4. Birmingham City – também disputa a segundona
  5. Blackburn Rovers – agora rebaixado para a League One (terceira divisão)
  6. Blackpool – agora promovido para a League One
  7. Bolton Wanderers – acabou de ser promovido para a Championship
  8. Bournemouth
  9. Bradford City – está na League One (terceirona)
  10. Brighton & Hove Albion
  11. Burnley
  12. Cardiff City -hoje disputa a segundona
  13. Charlton Athletic – em grave crise, disputa a League One (terceirona)
  14. Chelsea
  15. Coventry City – agora rebaixado para a League Two, a terceirona
  16. Crystal Palace
  17. Derby County – está na segundona (Championship)
  18. Everton
  19. Fulham – continua na Championship
  20. Huddersfield Town
  21. Hull City – rebaixado agora para a Championship
  22. Ipswich Town – também na segunda divisão
  23. Leeds United – continua na Championship
  24. Leicester City
  25. Liverpool
  26. Manchester City
  27. Manchester United
  28. Middlesbrough – rebaixado para a Championship
  29. Newcastle United – de volta!
  30. Norwich City – está na Championship
  31. Nottingham Forest – o bicampeão europeu permanece na Championship, e olha, tem que agradecer, porque quase caiu!
  32. Oldham Athletic – disputa a League One (terceirona)
  33. Portsmouth -promovido para a League One
  34. Queens Park Rangers – continua na Champioship (segunda divisão)
  35. Reading – permanece na Championship
  36. Sheffield United – o time de coração do def leppard Joe Elliot foi promovido para a Championship
  37. Sheffield Wednesday – vai ter clássico na Championship!
  38. Southampton
  39. Stoke City
  40. Sunderland – rebaixado para a Championship
  41. Swansea City
  42. Swindon Town -agora rebaixado para a League Two, a terceirona
  43. Tottenham Hotspur
  44. Watford
  45. West Bromwich Albion
  46. West Ham United 
  47. Wigan Athletic – agora rebaixado para a League One
  48. Wimbledon – está na League One (terceirona)
  49. Wolverhampton Wanderers – o time que conta com a torcida do vocalista Robert Plant hoje disputa a segundona

Continuar lendo “Na próxima Premier League, um caçulinha veterano!”

Livro de 2014: “A Rainha de Chuteiras – Um Ano de Futebol na Inglaterra”, de Marcos Alvito.

https://www.facebook.com/editoraapicuri
https://www.facebook.com/editoraapicuri

Um antropólogo carioca – “Flamengo até morrer” – passou um ano no Reino Unido para fazer sua pesquisa sobre a paixão do inglês pelo futebol. O professor Marcos Alvito viu jogos até da Nona Divisão, amadora, mas conseguir ingresso para uma partida de Premier League que é bom, ah, você pode imaginar, isso é missão quase impossível. Tanto que numa de suas “voltas olímpicas” em torno dos estádios,  quase que como um reconhecimento do terreno, o pesquisador foi confundido com suspeito de terrorismo, parado e revistado pela polícia. Por outro lado, conseguiu entrar em jogos da Premier League para acompanhar o trabalho da Football Police Unit. Viu partidas no meio da galera – como a da torcida mais à direita dos estádios da Inglaterra, talvez do mundo.
O resultado dessa temporada do flamenguista Marcos Alvito na terra que inventou o Football Association é o livraço  A Rainha de Chuteiras – Um Ano de Futebol na Inglaterra (Apicuri Editora), que saiu em 2014. Ele é doutor em Antropologia e dá aula de História na UFF, mas o que gente lê é uma grande reportagem, em crônicas informativas e bem humoradas sobre esse ano que deve ter sido muito proveitoso para um apaixonado por futebol. A saber, Marcos Alvito trata da temporada 2007-2008, em que o Manchester United – então com o artilheiro Cristiano Ronaldo- foi campeão inglês e europeu, com o Chelsea vice nas duas competições. Mas vale demais a pena para quem  se interessa pelo futebol inglês. Muitas vezes com notas de rodapés explicando ou atualizando informações. Continuar lendo “Livro de 2014: “A Rainha de Chuteiras – Um Ano de Futebol na Inglaterra”, de Marcos Alvito.”