O apito final no estádio Olímpico Monumental (1954/2012)

O apito final no estádio Olímpico Monumental (1954/2012)
A retirada das goleiras - como os gaúchos chamam as metas defendidas pelos goleiros - do Olímpico, 03/12/12. FOTO : Lucas Uebel | Grêmio FBPA http://www.flickr.com/photos/gremiooficial/
A retirada das goleiras – como os gaúchos chamam as metas defendidas pelos goleiros – do Olímpico, 03/12/12. FOTO : Lucas Uebel | Grêmio FBPA http://www.flickr.com/photos/gremiooficial/
  • Primeiro jogo:

19/09/1954 – Grêmio 2×1 Nacional

  • Último jogo:

02/12/2012 – Grêmio 0x0 Internacional

É desse último Gre-Nal no Olímpico a galeria de fotos abaixo, com cliques de Lucaes Uebel, fotógrafo do Grêmio.

Fomte: página do Grêmio no Flickr

Foto: LUCAS UEBEL | Grêmio FBPA
Foto: LUCAS UEBEL | Grêmio FBPA

Continuar lendo “O apito final no estádio Olímpico Monumental (1954/2012)”

Último capítulo

O Brasileirão 2012 chegou ao fim com o Atlético Mineiro fazendo muita festa pelo vice-campeonato, que garantiu vaga direta para a Libertadores 2013 – como o campeão, Fluminense, o Corinthians (campeão da Libertadores 2012) e o Palmeiras (Copa do Brasil) – os tricolores gaúchos e paulistas vão ter que passar pelo vestibular da pré-Libertadores.

Festa nos Aflitos, tristeza pelos lados da Ilha do Retiro. No Clássico dos Clássicos, o Náutico venceu por 1×0 e rebaixou o rival Sport – apesar do goleiro Saulo ter pego até pênalti. Tinha torcedor do Timbu com cartaz A, B, C – Náutico na primeira, Sport na segunda, Santa na terceira divisão. O Leão se juntará a Palmeiras, Atlético Goianiense e Figueirense na Série B.

Festa no Pacaembu, hoje tricolor. De olha na final da Sul-Americana, que começa no meio da semana contra o Tigre na Bombonera,  o São Paulo poupou os titulares, rodou quem não estava jogando e se deu bem. Venceu o Majestoso por 3×1, embora no final do primeiro tempo o trio de arbitragem tenha prejudicado o Corinthians. Com Ney Franco, o São Paulo voltou a vencer clássicos, voltou à uma final (Sul-Americana) e voltou a disputar a Libertadores depois de dois anos. E – quem diria no primeiro semestre? – acabou como melhor campanha do segundo turno (troféu João Saldanha, do Lance!). E o desabafo do Casemiro, hein? Que situação! Mas se até o capitão Rogério Ceni levou uma dura do treinador, o jovem reserva não ganhará vaga no grito.

No Olímpico Monumental, “mixed emotions”. Com o empate no Gre-Nal, o Grêmio perdeu o vice para o Galo. Mas a torcida se emocionou mesmo após o apito final. Se no post anterior, a torcida do San Lorenzo se emociona ao garantir o direito de voltar ao bairro de origem, hoje vimos os gremistas chorando de emoção ao se despedir do Olímpico Monumental, que foi sua casa por 58 anos. Teve até avalanche – e não só na geral atrás do gol. Em todo a volta do estádio Último capítulo do estádio inaugurado em 19/09/1954, que sucedeu a Baixada e será sucedido pela state-of-the-art Arena do Grêmio.

Fevereiro de 2012: um dos últimos Gre-Nais no Olímpico Monumental, pelo campeonato gaúcho.
Fevereiro de 2012: um dos últimos Gre-Nais no Olímpico Monumental, pelo campeonato gaúcho.