Pop Craque, a nova série do Studiomarrom.

 

A homenagem a el flaco Cruyff, eterno 14 da Laranja Mecânica!
studiomarrom.com

Aqui vai uma dica para quem gosta de poster, e de grandes ídolos da história do futebol mundial. O Studiomarrom lançou mais uma série em homenagem a lendas como Cantona, Maradona, Cruyff, ou o lobo búlgaro, Ivanov – jogador da seleção da Bulgária semifinalista na Copa de 94.

Todas as artes são originais e exclusivas do estúdio. Alguns craques ganham tributos em modelos diferentes. O fã de Ronaldo Nazário pode escolher entre o fenômeno #nerazzurri, o galático ou o canarinho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “Pop Craque, a nova série do Studiomarrom.”

A história do Atlético de Madrid em cartuns

97884160120.small
“La História del Atleti – Viñeta a Vineta”, do ilustrador e cartunista madrilenho Jorge Crespo Caño, foi lançado pela Lectio Ediciones em novembro de 2014. Assim que soube do lançamento, fiquei de olho, e agora tive a oportunidade de me divertir com esse livro precioso para quem se interessa pela já mais que centenária história rojiblanca.
image

Que começou em azul e branco, mesmas cores iniciais do Athletic Club, o de Bilbao, que inspirou estudantes bascos a fundar o novo clube, em Madri, 1903. Só em 1911 apareceram as camisas vermelhas e brancas que lembravam colchões – daí outro apelido dos atléticos, colchoneros. O Atlético de Madrid teve diferentes nomes (Athletic Club de Madrid, Atlético Aviación) passou por muitos estádios… os títulos… os presidentes mais importantes… os ídolos … os técnicos… o rebaixamento… e enfim, a volta por cima, tudo contado com muito bom humor e o traço leve e divertido dos cartuns de Jorge Crespo Caño. 
Continuar lendo “A história do Atlético de Madrid em cartuns”

Um poster reúne os ídolos de 85 anos de história do São Paulo.

http://pennarellodesign.com/
http://pennarellodesign.com/

Poster em homenagem ao São Paulo Futebol Clube,  num belo trabalho do designer James Campbell Taylor, da Pennarello Design. Imagens de ídolos da história do tricolor, desde o São Paulo da Floresta, fundado em 25 de janeiro de 1930, formam o mapa estilizado do estado de São Paulo (comum nas calçadas da capital).

São reverenciados no poster grandes nomes como Friedenreich, Leônidas, Zizinho, Gerson, Pablo Forlán, Pedro Rocha, Chicão, Waldir Peres, Dario Pereyra, Careca, Müller, Silas, Raí, Zetti, Kaká e, claro, Rogério Ceni. Ainda bem que de ídolos a história do São Paulo está cheia, porque os cartolas, ultimamente, dão vergonha!

O poster do São Paulo pode ser comprado neste link aqui, no site da Pennarello. O designer James Campbell Taylor é  inglês de Nottingham, viveu na Itália e hoje mora em Nova York. É fanático por futebol, sua história e coleciona uniformes “vintage” de clubes e seleções. Mantém um site muito bacana, o Shirt Tales, em que não só mostra as peças de sua coleção, como aos poucos vai acrescentando textos que contextualizam a história dos times e jogadores que vestiram os #mantos clássicos. James Taylor fez duas séries de ilustrações que já recomendamos aqui no blog: cartazes alternativos para todas as Copas e a série Long Play Football Club, onde imaginou capas super estilosas para discos imaginários de craques dos gramados.   Vale a pena conferir. Continuar lendo “Um poster reúne os ídolos de 85 anos de história do São Paulo.”

#LFCPostcards: designer cria cartões postais para cada jogo do Liverpool.

Publicado em 6 de janeiro de 2015

http://davewilldesign.com/
O capitão Gerrard, no cartão postal que Dave Will crou pra vitória do Liverpool contra o Ludogorets, campeão búlgaro, pela Champions 14-15: http://davewilldesign.com/

A ideia é muito bacana: resumir cada partida do Liverpool num cartão postal diferente. E a realização também: em cada arte, o designer gráfico Dave Will capricha como o capitão do Liverpool numa cobrança de falta. E o resultado é uma série de cards rica e bem variada, sempre com ilustrações e informações diferentes. Dave Will fez primeiro uma série de postais para toda a bela campanha do Liverpool na temporada 2013-2014, em que os Reds (ainda com o uruguaio Suárez) estiveram bem perto de reconquistar o título inglês. 38 jogos! Um lance altamente colecionável para os torcedores de carteirinha ou mesmo apenas simpatizantes do time, da Premier League e da arte ligada ao futebol! A jogada deu tão certo que Dave deixou de fazer os cartões só nas horas vagas, para se dedicar à sua própria empresa de design.


Na temporada 2014-2015, Dave Will continuou fazendo postais para os jogos do Liverpool tanto na Premier League como na Champions League.
O designer, que logicamente é torcedor do Liverpool desde criancinha, também fez trabalhos sobre o rival local dos Reds, o Everton.

Os cartões podem ser comprados em http://davewill.bigcartel.com/ . Alguns já estão esgotados!

O cartão preferido de Dave Will: Gerrard beiha a câmera depois da goleada contra o Man United : http://davewilldesign.com/
O cartão preferido de Dave Will: Gerrard beija a câmera depois da goleada contra o Man United : http://davewilldesign.com/

Num vídeo feito pelo LFC TV, canal de TV do Liverpool, Dave Will fala que o cartão postal que ele prefere é este daí de cima, o Gerrard de camisa branca beijando a câmera de TV, depois de marcar o 3º gol contra o Manchester United, na casa do grande rival, na temporada 13-14. Lembra da primeira vez que foi a Anfield, com a família. E diz que a grande influência para a série de cards foram posters de uma conhecida série de TV. Confira:
Continuar lendo “#LFCPostcards: designer cria cartões postais para cada jogo do Liverpool.”

Los Angeles Galaxy é penta

http://www.lagalaxy.com/posters
http://www.lagalaxy.com/posters

Este foi um dos cartazes publicados pelo site do LA Galaxy, antes da final da MLS Cup, a decisão entre os melhores das duas conferências que participam da Major League Soccer. O Galaxy foi campeão pela quinta vez ao derrotar o NE Revolution por 2×1. O irlandês Robbie Keane marcou o gol do título. A final marcou a despedida do camisa 10 galático, Landon Donovan, que já tinha dado adeus à seleção americana. Uma das caras metades do poster, ao lado de Oliver Barrett, do Revolution, que ficou com o vice. Continuar lendo “Los Angeles Galaxy é penta”

Mural de craque

No elegante bairro do Sarrià, em Barcelona, são muito poucas as lembranças do velho estádio do Espanyol, que em 5 de julho de 1982 recebeu o clássico Itália 3×2 Brasil – como mostrou o rolê do Fut Pop Clube ao lado do jornalista colombiano Wilmar Cabrera, autor do livro “Los Fantasmas de Sarrià Visten de Chandal”.
Mas a uns 9 mil quilômetros deste quarteirão de Barcelona, um dos cinco gols da partida mais famosa do Mundial de 1982 – a verdadeira decisão – é retratado por um mural do artista brasileiro Eduardo Kobra. O golaço de Paulo Roberto Falcão -o segundo na derrota fatal contra a Squadra Azzurra- e alegria do camisa 15 canarinho (eternizada pelo clique de J.B.Scalco, para a “Placar”) merecem a atenção de quem passa pela esquina das avenidas Hélio Pellegrino e Santo Amaro, na zona sul de São Paulo.
Sintomático que os brasileiros guardem uma imagem de uma das derrotas mais doídas da Seleção (ao lado do Maracanazo de 1950). Aquela Seleção não ganhou a Copa. Encantou o planeta bola. Ganhou o mundo. Aquela era uma Seleção pela qual valia a pena chorar, como mostrou a célebre capa do “Jornal da Tarde” sobre a foto de Reginaldo Manente.

Mural do Studio Kobra com o gol de Falcão contra a Itália.
Mural do Studio Kobra com o gol de Falcão contra a Itália, sobre a foto de J.B. Scalco para a “Placar”

Parece que as árvores querem cumprimentar e abraçar o Falcão por seu gol”, disse o jornalista Wilmar Cabrera, colombiano radicado na Barcelona do antigo estádio Sarrià. A vitória da Azzurra de Bearzot (que não era fraca, não – longe disso!) é o tema do livro  de Wilmar Cabrera,”Los Fantasmas de Sarrià Visten de Chándal”.

Depois da Copa de 1982, não foram muitos os jogos de Mundial em que a Seleção Brasileira encantou.

Que o Brasil volte a jogar bonito.

Sem Neymar, isso vai ser um pouco mais difícil. Não impossível.

E se perder? Bola pra frente. Vamos continuar curtindo a Copa, por favor? Ela tá maneira demais.

A derrota em 1982 não foi o fim das carreiras de Telê, Sócrates, Zico, Toninho Cerezo, Junior e cia. Pelo contrário. Ganharam muitos títulos mais.

Em 2006, a Alemanha sediou o Mundial e festejou o terceiro lugar. Olha ela aí de novo…

Tenho um pressentimento que boa parte desta segunda família Scolari ainda pode dar muitas alegrias à torcida brasileira. Continuar lendo “Mural de craque”

Os cartazes alternativos que o designer James Taylor redesenhou para os Mundiais, de 1930 a 2014.

Publicado em junho de 2014

Brasil 1950, por James Taylor: http://pennarellodesign.com/
Brasil 1950, por James Taylor: http://pennarellodesign.com/
Brasil 2014, por James Taylor : http://pennarellodesign.com/
Brasil 2014, por James Taylor : http://pennarellodesign.com/

No começo deste ano de Mundial, o designer James Taylor – que já foi tema de post aqui no blog, quando desenhou capas de discos imaginários de superstars da bola – também bolou cartazes virtuais para todas as Copas do Mundo, do Uruguai 1930 ao Brasil 2014. Muito bons.

Veja no slide-show abaixo os pôsteres que James Taylor bolou para os anos em que o Brasil conquistou a taça do mundo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Também gostaria de destacar os virtuais cartazes do Mundial de 1938, na França… Continuar lendo “Os cartazes alternativos que o designer James Taylor redesenhou para os Mundiais, de 1930 a 2014.”