20 anos da grande vitória do Dream Team do Barça

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em 20 de maio de 1992, o Barcelona do técnico Johan Cruyff conquistou a Copa dos Campeões da Europa, ao derrotar a Sampdoria por 1×0 em Wembley, gol do holandês Koeman, na prorrogação. Foi o primeiro dos quatro títulos máximos europeus do Barça, na última edição do rico torneio continental interclubes com o nome de Copa dos Campeões (Taça dos Campeões em Portugal).  A partir da temporada 1992/93, a competição se chamaria Champions League.
Esta semana, os 20 anos da grande conquista da equipe “blaugrana” conhecida como Dream Team foram lembrados no Troféu Joan Gamper, que leva o nome do suíço que fundou o Barcelona. A Sampdoria (que está de volta à Série A italiana) venceu por 1×0 o mistão dos donos da casa, no dia seguinte da primeira rodada da liga espanhola, e três dias antes da Supercopa de Espanha 2012, que Barça e Real Madrid começam a decidir nesta quinta-feira, no Camp Nou. Então, em 2012, a Samp levou o troféu de verão para a linda Gênova.
Em 1992, deu Barça. Que jogou com o segundo uniforme, laranja (na pose já como campeão, aparece de azul e grená)e entrou para a história com Zubizarreta, Nando, Koeman, Ferrer, um certo Pep Guardiola (depois Alesanco), Eusebio, Bakero, Rodriguez, Salinas (depois Goikoetxea), Laudrup e Stoitchkov. A Samp, de branco, tinha jogadores como Pagliuca, Vierchowod, Toninho Cerezo, Lombardo e Viali.
Continuar lendo “20 anos da grande vitória do Dream Team do Barça”

Campions del Món 2011: Barça, bicampeão mundial

fcbarcelona.cat

“Banderín” (flâmula) do Fútbol Club Barcelona, que neste domingo conquistou mais uma copa para sua galeria de títulos (confira rolê do blog pelo Museu do Barça). São treze taças na era Guardiola. Com o 4×0 sobre o Santos do jovem Neymar, campeão da Libertadores, os blaugranas, atuais campeões da Europa e tricampeões da Espanha, levantaram o Mundial de Clubes – o segundo do Barça (que já havia vencido em 2009).
Impactante a maneira avassaladora como o Barça começou a final, com seu costumeiro domínio da posse de bola (nos 90 minutos, 71% ! ), velocidade, contundência e vontade de ganhar o Mundial. Resultado: matou o jogo na primeira etapa. Messi, Xavi e Fàbregas praticamente definiram a partida. 3 a 0 nos primeiros 45 minutos.
Quando o Santos acordou, era tarde.
Messi ainda fez mais um. 4×0.

Parabéns à torcida do Santos, que não deixou de apoiar o time. Deu show em Yokohama. Continuar lendo “Campions del Món 2011: Barça, bicampeão mundial”

Cinco vezes Barça


Merece.
Flâmula do aniversariante do dia (111 anos de fundação). O Barcelona acaba de golear o arquirrival Real Madrid por 5 a 0, no Camp Nou.
Maior derrota da carreira do técnico José Mourinho. Mais uma goleada no grande clássico.
O clube blaugrana passa na frente dos blancos e assume a liderança da liga espanhola, na 13ª de 38 rodadas.
Os jornais esportivos de Barcelona vibram: Continuar lendo “Cinco vezes Barça”

Supercampeões na Espanha e Itália


Flâmulas da Internazionale, supercampeã italiana, e do Barcelona, supercampeão na Espanha, ao “remontar” pra cima do Sevilla, campeão da Copa do Rei. No primeiro jogo, o Sevilla fez 3×1. Hoje, o Barça pagou com juros e correção: 4×0 – com hat-trick (3 gols) de Messi. Vai começar tudo outra vez… Continuar lendo “Supercampeões na Espanha e Itália”

Barça x Inter: quem vai a Madri?

Foi mais um espetáculo de Messi, SuperMessi, “Díos del Fútbol”, de outro mundo, como vibrou a imprensa esportiva da Espanha (Barcelona e Madri!) em outra oportunidade, quando o melhor do mundo marcou “apenas” três gols. Contra o bom time do Arsenal, o argentino marcou quatro, fora o show.  2×2 semana passada, mais 4×1 hoje. Placar agregado: 6×3. O Barcelona segue no caminho de Madri. Destino: estação Santiago Bernabéu, 22 de maio.

No meio do caminho, há uma barreira chamada Internazionale, de José Mourinho, Júlio César, Lúcio, Cambiasso, Sneijder… Eto´o…  A Inter despachou o CSKA (2×0 no placar agregado) e volta a uma semifinal da Liga depois de 7 anos.

Vários desafios: o cracaço argentino contra a parede brasileira, Barça x Inter, campeões espanhóis contra italianos, Guardiola x Mourinho, Ibra x Eto´o… e como se não bastasse, podemos ter ainda um confronto entre irmãos: os argentinos Gabriel e Diego Milito. Gabi, defensor azulgrana. Diego, atacante nerazzurri.

Visca Barça

O campeão de tudo na Europa poderia dar adeus à Liga dos Campeões. Tinha 5 pontos em 4 jogos. Jogaria sem Messi e Ibrahimovic contra a Inter de Milão, neste complicado Grupo F da Champions. Mas o que se viu – especialmente no primeiro tempo – foi que o campeão espanhol e europeu chegou a botar os tetras do Calcio na roda. Um futebol ofensivo, aberto, com muitas jogadas pelas pontas.  Merece ter a flâmula publicada aqui. Viva o Barça! Continuar lendo “Visca Barça”