Canção do América

Fut Pop Clube em rede com a Coluna de Música

Brasil está vazio na tarde de domingo. Olha o sambão… “

Da coleção de José Cássio Erbist, que ficou na expo Mania de Colecionar, no Museu do Futebol, em 2011.

A rodada deste fim de semana deveria ser toda dedicada ao compositor Fernando Brant (9/10/1946-12/06/2015). Torcedor e conselheiro do América Mineiro, frequentador do Independência, Brant morreu na sexta-feira. O Coelho decretou luto, publicou nota de pesar, fez minuto de silêncio na partida de ontem, contra o CRB, e todos os jogadores usaram camisas com o nome do letrista nas costas e ainda um trecho da música ‘Travessia’ (“Quando você foi embora fez-se noite em meu viver”). No intervalo do jogo, que terminou com a vitória do time de coração do compositor, teve leitura de um texto de pesar e de despedida, e rolou o hino não oficial do América, escrito por Fernando Brant.

Meu coração é verde e branco/
E assim, o jogo está em minhas mãos/
Sou americano, sim, desde menino/
Eu grito é gol, é gol, é gol/
Para sempre vou viver cantando/
É do América, o meu coração/
É do América, o meu coração…”

Brant foi coautor com o cruzeirense Milton Nascimento da essencial “Aqui é o País do Futebol”, gravada pelo próprio Bituca, Wilson Simonal, Elis Regina, Pedro Lima etc… É um dos golaços da seleção brasileira de música. “Aqui é o País do Futebol”, brilhou na trilha sonora do filme “Tostão, A Fera de Ouro”.

http://www.flickr.com/photos/cinefoot
http://www.flickr.com/photos/cinefoot

Quatro canções feitas para o documentário foram lançadas em compacto duplo de vinil na  época (1970). E entraram como bonus tracks nas edições mais recentes do disco “Milton”, também de 1970.

Só com Milton, foram mais de 200 parcerias, como “Travessia” e “Canção da América”. Ambos foram sócios-fundadores do movimento Clube da Esquina.
Continuar lendo “Canção do América”

Futebol é mais que um jogo: slogan do CINEfoot 2013, em cartaz até terça-feira em São Paulo.


Destaco aqui os filmes desta terça-feira no Espaço Itaú de Cinema | Augusta (Rua Augusta, 1.475 e 1.470 – Metrô: Consolação) – última rodada do CINEfoot em Sã Paulo este ano. Entrada grátis, sujeita à lotação da sala. Chegue bem antes.

  • 19h30
  1. Sessão extra do documentário “Os Rebeldes do Futebol”, produção francesa de 2012, dirigida por Gilles Perez e Gilles Rof. Eric Cantona é uma espécie de âncora desse filme engajado, que tem Sócrates, Drogba, Caszely, Pasic e Mekloufi entre os personagens. Não saia da sala antes de terminarem os créditos!8951279967_dbf603fce0
  • 21h30
  1. HOMENAGEM: ANA AZEVEDO E JORGE FURTADO
  2. HOMENAGEM: TOSTÃO
  3. HOMENAGEM: CORINTHIANS X SANTOS – 100 ANOS
  4. BARBOSA, sensacional curta de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo sobre o lance decisivo do Mundial de 1950, no Maracanã (produção gaúcha de 1998) 

    Antonio Fagundes em cena do genial curta "Barbosa" : http://www.flickr.com/photos/cinefoot
    Antonio Fagundes em cena do genial curta “Barbosa” http://www.flickr.com/photos/cinefoot
  5. TOSTÃO, A FERA DE OURO, doc de Paulo Laender e Ricardo Gomes Leite (MG/RJ, 1970). A trilha sonora é do cruzeirense Milton Nascimento!

    http://www.flickr.com/photos/cinefoot
    http://www.flickr.com/photos/cinefoot

O festival CINEfoot começa um giro pelas seis cidades da Copa das Confederações. Acompanhe aqui neste link. É o CINEfoot Tour.
Texto completo dentro do post.

Continuar lendo “Futebol é mais que um jogo: slogan do CINEfoot 2013, em cartaz até terça-feira em São Paulo.”

Milton Nascimento, 70 anos

Fut Pop Clube em rede com a Coluna de Música

Embora não seja fanático por futebol, Milton Nascimento é torcedor do Cruzeiro. O  Fut Pop Clube e a Coluna de Música aproveitam o aniversário do “Bituca” para lembrar de um dos golaços da seleção brasileira de música: “Aqui é o País do Futebol”, tabelinha Milton / Fernando Brant, regravada por um monte de gente boa, brilhou na trilha sonora do filme “Tostão, A Fera de Ouro”. Quatro canções feitas para o documentário foram lançadas em compacto duplo de vinil na  época (1970). E entraram como bonus tracks nas edições mais recentes do disco “Milton”, também de 1970, inclusive na que está nas bancas agora, na série da Abril Coleções. Vale a pena ouvir de novo! Continuar lendo “Milton Nascimento, 70 anos”