A camiseta com que o Boca conquistou o título argentino (2015).

Belíssima a segunda camisa do Boca Juniors, que Carlitos Tévez e os comandados por Arruabarrena usaram no domingo de festa: campeão argentino de 2015 com o 1×0 sobre o Tigre. O site do Boca conta 42 títulos nacionais. Para o CanchaLlena, do jornal La Nación, são 33 títulos argentinos: 27 no profissionalismo e seis na era amadora – inclui 31 campeonatos de liga e dois títulos da Copa Argentina (1969 e 2012).

Camisa 2 do Boca 2014-15
Camisa 2 do Boca 2014-15

Continuar lendo “A camiseta com que o Boca conquistou o título argentino (2015).”

Boca 2014-15

  • Camiseta_BOCA_-_Titular_(8)_large>IN>: Mariano Echeverría (ex-Arsenal), José Fuenzalida (ex-Colo Colo), Jonhatan Calleri (ex-All Boys)
  • <OUT<: Juan Román Riquelme (Argentinos Juniors), Claudio Riaño (Independiente), Sebastián Palacios (emprestado ao
  • Estrelas da companhia: Agustín Orión, Fernando Gago, Burdisso
  • Técnico: Rodolgo Arruabarrena,  El Vasco, substituiu Carlos Bianchi com bola rolando.
  • Uniformes: já apresentados pela Nike.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “Boca 2014-15”

Racing Club 2014-15. La Acadé….

Atual escudo do Racing
Atual escudo do Racing

La Academia, o Racing Club de Avellaneda, começou com três pontos e 3 gols contra o Defensa y Justicia o torneio transição do campeonato argentino, neste segundo semestre de 2014. Conta com a volta de um ídolo, Diego Milito, 35 anos, que reestreou com gol.

  • >IN>: Diego Milito, revelado em La Acadé, campeão do Apertura 2001; volta ao futebol argentino depois de 10 anos na Europa. goleando pelo Genoa, Zaragoza e Inter de Milão; Ricardo Gastón Diáz (Gimnasia y Esgrima); Facundo Castillon (Godoy Cruz), Nelson Acevedo (ex-Defensa y Justicia), Adrián Ricardo Centurión (volta do Genoa), entre outros.
  • <OUT<: Rodrigo de Paul (Valencia), Bruno Zuculini (Manchester City), Luciano Vietto (Villareal), Valentín  Viola (volta pro Sporting), entre outros. Camoranesi se aposentou.
  • Estrelas da Academia: Diego Sebastián Saja (goleiro que deve ser lembrado pela torcida do Grêmio), Gabriel Hauche, o colombiano Rentería, o jovem Centurión e o veterano Milito.
  • Técnico: Diego Cocca
  • Cancha: estádio Presidente Perón, por causa da forma conhecido como El Cilindro. Comporta 50.000 hinchas! A média de público no último torneio argentino de 2013 foi de 26.737 acadêmicos, segundo a Pluri Consultoria – 87º lugar no ranking mundial. A taxa de ocupação foi de 50% do estádio Presidente Perón.

Continuar lendo “Racing Club 2014-15. La Acadé….”

Um alfajor

Racing banderínResultado surpreendente (pela elasticidade) no futebol argentino. No clássico da antepenúltima rodada do Clausura, que o Sportv2 passou ao vivo, o Racing sapecou 3 a 0 no Boca, em Avellaneda. O Racing tem se acostumado a lutar contra o rebaixamento nos últimos anos, enquanto o poderoso rival, campeão do Apertura no fim de 2008, já caiu fora da Libertadores e agora está na 15ª posição na Argentina. No seu blog, o jornalista Mauro Cezar Pereira destaca que “o Boca estava completinho, com Abbondanzieri, Ibarra, Cáceres, Battaglia, Riquelme, Palacio, Palermo e companhia limitada”. Na opinião do Mauro Cezar, a vitória do Racing sobre o Boca foi o fato mais relevante do futebol no fim de semana.  Lá em cima, a briga é entre Vélez (36 pontos), Huracán (35) e Lanús (34). Cada um tem mais 2 jogos. O Vélez faz 2 partidas de 6 pontos. No próximo fim de semana, visita o Lanús, enquanto o Huracán recebe o Arsenal. Na última rodada, Vélez x Huracán e San Martín x Lanús. A reta final do Clausura é tema de La Pelota, blog sobre futebol sul-americano dos amigos Cauê Dias e Bruno de Almeida.