O “Kamisa” 8 começou a brilhar com a “Kamisa” 30

Arte de ingresso da série Morumbi 50 anos em homenagem a Kaká, revelado no São Paulo. Fonte: spfcpedia.blogspot.com

Noite de 7 de março de 2001. Grande público no Morumbi. 34 minutos do segundo tempo. Um jovem da base do São Paulo -que acabara de entrar- empata o jogo decisivo do Rio-São Paulo 2001. E logo depois, faz mais um, ainda mais bonito, virando pra cima do Botafogo e garantindo ao tricolor seu primeiro e único título do Torneio Rio-São Paulo. Nas costas, o número 30. E o apelido ainda grafado como Cacá. Logo virou Kaká, camisa 8 do São Paulo, pentacampeão pela Seleção em 2002, infelizmente logo negociado para o Milan (onde jogou com a 22). De Millanello, onde era príncipe, saiu contra a vontade da torcida, para o Real Madrid (de novo com a 8) – onde para ser sincero, ainda não fez o que pode fazer. Tomara que Kaká volte a mostrar seu grande futebol.

Veja nesse link os gols de Cacá, digo, Kaká na final do Rio-SP 2001.

Fonte: spfcpedia.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.