Real Madrid é penta, no ano de CR7.

Real Madrid
Flâmula do Real Madrid, pentacampeão mundial de clubes. Os ‘blancos’, que venceram a chamada Copa Intercontinental em 1960 (contra o Peñarol), 1998 (Vasco) e 2002 (Olimpia), ganharam o Mundial de Clubes da Fifa em 2014 (contra o San Lorenzo) e agora em 2016, ao derrotar o Kashima Antlers na prorrogação. 4-2.

Terceiro título madridista em 2016 (ganhou Champions e Supercopa da Uefa). Ano de Cristiano Ronaldo, que ainda conquistou a Euro com Portugal, e a Bola de Ouro (“France Football”) – hoje foi mais uma vez decisivo, ao marcar um triplete em Yokohama.

Mas o destaque do torneio foi o Kashima Antlers (campeão japonês) dirigido por Masatada Ishii. Soube vencer o Atlético Nacional,campeão da Libertadores, por 3×0, é verdade que beneficiado por uma jogada (mal) decidida com ajuda de vídeo. Definiu a semifinal no segundo tempo, com rápidos contra-ataques. Continuar lendo “Real Madrid é penta, no ano de CR7.”

#Campion5: um novo Barça das cinco copas.

IMG_20151220_233354
http://www.fcbarcelona.com/

Pela ordem da arte no canto direito superior da imagem acima: La Liga (campeonato espanhol), La Copa (Copa do Rei), a orelhuda (Champions), Supercopa da Uefa e, neste domingo, o Mundial de Clubes, o terceiro do clube. O Barça da era Luis Enrique ganhou cinco taças em 2015 (só perdeu a Supercopa da Espanha pro Athletic).

É o mesmo número de copas pintadas de azul e grená em 2011, com Guardiola, e na temporada 1951/52, quando Kubala e cia ganharam espanhol, Copa do Rei, Copa Latina (disputada pelos campeões das ligas espanhola, francesa, italiana e portuguesa), Copa Eva Duarte (embrião da Supercopa de Espanha) e Copa Martini Rossa. Em 2009, o Pep Team ganhou tudo. Seis copas.

Palmas pra este novo Barça das 5 copas, com Messi, Suárez e Neymar ligados, assim fica difícil para qualquer time sul-americano.

Palmas também pro River Plate, que caiu de pé. Uma tática algo suicida, talvez, mas corajosa.

Suárez levou os prêmios de artilheiro e melhor jogador.

Uma taça especial deveria ser dada à torcida dos “millonarios”. Mesmo com o 0x3 na cabeça, não pararam de cantar um segundo.
Continuar lendo “#Campion5: um novo Barça das cinco copas.”

‘Club Atlético CON Libertadores de América’: Ciclón campeón!

Flâmula do San Lorenzo
Flâmula do San Lorenzo

Flâmula do Club Atlético San Lorenzo de Almagro, campeão da Libertadores 2014, com a benção papal. Você sabe, Jorge Bergoglio, o Papa Francisco, é torcedor #ciclón… Sócio do clube pelo menos desde 2008… E esse papo de santo no clube já vem de um século… O nome do clube fundado em 1908 homenagea um padre.
Diziam que as inciais do clube, CASLA, significavam Club Atlético SEM Libertadores de América. Pois bem: o próprio Twitter e o site do clube azulgranasanlorenzo.com.ar/, aproveitaram a conquista inédita para brincar com o escudo do #ciclón: o CASLA virou CACLA. Club Atlético CON Libertadores de América.

http://www.sanlorenzo.com.ar/
http://www.sanlorenzo.com.ar/

Continuar lendo “‘Club Atlético CON Libertadores de América’: Ciclón campeón!”

A era Alex Ferguson

www.facebook.com/manchesterunited
http://www.facebook.com/manchesterunited
http://www.facebook.com/manchesterunited
http://www.facebook.com/manchesterunited

19 de maio de 2013. Última rodada da Premier League 2012/13. O Manchester United – campeão antecipado – visitará o West Bromwich Albion. Será a última partida oficial de Alex Ferguson como técnico dos Red Devils. Ele decidiu se aposentar.

Pensei muito nessa decisão e não foi nada fácil. É a hora certa (de parar).

Sai por cima. Quando Sir Alex assumiu, em 1986, o Brasil não era nem tetracampeão do mundo e Messi não tinha nascido. E o Liverpool era o maior campeão inglês. 16 x 7 contra o ManUtd. Com Ferguson, o United virou: 20×18.
Dá para imaginar um técnico  comandar um time brasileiro por 27 anos?
O site Stretford End mostra as estatísticas do “manager”. Até 8 de maio, foram 1.498 jogos, 894 vitórias, 337 empates. 267 derrotas.
Títulos? “Apenas” 38.
Continuar lendo “A era Alex Ferguson”

Corinthians grande – campeão do mundo!

Evolução dos distintivos do Timão. www.corinthians.com.br
Evolução dos distintivos do Timão. http://www.corinthians.com.br

O gigante Cássio, o peruano Guerrero, o técnico Tite e companhia alvinegra entraram para a história dos maiores ídolos de um bando de loucos.
Campeão brasileiro em 2011, campeão invicto da Libertadores 2012, o Corinthians é o novo campeão mundial de clubes. Bicampeão, levando em conta o Mundial disputado em 2000 no Brasil.
Passou sufoco no primeiro tempo. Cássio se consagrou.
No segundo tempo, em jogada de Paulinho e do essencial Danilo, o recém-chegado Paolo Guerrero (autor do gol na semifinal contra o Al Ahly) entrou de vez para a galeria dos ídolos da Fiel. O final teve um pouco do drama e do sofrimento que os corintianos estavam acostumados até essa fase dourada. Conquista incontestável e mais do que merecida. Parabéns.  Continuar lendo “Corinthians grande – campeão do mundo!”