Cartão vermelho. Para a violência no futebol.

Terror no Canindé e na zona leste de Londres. As imagens da violência no estádio do West Ham United (e dentro de campo!) e as notícas de ameaças de homens armados a jogador da Portuguesa, na mesma terça-feira, dão argumentos para quem não gosta de futebol — e espantam os admiradores que ainda gostam de frequentar estádios. Por outro lado, não chegam a surpreender.  OPINIÃO DO BLOG

Há alguns dias eu estive no Canindé, na torcida visitante (Vasco) e tive uma sensação de insegurança. Naquele sábado, a delegação vascaína reclamou de agressões. Nada aconteceu com a Portuguesa ou com o estádio. Ontem, depois de nova derrota da Lusa em casa, os alvos de ameaças foram pessoas que trabalham para a Portuguesa (ou trabalhavam, porque Renê Simões pediu o boné). Vão punir alguém?

No caso da Copa da Liga Inglesa, a rivalidade entre os rivais do leste de Londres, West Ham e Milwall, é tão conhecida que já foi tema de filme (Hooligans, citado por PVC em entrevista ao blog) e havia mil policiais no batente. E olha que o West Ham vencia por 3×1. Por que seus torcedores invadiram o campo? Tem que ter punição – inclusive para os clubes. Sem isso,novos hooligans continuarão aprontando.

Como diria o âncora de TV, é-uma-v e r g o-n h a!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.