Choro das 3. “Um a Zero”, de goleada.

No meio de um grande 2010 para shows de rock, o post mais lido do ano até agora da Coluna de Música do FutPopClube é sobre chorinho: um perfil do grupo Choro das 3. Sempre com o pai no pandeiro, as meninas estarão nesta quinta-feira na universidade Anhembi-Morumbi, em São Paulo. São dois horários: às 20h30, um workshop; e às 21h30, um pocket-show. Tudo de graça, no campus Roque Petroni Júnior da universidade. Confira abaixo o texto  da Coluna de Música publicado no começo do ano.

Eduardo, o pai, no pandeiro; Corina, Elisa e Lia. O grupo Choro das 3. FOTO: Cristina Meyer/divulgação

Feijoada tradicional no verão. De repente, escuto uma sensacional versão de “Um a Zero“, clássico do choro, de Pixinguinha e Benedito Lacerda. Tão boa que mentalmente fui cantando a letra feita pelo Nelson Angelo. Era um show do grupo Choro das 3que toca clássicos do gênero e chorinhos de própria lavra, como no CD de estreia pela Som Livre, “Meu Brasil Brasileiro“. Convidei o conjunto para preencher uma fichinha tipo consumidor cultural. E as irmãs Corina (flauta), Lia (violão) e Elisa Meyer (bandolim), mais o pai, Eduardo Roque, no pandeiro, deram uma goleada de conhecimento musical. Família afinada, aponta com quase unanimidade que o melhor show do grupo foi na Virada Cultural Paulista, em 2009. Também gostei de saber que o pai guarda na memória o show do Queen no estádio do Morumbi, começo dos 80, como o melhor que já viu. Abaixo, as respostas de cada um dos integrantes. Continuar lendo “Choro das 3. “Um a Zero”, de goleada.”

24 horas de rock, samba, choro etc etc etc

Choro das 3, uma das atrações da Virada!
Choro das 3, uma das atrações da Virada!

24 horas de atrações! Em vários palcos ao mesmo tempo. De graça! A Virada Cultural de São Paulo é um lance tão interessante que deveria rolar mais de uma vez por ano  e se espalhar para outros estados. Entre as atrações, Jon Lord, ex-tecladista do Deep Purple, recria Concerto for Group and Orchestra. Aliás, vários discos devem ser tocados na íntegra, como os de Raul Seixas. O grupo Choro das 3 toca duas vezes na maratona: sábado, 19h10, no palco da rua Conselheiro Crispiniano, perto do teatro Municipal, no centro de Sampa. E no domingo, 16h30, no CEU Vila Atlântica, zona norte de SP. Programação completa em www.viradacultura.org.

Um a zero para as meninas (do Choro das 3)

chorodas3pq1Imagine passar apressado na hora do almoço pela Estação Sé, a mais central do Metrô de São Paulo, e se deparar com um sensacional show de chorinho? É o que acontece nesta segunda, 2 de março, ao meio dia. E o show é do grupo Choro das 3, formado pelas irmãs Corina (flauta), Lia (violão 7 cordas) e Elisa (a caçula, no bandolim, banjo e clarinete), mais o paizão, Eduardo, no pandeiro, e sempre um músico amigo, no cavaco. Na terça-feira, 3 de março, outro show, às 19h, no Sesc-Paulista. No domingo, 8/3, é a vez do Shopping Esplanada, em Sorocaba, às 19h30.

Foi com muito orgulho que anos atrás o quadro Dia de Banda apresentou uma reportagem da Rosangela Santos com as meninas do chorinho, no jornal Hoje, então sob a direção da Marilei Zanini e Guta Nascimento. Special thanks para a Regina Alves, que produziu, e o Cristiano Dombrova, que editou o VT comigo. Em 2008, a Som Livre lançou o primeiro CD oficial do Choro das 3, Meu Brasil Brasileiro, capinha aí em cima, com inéditas escritas pelas meninas e ótimas versões para clássicos do choro como Brejeiro, Odeon, Carinhoso, Tico-Tico no Fubá e Um a Zero, composta por Pixinguinha e Benedito Lacerda em homenagem à Seleção Brasileira que venceu o Uruguai e conquistou o Sul-Americano de 1919, nas Laranjeiras. Um a zero para as meninas do Choro das 3.