Dale Bolso: nova camisa azul do Nacional.

facebook.com/nacional
facebook.com/nacional

Confesso que não tinha reparado ainda nesta bela camisa azul do Bolso. O Nacional estreou este “kit away 3” no começo da temporada uruguaia. Com esse uniforme, o tricolor de Montevidéu empatou contra o River Plate uruguaio por 2 a 2 e garantiu classificação para as oitavas da Libertadores 2016 (Rosario Central e Palmeiras brigam pela outra vaga do grupo 2).

IMG_20160408_221135 (1) Continuar lendo “Dale Bolso: nova camisa azul do Nacional.”

Gran Parque Central, o alçapão do Nacional.

Gran Parque Central, o alçapão do Nacional.
DSC07376
Fachada do Gran Parque Central em novembro de 2015

DSC07378
A cancha do Club Nacional de Football, que se intitula o decano do futebol uruguaio, é de 25 de maio de 1900. O Gran Parque Central foi um dos estádios da Copa do Mundo de 1930 e o Nacional também gosta de badalar o pioneirismo, como “el primer estadio Mundialista”. Em 13 de julho de 1930, EUA e Bélgica jogaram no Parque Central, simultaneamente a um jogo entre França e México em Pocitos (num estádio que não existe mais).DSC07352O Brasil jogou aqui sua primeira partida na história das Copas. Tá certo que não demos muita sorte. Perdemos pra Iugoslávia. por 2 a 1 (e contra a Bolívia, no Centenario, só cumprimos tabela).
DSC07356

DSC07355
Em 1944, o alçapão dos albos passou a ser todo de concreto. Teve outra reinauguração em 2005 – ganhou 25 camarotes, como o que leva o nome de Artime (também jogou no Palmeiras). DSC07375Em setembro de 2014, o Nacional anunciou uma nova reforma do estádio tricolor, “padrão Fifa”, de olho na Libertadores e numa possível Copa de 2030 na Argentina e Uruguai.DSC07353

Hoje o Parque Central parece ser uma rua Javari duas vezes maior. Comporta uns 26.500 tricolores. Depois da reforma anunciada ano passado, a capacidade passaria a ser de 40 mil hinchas.
DSC07364
Continuar lendo “Gran Parque Central, o alçapão do Nacional.”