Discutindo a relação: a Seleção Brasileira e o Morumbi. Veja a lista dos jogos.

10464313_588986841222679_4006644258918849428_nA Seleção Brasileira e o público paulistano parecem viver uma eterna “D.R.” quando se encontram no Morumbi, pelo menos dos anos 70 ou 80 pra cá. Se o gol demora, pode ter certeza, lá vem vaia. Nos últimos anos, goleiros e centroavantes ouviram gritos de “Rogério! Rogério” e “L u í s F a b i a n o !”. Técnicos não foram poupados. Parreira ouviu “Olê, olê, olê, Telê, antes da Copa de 1994″. Mano Menezes ouviu um grito de adeus no feriado de 7 de setembro de 2012, na ‘goleada de um a zero’ sobre a África do Sul.. Por mais de uma vez, o rigoroso público paulistano não perdoou nem um símbolo como a bandeira nacional.
Mas às vezes basta a Seleção marcar um gol para rolar aquele chatinho”eu  / sou brasileiro/  com muito orgulho / com muito amor”.
O certo é que em 28 jogos, desde 1963 (o Morumbi foi inaugurado em 1960 e ampliado em 1970), marcaram gols pela Seleção no estádio nomes como Pelé (bem no dia da despedida do escrete canarinho, em 1971) Pepe, Jairzinho, Leivinha, Roberto Dinamite, Reinaldo, Rivellino, Sócrates, Zico, Tita, Careca, Bebeto, Romário, Rivaldo, Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Adriano, Luís Fabiano e, agora, Fred. Ao todo, foram 18 vitórias, 9 empates e apenas uma derrota, na primeira partida.
Vamos à lista! Para este post, contei com a preciosa ajuda de Michael Serra, do arquivo histórico do São Paulo FC, a quem agradeço por mais uma gentileza.

  1. Brasil 2×3 Argentina, Copa Roca, 13/04/1963. Pepe marcou os dois gols da Seleção
  2. Brasil 4×0 Peru, amistoso, 4 de junho de 1966. Duas vezes Lima, Paraná e Pelé.
  3. Brasil 5×0 Chile, amistoso, 22 de março de 1970. Duas vezes Pelé, 2 vezes Roberto Miranda e Gérson.
  4. Brasil 0x0 Bulgária, amistoso, 26/04/1970.
  5. Brasil 1×1 Áustria, amistoso, 11/07/1971. Pelé marcou, num de seus jogos de despedida da Seleção.
  6. Brasil 3×0 Iugoslávia, Minicopa, 02/07/1972. Marcaram Leivinha (duas vezes) e Jairizinho.
  7.  Brasil 2×0 Romênia, amistoso, 17/04¹974. Edu e Leivinha.
  8. Brasil 0x0 Áustria, amistoso, 1º de maio de 1974.
  9. Brasil 1×0 Bulgária, amistoso, 23/01/1977. Roberto Dinamite.
  10. Brasil 2×0 Seleção Paulista, amistoso, 25 de janeiro de 1977 (*). Gil e Palhinha marcaram.
  11. Brasil 1×1 Seleção Paulista, amistoso, 16 de junho de 1977 (*). PC Caju marcou pro Brasil.
  12. Brasil 3×1 Polônia, amistoso, 19/06/1977. Paulo Isidoro, Reinaldo e Rivellino.
  13. Brasil 5×0 Ajax, amistoso, 21/06/1979 (*). Duas vezes Sócrates, 2 vezes Zico, Toninho.
  14.  Brasil 2×0 Bolívia, Copa América, 16/08/1979. Tita e Zico.
  15. Brasil 1×1 Polônia, amistoso, 29/06/1980. Zico.
  16. Brasil 1×1 Tchecoslováquia, amistoso, 03/03/1982. Gol de Zico.
  17. Brasil 0x0 Argentina, amistoso, 17/06/1984.
  18. Brasil 1×1 Bolívia, Eliminatórias 30/06/1985. Gol de Careca.
  19. Brasil 6×0 Venezuela, Eliminatórias, 20/08/1989. Marcaram: Careca (4), Silas e Acosta contra.
  20. Brasil 2×0 Equador, Eliminatórias, 22/08/1993. Bebeto e Dunga.
  21. Brasil 3×2 Equador, Eliminatórias, 26/06/2000. Rivaldo (2 vezes), Antônio Carlos.
  22. Brasil 3×1 Argentina, Eliminatórias, 26/07/2000. Gols: Alex e Vampeta (2).
  23. Brasil 1×0 Colômbia, Eliminatórias, 15/11/2000. Gol: Roque Júnior.
  24. Brasil 1×1 Peru, Eliminatórias, 25/04/2001. Gol do Brasil: Romário.
  25. Brasil 3×1 Bolívia, Eliminatórias, 05/09/2004. Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Adriano marcaram para o Brasil.
  26. Brasil 2×1 Uruguai, Eliminatórias, 21/11/2007. Duas vezes Luís Fabiano.
  27. Brasil 1×0 África do Sul, amistoso, no 7 de setembro de 2012. Gol de Hulk.
  28. Brasil 1×0 Sérvia, amistoso – o último antes da Copa, 06/06/2014. Gol: Fred.

Continuar lendo “Discutindo a relação: a Seleção Brasileira e o Morumbi. Veja a lista dos jogos.”

Distintivo: A.A. das Palmeiras

distintivos.com.br

Informa o Calendário Tricolor de hoje: 9 de novembro de 1902 é a data de fundação da Associação Athlética das Palmeiras, que o Calendário apresenta como “‘mãe” do São Paulo Futebol Clube. O SPFCpédia aprodunda: a A.A. das Palmeiras, que teve sede na avenida Angélica, foi campeã paulista de 1909, 1910 e 1915. Na virada de 1929 para 1930, torcedores, jogadores e cartolas da A.A. das Palmeiras e do Paulistano, Continuar lendo “Distintivo: A.A. das Palmeiras”

Do Queen aos Stones e Sabbath: os shows do Morumbi, roqueiro cinquentão.

JOÃO R 01-09-13 - 00002Atualizado em 2015

O U2 entra no gramado, digo, no palco, em abril de 2011!

O Rock in Rio I marcou de vez a entrada do Brasil no circuito de festivais, em 1985. Mas não dá para falar da história dos megashows no país sem lembrar da passagem de Freddie Mercury, Brian May, John Deacon e Roger Taylor pelo Morumbi, em março de 1981. O coro da galera em “Love of My Life” virou parâmetro para a banda. Continuar lendo “Do Queen aos Stones e Sabbath: os shows do Morumbi, roqueiro cinquentão.”

#Rogério Ceni 90 gols:o 1º no Maraca

Rogério marcou seu primeiro gol no Maracanã FOTO Maurício Val / Vipcomm

No grande clássico tricolor da 17ª rodada do Brasileirão 2010 – Fluminense 2×2 São Paulo, o goleiro-artilheiro Rogério Ceni marcou, de falta, o 90º gol de sua carreira. O primeiro (com bola rolando) no Maracanã! Dá para conferir a lista completa no site do capitão são-paulino: www.rogerioceni.com.br.  Clique em carreira e, depois, em lista de gols. Outra lista de feitos do goleiro cresceu: a de pênaltis defendidos (veja SPFCpedia). Continuar lendo “#Rogério Ceni 90 gols:o 1º no Maraca”

As tuas glórias

Flâmula São PauloNa linha de memória de futebol, vale dar uma passada no blog SPFCpedia. Num post de 11 de agosto, traz um link para um álbum de fotos do tricolor na década de 30. Com certeza algumas são do São Paulo da Floresta (1930-1935), porque uma das imagens mostra o artilheiro Friedenreich.

De volta ao Brasileirão 2009… o blog do Daniel Perrone chamou atenção para a nova campanha de venda de “carnê” de ingressos do São Paulo – pagando de 96 a 250 reais, o torcedor tricolor cadastrado no Futebol Card do cartão Visa tem passaporte livre em todos jogos do returno no Morumbi e ainda num amistoso contra o Lyon, que seria em outubro, parte do Ano da França no Brasil. Sem dúvida, uma boa medida. 10 mil torcedores se cadastraram na primeira campanha, ainda durante a Libertadores, segundo o site oficial do São Paulo – que informa os novos preços:

Arquibancada amarela (atrás do gol): R$ 120 (ou R$ 96 para sócio-torcedor).

Cadeiras especiais (setor tricolor, no meio da arquibancada mais alta, infelizmente descoberto): R$ 250 (ou 200 para sócio-torcedor). O pacote mais caro, de 250 reais, dividido por 11 jogos (10 do Brasileirão mais o tal amistoso contra o Lyon) dá uns 22 reais por jogo. Você acha que vale a pena, para não enfrentar fila ou cambista toda rodada?

O camisa 01 volta a treinar

O capitão do São Paulo, Rogério Ceni, já faz corridinhas em volta do gramado, no centro de treinamento do tricolor.

Foto Divulgação/VIPCOMM (26/06/09)
Foto Divulgação/VIPCOMM (26/06/09)

O goleiro-artilheiro fraturou o tornozelo esquerdo em 13 de abril, foi operado em seguida e o tempo de recuperação é estimado em três, quatro meses. Ou seja, ainda falta pelo menos um mês para a volta do capitão tricolor. Por falar em Rogério, o SPFCpedia (excelente blog de curiosidades tricolores feito pelo Michael Serra) publicou uma lista de pênaltis defendidos por Rogério Ceni. Incompleta, salienta o Michael. A relação considera bola rolando e disputas de pênaltis. O SPFCpedia lista pelo menos 33 defesas, desde uma partida contra o Tenerife pelo torneio de Santiago de Compostela, na Espanha – uma das primeiras de Rogério no time de cima do São Paulo (o titular era Zetti). Continuar lendo “O camisa 01 volta a treinar”