A camisa arco-íris do Rayo Vallecano, um time de guerreiros.

A camisa arco-íris do Rayo Vallecano, um time de guerreiros.

Será que algum clube brasileiro teria coragem de fazer o que o Rayo Vallecano de Madrid faz?
O primeiro uniforme do bravo time do bairro de Vallecas para 2015-16 é o tradicional. Faixa vermelha (“franja roja“) diagonal. A marca do patrocinador Qbao estraga um tanto. Uniforme feito pela Kelme, que já vestiu o vizinho multimilionário Real Madrid no tempo que jogava lá o Zé Roberto (hoje no Palmeiras),

Primeira
Primeira “equipación” do Raio para 15-16

Agora, o segundo uniforme é uma revolução em termos de clubes de futebol.

A ousadíssima segunda camiseta do Rayo para a temporada 15-16.
A ousadíssima segunda camiseta do Rayo para a temporada 15-16.

O Rayo Vallecano, que já é conhecido como uma time bem mais à esquerda do que os outros, um dos mais antifacistas, como o hamburguês St. Pauli, adotou o arco-íris na faixa que costuma ser vermelha quando os uniformes alternativos são pretos, adotou um arco-íris. Cada cor tem um significado. O Rayo quer dizer que está ao lado dos heróis anônimos.

  • Ao lado dos que lutam contra o câncer.
  • Ao lado dos que lutam contra a Aids
  • Ao lado dos que lutam para integrar as pessoas com deficiências físicas.
  • Ao lado dos que nunca perdem a esperança.
  • Ao lado dos que lutam para proteger o meio-ambiente.
  • Ao lado dos que lutam contra os abusos sexuais de crianças.
  • Ao lado dos que lutam contra a violência doméstica

E as sete cores, juntas, contra o homofobia.
Já a terceira camisa do time guerreiro de Vallecas, bairro operário e de tradição esquerdista de Madri, é toda a favor dos que lutam contra o câncer. Por isso, a faixa diagonal é rosa.
CI0x6lRWIAAHuNq
Continuar lendo “A camisa arco-íris do Rayo Vallecano, um time de guerreiros.”

Rayo Vallecano 2014-15

O post sobre o Rayo Vallecano de Madrid no blog Efeito Fúria, da jornalista brasileira Tatiana Mantovani, destaca o orçamento do clube de Vallecas para a temporada: apenas 7 milhões de euros, contra as centenas de milhões do Barça e dos vizinhos Real, campeão europeu pela décima vez, e Atlético de Madrid, campeão e supercampeão espanhol.

Em 2014, o Rayo comemorou 90 anos (veja os uniformes comemorativos)- foi fundado em 29 de maio de 1924. É um time de bairro, alternativo, simpático, que (à maneira do Juventus da Mooca no Paulistão de até alguns anos atrás), de vez em quando apronta uma travessura e arranca pontos preciosos dos três grandes, como aconteceu com o Atlético multicampeão de Diego Simeone no começo da temporada 14-15.

  • >IN>: Léo Baptistão, atacante brasileiro que já goleou pelo Rayo, volta a Vallecas emprestado pelo Atlético de Madrid, é um dos principais reforços de um ‘time de operários’. Emiliano Insúa (lateral-esquerdo, também emprestado pelo Atleti).
  • <OUT<: o argentino Joaquín Larrivey (Celta) foi uma das perdas.
  • Técnico: o ‘figuraça’ Paco Jémez, no Rayo desde 2012.
  • Estádio: Campo de Fútbol de Vallecas. Estação do Metrô de Madri: Portazgo (linha 1). Capacidade: 14.708. Para a temporada 14-15, já são mais de 10 mil rayistas ‘abonados’. Torcedores de carteirinha, com direito a entrar em todos os jogos.

    http://www.rayovallecano.es/
    O Campo de Fútibol de Vallecas : a casa do Rayo | http://www.rayovallecano.es/

A atmosfera de um jogo no Campo de Vallecas e o cotidiano de um clube alternativo, de bairro, realmente do povo como o Rayo foram bem retratados neste maneiríssimo curta da série Sausages and Caviar, ao som da banda Parálisis Permanente.

http://www.rayovallecano.es/
http://www.rayovallecano.es/
  • Uniformes: são feitos pela italiana Erreà e para esta temporada ganharam a marca do novo patrocinador, Qbao.

Continuar lendo “Rayo Vallecano 2014-15”

Rayo Vallecano, tema da Sausages and Caviar Football Magazine

Publicado em 2012


O Rayo Vallecano, tradicional clube do bairro madrilenho de Vallecas, de novo na primeira divisão espanhola, foi o destino escolhido para o segundo episódio de um programa inglês feito para o You Tube, o Sausages and Caviar Football Magazine, feito pelos irmãos Kai e Jason Leech.

Bem editado, curto, o Sausages and Caviar tem ritmo e boa sonorização. No episódio sobre o time mais à esquerda de Madri, a trilha tem 2 músicas do Parálisis Permanente, grupo espanhol dos 80. Gostei e pedi autorização para incorporar o vídeo aqui. Os irmãos #futboleros  já tinham feito um programa sobre o 1.FC Union Berlin. Confira no canal do Sausages and Caviar no You Tube e/ou acompanhe pelo Twitter da dupla. Ou ainda pelo Facebook da nova revista de futebol no Tube. Continuar lendo “Rayo Vallecano, tema da Sausages and Caviar Football Magazine”

Café da manhã com o Barcelona

Impressionante o panorama do Camp Nou lotado durante o dia. FOTO Marta Becerra / FCB | www.fcbarcelona.com
Impressionante o panorama do Camp Nou lotado durante o dia. FOTO Marta Becerra / FCB | http://www.fcbarcelona.com
  • Pela primeira vez nesta temporada, o “jogo do meio-dia” da liga espanhola teve o Barcelona como mandante, no Camp Nou.
  • Desde dezembro de 1965, o Barça não jogava pela liga nesse horário.
  • Meio-dia lá, 9 da manhã aqui. Assisti ao jogo tomando café da manhã. E o Barça ofereceu foi um buffet de gols.
FOTO Miguel Ruiz | FCB | fcbarcelona.com
FOTO Miguel Ruiz | FCB | fcbarcelona.com

Está vendo a “tradicional foto para a posteridade”, em que o Barça aproveita para desejar feliz ano novo para o mercado consumidor chinês?
Cinco jogadores marcaram gols. Alexis, Messi, Villa, o genial Iniesta até um dos zagueiros, papai Piqué. E Tello, que entrou no lugar de Alexis, também deixou uma bola no fundo da rede. Mais um pouco até o goleiro Valdés marcaria…
Continuar lendo “Café da manhã com o Barcelona”

O Rayo Vallecano volta à Liga das Estrelas!

Banderín (flâmula) do Rayo Vallecano de Madrid, vice-campeão da segundona espanhola, que acaba de sacramentar o retorno à primeira divisão – a rica Liga das Estrelas. O Real Bétis, campeão da Liga Adelante, a 2ª divisão, já tinha garantido sua volta.

A agonia do Rayo fora da elite durou 8 anos. Em quatro temporadas, o clube do bairro de Vallecas amargou a Segunda B – na prática, a terceira divisão.

Como o site do madrilenho Marca destacou, pela primeira vez quatro clubes da região da capital espanhola disputarão La Liga: o poderoso Real, seu arquirrival Atlético, o Getafe e o Rayo Vallecano. Mais uma opção para o turista brasileiro em Madri tentar ver jogo do campeonato espanhol.

Dentro do post, uniformes do Rayo, mais ou menos da virada do milênio. Continuar lendo “O Rayo Vallecano volta à Liga das Estrelas!”

Flâmula: Rayo Vallecano

Publicado originalmente em 27/09/2010
Flâmula do Rayo Vallecano de Madrid, líder da segunda divisão do futebol espanhol. O clube presidido por Teresa Rivero joga no estádio com o nome dela, no bairro madrilhenho de Vallecas. Vamos ver se dessa vez o Rayo consegue voltar para a primeira divisão. Sabe quem já jogou por lá? O chileno Valdívia, antes de sua 1ª passagem pelo Palmeiras. Dentro do post, uniformes do Rayo, mais ou menos da virada do milênio. Continuar lendo “Flâmula: Rayo Vallecano”