Livro: “À Sombra de Gigantes”

Livro: “À Sombra de Gigantes”

Madri. Paris. Londres. Berlim. Lisboa. Cinco dos principais destinos turísticos na Europa. E mais: Munique, Hamburgo, Roterdã, Turim e Glasgow. Em 50 dias, o jornalista Leandro Vignoli, gaúcho de Canoas, acompanhou os jogos de treze clubes especiais, em 10 cidades, de 8 países europeus. O foco não eram os grandes como Real Madrid, PSG, Arsenal, Chelsea, Bayern ou Juve. Mas sim aqueles que lutam para sobreviver, “À Sombra de Gigantes – Uma Viagem ao Coração das Mais Famosas Pequenas Torcidas do Futebol Europeu” – título e subtítulo do livro recém-lançado por Vignoli.

facebook.com/asombradegigantes/

É interessante, bem escrito e tem muita informação. Os ídolos, a história dos clubes, os estádios, os bairros, o perfil dos torcedores, os rivais. Cada capítulo, um time: St. Pauli, Union Berlin, Munique 1860, Fulham, Millwall, Leyton Orient, Queen’s Park (Escócia), Sparta Rotterdam, Rayo Vallecano, Espanyol, Belenenses, Torino e Red Star, de Paris. Ou seja, a viagem de Leandro Vignoli (com muitas horas de ônibus, hospedagem em hostel e dale fast food, pra economizar) é a trip dos sonhos de quem usa a hashtag “Ódio Eterno ao Futebol Moderno” e qualquer louco por futebol alternativo. Com uma pergunta em mente. Por quê? Por que torcer para times que nunca ganham títulos, ou não ganham há muito tempo?

Continuar lendo “Livro: “À Sombra de Gigantes””

St. Pauli no G20

St. Pauli no G20

Quem se interessa pelos clubes fora do “G20” do futebol internacional, sabe que o FC Sankt Pauli, de Hamburgo, é o time mais rock and roll e politizado do planeta bola. Na semana em que lançou seus novos uniformes para a 2. Bundesliga, a segunda divisão do futebol alemão, o St Pauli ofereceu 200 lugares para hospedar entre quinta-feira e sábado manifestantes contra o encontro do G20 da economia mundial. Foi uma decisão da diretoria do St Pauli contra uma proibição de acampamentos na cidade que recebeu os manda-chuvas da Terra. A direção do St. Pauli também publicou um comunicado em que defendeu todas as formas de manifestação pacífica, criativa e barulhenta. E criticou as ações da polícia e restrições a manifestações. Vale a pena ler (aqui, em inglês). 

Continuar lendo “St. Pauli no G20”

FC St. Pauli no #CasualFootball #9

Este slideshow necessita de JavaScript.


Quantos times de futebol têm a honra de ser homenageados por músicos de outros países? Um dos poucos é o FC St. Pauli, do distrito de mesmo nome da cidade de Hamburgo, que tem disputado a segunda divisão alemã. E o “Casual Football”, programa de futebol no You Tube dos parceiros Pedro Tattoo e Clayton Fagundes, fez na sua edição camisa 9 um especial sobre o time mais rock and roll do mundo. Woo-hoo! Clique aí!

Muito bacana esse nono “Casual Football”  ao som de AC/DC, Blur, da banda italiana de ska Talco etc.
Créditos dentro do post:
Continuar lendo “FC St. Pauli no #CasualFootball #9”

Sobe!

Saudamos o Parma e o Dynamo Dresden pelos recentes acessos. Pena que ainda não para a elite do futebol italiano e alemão.

Este slideshow necessita de JavaScript.


O Parma faliu há um ano, pra tristeza dos boleiros do mundo todo que lembram do timaço dos anos 90. Com média de 8,3 mil torcedores/jogo (fonte: Trivela) hoje Parma Calcio 1913 pegou o elevador da Serie D italiana, amadora, para a terceirona, a Lega Pro. Boa sorte! Que chegue logo na Serie A.

Futebol alemão – De novo a fonte é a Trivela: vinte e sete mil espectadores de média, e na terceira divisão! É o Dynamo Dresden, que está subindo da terceirona para a segundona na Alemanha. Vai ser ótimo quando voltar à primeira Bundesliga, totalmente carente de clubes do lado da antiga Alemanha Oriental, mais pobre. Mas não menos fanática! Continuar lendo “Sobe!”

#RefugeesWelcome: as torcidas alemãs e do Celtic deram um belo exemplo, na crise dos refugiados.

Peço perdão pelos dias de atraso, mas não posso deixar em branco essa demonstração de solidariedade. Na rodada do fim de semana, torcedores de times como Borussia Dortmund, Werder Bremen, Bayern, St.Pauli (este bravo clube da segunda divisão da Bundesliga) e do Celtic usaram faixas de apoio aos refugiados que chegam – ou tentam chegar – à Europa.

Antes, o Borussia já tinha levado 220 refugiados – na faixa! – ao Signal Iduna Park para ver a partida contra o Odds Ballklubb, pela Liga Europa.

#RefugeesWelcome : 220 ganharam ingressos para ver jogo do Borussia na Europa League: facebook.com/BVB/
#RefugeesWelcome : 220 ganharam ingressos para ver jogo do Borussia na Europa League: facebook.com/BVB/

Continuar lendo “#RefugeesWelcome: as torcidas alemãs e do Celtic deram um belo exemplo, na crise dos refugiados.”

Retrô: Munique 1860. TSV München 1860.

Retrô: Munique 1860. TSV München 1860.

20150626_162131-1
Camisa do Munique 1860 de temporadas atrás (2008-09 ?), quando o #trikot do TSV 1860 München era confecionado pela fábrica Erima. Cortesia do Laio pro acervo FutPopClube!

  • Esta semana, a Macron, atual fornecedora do 1860, lançou os uniformes do time azul de Munique para 2015-16 de maneira criativa e inusitada.  Confira no post anterior.

Continuar lendo “Retrô: Munique 1860. TSV München 1860.”

Olha como a Macron lançou a nova camisa do Munique 1860 (o TSV 1860 München).

Olha como a Macron lançou a nova camisa do Munique 1860 (o TSV 1860 München).

A Macron lançou com muito estilo o novo uniforme 1 do Munique 1860 (TSV 1860 München), o rival municipal do Bayern.  Um grafite no alambrado do campo de treinamento do 1860. Boa!

Fotos: facebook.com/macronsports
Fotos: facebook.com/macronsports

Este slideshow necessita de JavaScript.


O Munique 1860, campeão alemão em 1966, está na 2. Bundesliga, a segunda divisão do futebol tetracampeão mundial. E olha, foi por muito pouco que os rivais do Bayern não foram parar na terceirona. Continuar lendo “Olha como a Macron lançou a nova camisa do Munique 1860 (o TSV 1860 München).”