Nada especial

Devo dizer que não tenho nenhuma simpatia pelo treinador apelidado de “especial”. Reconheço sua competência em títulos europeus e nacionais, mas não me agrada o jeito pouco gentil com que lida com os arquirrivais. Vamos combinar que dérbis como “El Clásico” não precisam de mais combustível. Condenar jogadores do Real Madrid porque se dão bem com atletas do Barcelona, colegas de seleção que são, é algo que nem os barras mais bravas, ou melhor, os mais ultras deveriam fazer.
Barrar o capitão dessa seleção espanhola, o goleiro Iker Casillas, jogador da base, ídolo natural, tem toda pinta de revanchismo.
E não adiantou nada. O Málaga venceu pela primeira vez o Real Madrid, que ficou 16 pontos atrás do líder, o maior rival.
Kaká, então, o treinador especial quase só lança em frias, quando o time já está em inferioridade no placar. Muy amigo. . .

2 comentários sobre “Nada especial

  1. E é bom o Real Madrid abrir o olho no campeonato espanhol, se não fica fora da zona Champions…
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.